Papa Pio XI, um Ratti no Vaticano.

Ambrogio Damiano Achille Ratti nasceu em 31 de maio de 1857 em Desio - perto de Milão, Italia - no seio de uma familia abastada e muito respeitada. Frequentou o Seminário de Milão e foi ordenado padre em 27 de Dezembro de 1879. Em 1918, aproveitando sua grande habilidade para os idiomas, o Papa Benedicto XV o envía à Polonia, lá como arcebispo titular de Lepanto.

Quando o exército bolchevique ameaçava entrar em Varsóvia em 1920, recusou-se a abandonar a cidade. Em 1921, o Papa o chamou de volta e o nomeou cardeal. Poucos meses depois, seria eleito papa sucessor de Benedito XV, adotando o nome de Pio XI.

Como Papa ensinava que o Senhor Jesus era o centro e princípio de toda a sociedade, ganhando a paz verdadeira e duradoura: dizia "A paz de Cristo no reino de Cristo", buscando com esse lema motivar aos filhos da Igreja que construíssem uma nova ordem social em seu meio ambiente. Foi levado por esse desejo que em 1925 instituiu a festa de "Cristo Rei" e publicou sua primeira encíclica: "Quas primas", que analisava as principais causas das calamidades que afligiam o ser humano, sendo a principal o afastamento do homem de Jesus Cristo e de seus ensinamentos.

Proclamou três anos jubilares: 1925, 1929 e 1933 e bienais anos Eucarísticos, levado pelo sincero desejo de buscar a paz veradeira em Cristo.

Publicou outras encíclicas buscando o retorno do homem ao "espiritual", já que a sociedade optava por ser materialista, com diversos ênfases à educação cristã: "Divini illius magistri" (1929), sobre a educação cristã "Quadragesimo anno" (1931), que reafirma e aprofunda os ensinamentos sociais de seu antecessor o Papa Leão XIII desenvolvidos em sua encíclica "Rerum novarum".

Realizou numerosas canonizações, entre elas as de João Bosco.

Deu novo impulso às missões, fundando seminários para o clero nativo ou seja, que aumentassem o número de sacerdotes oriundos da suas próprias regiões.

Em 1931 fundou a primeira Estação de Rádio no Vaticano, sendo o primeiro papa a usar esse meio de comunicação com propósitos pastorais.

Firmou acordo com o Estado Italiano, tornando e reconhecendo a Cidade do Vaticano como estado independente e neutro. Escreveu 34 cartas de protesto ao governo alemão pela contínua violação dos acordos e a progressiva opressão a que submetia à Igreja alemã. Em virtude dessa situação, tornou pública sua encíclica "Mit brennender Sorge" (1937) condenando os ensinos nacionalistas alemão. Nesse mesmo ano condena também o comunismo pela encíclica "Divini Redemptoris". Protestou energicamente contra a perseguição dos católicos no México e contra o governo republicano da Espanha que promoveu a separação Estado-Igreja.

Comentários

Leonardo disse…
Temos realmente agora entendo porque tem um grupo em Cachoeira que vasculha, vasculha e quer encontrar o Manoel Antonio Rates, primeiro morador daquelas paragens. Já vi aí, São Pedro de Rates. Agora Papa. Manoel Antonio Rates deveria ser peixe grande.
Mariana disse…
Papa. Epa. ôpa! Não brinca com isso. A partir dessa, aqueles que não sabiam pronunciar Rates e confundia com outro nome parecido, vai ter que pensar duas vezes antes de pronunciar a palavra. Com Papa e padre a gente não brinca. São servos de Deus.
Carmem disse…
Quanta história que a gente não conhecia. Obrigado Pe. André.
Rosário disse…
Aqui.Parabéns a este grupo de gente que sai catando informações. Brigadão. Brigadão mesmo, minha querida igreja.
Júlio disse…
Que Papa com cabeça diferente!!!! Tinha um parente meu que vivia cantando a música Via Cristo Rei. Lá nas distantes terras mineiras.
Benedito disse…
Peço sua benção. Abençoe o trabalho que está sendo realizado pela igreja de Carmo da Cachoeira. Papa tem poder.
leonor disse…
"Construtor de uma nova ordem social", Cristo vivo.Achille Ratti.
thyago disse…
eu so decedente do papa pio XI

eu so da msm familia e levo osobrenome ratti cmg

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.

A Família Campos no Sul de Minas Gerais.

Palanques e trincheiras na defesa dos quilombos.