Pular para o conteúdo principal

A Família Campos no Sul de Minas Gerais.

Pedro Romeiro de Campos é o ancestral da família Campos do Sul de Minas, especialmente de Três Pontas. Não consegui estabelecer ligação com os Campos de Pitangui, descendentes de Joaquina do Pompéu.

Pedro Romeiro de Campos foi Sesmeiro nas Cabeceiras do Córrego Quebra - Canoas¹. Residia em Barra Longa e casou-se com Luiza de Souza Castro² que era bisneta de Salvador Fernandes Furtado de Mendonça.

Filhos do casal:

- Ana Pulqueria da Siqueira casado com José Dias de Souza;
- Cônego Francisco da Silva Campos, ordenado em São Paulo , a 18.12.1778, foi um catequizador dos índios da Zona da Mata;
- Pe. José da Silva Campos, batatizado em Barra Longa a 04.09.1759;
- João Romeiro Furtado de Mendonça;
- Joaquim da Silva Campos, Cirurgião-Mor casado com Rosa Maria de Jesus, filha de Francisco Gonçalves Landim e Paula dos Anjos

Filhos, segundo informações de familiares:

-Ana Rosa Silveria de Jesus e Campos, primeira esposa de Antônio José Rabelo Silva Pereira, este nascido em Lagoa Dourada³;
- Joaquim da Silva Campos;
- Pe. Manoel da Silva Campos, ordenado em Sé vaga (não obtive a data). Vigário colado em S. Gonçalo da Campanha (S. G. Sapucai ),de 1831 a 1836 (informações da paróquia daquela cidade);
- Luiza da Silva Campos, residente o Rio de Janeiro (inf. não confirmadas)
- Francisco da Silva Campos. residente em Pitangui (inf. não confirmadas)

- Luiza Maria da Assunção ...( inventário de Jerônimo de Andrade Brito Lavras, 11 de Agosto de 1820. Assino a rogo de Dona ROSA MARIA DE JESUS mãe da sobredita órfã LUIZA. O Vigário MANOEL DA PIEDADE VALONGO DE LACERDA (a órfã era filha do Cirurgião Mór JOAQUIM DA SILVA CAMPOS).
- Luiz da Silva Campos, batizado em 1802 foi casado com Rita Antônia de Azevedo. Falecido em 23.07.1893, na cidade de Três Pontas. Inventário do casal em 1893 (pacote n.38). Filhos que deixaram:
José Luiz da Silva Campos casado com Mariana Hermelinda Soares

Francisco da Silva Campos Sobrinho casado com Purcina Vieira Campos.

Deixaram vários filhos, dentre eles Antônio Vieira Campos cc. Maria da Gloria Mendonça, filha do Dr. Manoel Ignácio Carvalho de Mendonça (Pai), deixaram os filhos:
Antonieta Vieira Mendonça cc. Olímpio Magalhães, c/g.
Aristides Vieira de Mendonça cc. Purcina de Brito Mendonça, c/g
José Vieira de Mendonça cc Luzia Chaves de Mendonça, com vários filhos, dentre eles Antonio Aureliano Chaves de Mendonça, ex vice presidente da república (depende de pesquisas).
Francisco Custório Vieira Campos cc Ana Paulina dos Reis (ancestrais dos Reis Campos de C.Cachoeira e bisavô do Godofredo –Godó)

Anna Felizarda de Campos, s/i.
Maria Bárbara de Campos cc Manoel da Piedade Rabello Campos (primos ),c/g.
Joana Umbelina de Campos cc. Antônio Tércio Rabello Campos (primos) ,c/g.
Felicidade Jesuína de Campos cc Francisco Ferreira de Castro, c/g. (*)
Emerenciana Antônia Aurélia de Campos cc Manoel Luiz Ferreira do Prado, c/g (residentes em Paraguaçú MG).
Benjamin da Silva Campos cc Anna Rosa Bueno de Campos filha de Anna Jacintha (ou Anna Clara) Bueno de Jesus, casada em 2as. núpcias com Antônio José Rabello Silva Pereira, n. em Lagoa Dourada, esta filha de Leandro Xavier Bueno e Ana Vitória de Toledo(Ver “Buenos”, pg..205, Bn.50, AGB Volume VI). Deixaram 13 filhos:
Amélia da Silva Campos cc João Ferreira de Castro (primos),c/g.
Maria Amélia de Campos Mendonça cc João Alfredo Carvalho de Mendonça, s/g.
Ananias da Silva Campos cc Elisa Augusta de Mendonça, c/g.
Laura Bueno de Campos cc Antônio Targino de Carvalho, c/g .(Ver livro: As Três Ilhôas).
Azarias da Silva Campos cc Guilhermina Botrel Campos, c/g (las. nup ) Balbina Reis Campos (primos), c/g (2as. nup,) Theodósia Carvalho Campos (3as.nup.), s/g. (Ver gen. José Américo Junqueira de Mattos)
Mizael da Silva Campos cc Elisa Esmeraldina de Mesquita ou Brito (2as.nup. desta ), c/g
Benjamin da Silva Campos (filho) cc Elisa Augusta de Campos (primos), c/g.
Job da Silva Campos cc Anna Ferreira Brandão ( 1as.nup.) c/g. Em 2as. nup. cc Rosalina de Lima Porto, c/g ( Rio de Janeiro) (**)
(sôbre o primeiro casamento relação, em separado).
Rita Antônia de Campos cc João Batista Peret s/i
Anna Felizarda de Campos cc Pedro de Pádua Duca (primos), c/g (Campestre)
Antônio Luiz de Azevedo Campos (Nhotó) cc Augusta Amélia de Campos(primos), c/g

Amador Bueno de Campos cc Hipólita Pereira de Campos, c/g.

(**) Avô do Paulo costa Campos.

1. 29.10.1756, Cód. SC.112, pág.122 v. APM
2. + 20.12.1803
3. ( + em Três Pontas).(os Rabelo ou Rabello)

Comentários

Anônimo disse…
Gratidão, sr. Paulo. A página de amanhã tratá a casa onde os "Reis Campos" ou "Campos Reis" se instalaram ao vierem para Carmo da Cachoeira.
Anônimo disse…
Uau, essa gente está ligada ao ex-presidente da República Aurelian Chaves de Mendonça!!!!!
Anônimo disse…
Tem muitos deles aqui, ainda hoje. São muito ligados a cidade.
Anônimo disse…
A família tem política no sangue.
Anônimo disse…
Três Pontas exportou gente que se fixou, hen?
Anônimo disse…
Uma pergunta ao T. S. Bovaris:
Este blog foi divulgado nas escolas? Um amigo que realizou uma pesquisa profunda no Sul de Minas mme informou deste blog. Hoje ao entrar, e votar uma surpresa: As escolas não estão participando do processo, pelo menos em termos de registrar sua participação. Interessante. Muito interessante. Vou acompanhar.
Anônimo disse…
Oi, estudantes universitários da Unicamp e de outras universidades que tem acompanhado este blog. Os cartazes estão afixados nas Escolas Particulares, Municipais e Estaduais da cidade de Carmo da Cachoeira - MG. A cidade os aguarda de braços abertos para vir conferir in loco. Gratos pela participação.
Anônimo disse…
Parabéns Paulo. Vi você na Net. Trabalhando sempre, amigão?
Anônimo disse…
Ai, Paulo. Grande amigo e parceiro em pesquisas. Só nos conhecemos pela troca de correspondência eletrônica. Se você é valorizado aí é porque é bom. O pessoal costuma achar que santo de casa não faz milagres, não é?
es. da Unicamp

A divulgação de nosso blog é feito por voluntários, como você. Por favor ajudenos a divulgar a cultura carmense e sul-mineira. Se precisar de material por favor solicite. Agradeço a oportunidade que me foi dada para esclarecer outros que como ti tiveram alguma dúvida a respeito:
http://carmodacachoeira.blogspot.com/2008/03/precisamos-de-voc.html
sulapiesan disse…
Nossa árvore genealógica tem muito em comum e seu blog de serviu de fonte de consulta. Parabéns e obrigada.
Sula Piesan,

Se o artigo lhe foi útil a graça vei de nosso mais querido colaborador, o historiador trespontano Paulo Costa Campos. Obrigado pelo seu gentil comentário.
marcos disse…
O Luiz da Silva Campos era Vacinador na Cidade de Tês Pontas,por volta de 1865.
Unknown disse…
eu não entendi, Luiza Maria da Assunção é filha de quem ???
Prezados senhor William,

O genealogista Paulo Costa Campos costacamps@tpnet.psi.br poderá lhe responder melhor, visto que além de ser o estudioso que nos passou a informação é também membro dessa família.
Mystlink disse…
Olá!!
Desculpe minha "leiguisse"
Mas tenho uma dúvida: Que livro seria esse: “Buenos”, pg..205, Bn.50, AGB Volume VI ?

Grato!
Juliano
Mystlink mando-lhe um link com as informações do livro que você solicitou https://pt.wikipedia.org/wiki/Genealogia_Paulistana - lembrando que apesar de ser bastante completa essa obra, muitos fatos novos vieram a tona para completar os dados.
Mystlink disse…
Rícard, muito obrigado! Mais uma coisa, sou tetraneto do Antônio Targino de Carvalho... Você sabe como conseguiria esse livros as três ilhoas para ver essa minha descendência? Ou onde conseguiria procurar? Grato!
Lamento, só garimpando nos sebos ou procurando os autores e familiares.
Isabel Camaro disse…
Sou descendente dessa família, teria um dado para passar, se quiser, pode me mandar como contatá-lo ou me.contatar email: lourdes.amaro@hotmail.com
Isabel Camaro disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Isabel Camaro disse…
Este comentário foi removido pelo autor.

Postagens mais visitadas deste blog

Tabela Cronológica 10 - Carmo da Cachoeira

Tabela 10 - de 1800 até o Reino Unido - 1815 - Elevação do Brasil a Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves - 1815 ü 30/Jan – capitão Manuel de Jesus Pereira foi nomeado comandante da Cia. de Ordenanças da ermida de Campo Lindo; e ü instalada a vila de Jacuí . 1816 1816-1826 – Reinado de Dom João VI – após a Independência em 1822, D. João VI assumiu a qualidade e dignidade de imperador titular do Brasil de jure , abdicando simultaneamente dessa coroa para seu filho Dom Pedro I . ü Miguel Antônio Rates disse que pretendia se mudar para a paragem do Mandu . 1817 17/Dez – Antônio Dias de Gouveia deixou viúva Ana Teresa de Jesus . A família foi convocada por peritos para a divisão dos bens, feita e assinada na paragem da Ponte Falsa . 1818 ü Fazendeiros sul-mineiros requereram a licença para implementação da “ Estrada do Picu ”, atravessando a serra da Mantiqueira e encontrando-se com a que vinha da Província de São Paulo pelo vale do Paraíba em direção ao Rio de Janeiro, na alt

As três ilhoas de José Guimarães

Fazenda do Paraíso de Francisco Garcia de Figueiredo Francisco Garcia de Figueiredo é citado como um dos condôminos / herdeiros da tradicional família formada por Manuel Gonçalves Corrêa (o Burgão) e Maria Nunes. Linhagistas conspícuos, como Ary Florenzano, Mons. José Patrocínio Lefort, José Guimarães, Amélio Garcia de Miranda afirmam que as Famílias Figueiredo, Vilela, Andrade Reis, Junqueira existentes nesta região tem a sua ascendência mais remota neste casal, naturais da Freguesia de Nossa Senhora das Angústias, Vila de Horta, Ilha do Fayal, Arquipélago dos Açores, Bispado de Angra. Deixaram três filhos que, para o Brasil, por volta de 1723, imigraram. Eram as três célebres ILHOAS. Júlia Maria da Caridade era uma delas, nascida em 8.2.1707 e que foi casada com Diogo Garcia. Diogo Garcia deixou solene testamento assinado em 23.3.1762. Diz ele, entre tantas outras ordenações: E para darem empreendimento a tudo aqui declarado, torno a pedir a minha mulher Julia Maria da Caridade e mai

A família do Pe. Manoel Francisco Maciel em Minas.

A jude-nos a contar a história de Carmo da Cachoeira. Aproveite o espaço " comentários " para relatar algo sobre esta foto, histórias, fatos e curiosidades. Assim como casos, fatos e dados históricos referentes a nossa cidade e região. Próxima imagem: Sete de Setembro em Carmo da Cachoeira em 1977. Imagem anterior: Uma antiga família de Carmo da Cachoeira.

Um poema à Imaculada Conceição Aparecida.

Por esse dogma que tanto te enaltece, Por tua Santa e Imaculada Conceição, Nós te louvamos, ó Maria, nesta prece, Mulher bendita, as nações te chamarão! Salve, Rainha, ó Mãe da Misericórdia! Nossa esperança, nosso alento e vigor, A nossa Pátria, vem, liberta da discórdia, Da ignomínia, da injustiça e desamor! Tu família, aqui, hoje reunida, Encontra forças no seu lento caminhar. A ti recorre, Virgem Santa Aparecida, Nosso caminho vem, ó Mãe, iluminar! Somente tu foste escolhida e preparada Por Deus, o Pai, que com carinho te ornou, Para fazer do Filho Seu, digna morada! Pelo teu sim, a humanidade se salvou. Novo Milênio, com Maria festejamos, Agradecendo tantas graças ao Senhor. Com passos firmes, nova etapa iniciamos, Com muita fé, muita esperança e muito amor. Trecho da obra: Encontros e desencontros de Maria Antonietta de Rezende Projeto Partilha - Leonor Rizzi Próximo Texto: A túnica Inconsútil, um poema de fé. Texto Anterior: A prece da poeta e professora Maria Antonie

Foto de família: os Vilela de Carmo da Cachoeira-MG.

A jude-nos a contar a história de Carmo da Cachoeira. Aproveite o espaço " comentários " para relatar algo sobre esta foto, histórias, fatos e curiosidades. Assim como casos, fatos e dados históricos referentes a nossa cidade e região. E sta foto foi nos enviada p or Rogério Vilela. Da esquerda para a direita: Custódio Vilela Palmeira, Ercília Dias de Oliveira, Fernando de Oliviera Vilela, Adozina Costa (Dozica), Jafoino de Azevedo e José de Oliveira Vilela (Zé Custódio). Imagem anterior: Sinopse Estatística de Carmo da Cachoeira - 1948

A família Faria no Sul de Minas Gerais.

Trecho da obra de Otávio J. Alvarenga : - TERRA DOS COQUEIROS (Reminiscências) - A família Faria tem aqui raiz mais afastada na pessoa do capitão Bento de Faria Neves , o velho. Era natural da Freguesia de São Miguel, termo de Bastos, do Arcebispado de Braga (Portugal). Filho de Antônio de Faria e de Maria da Mota. Casou-se com Ana Maria de Oliveira que era natural de São João del-Rei, e filha de Antônio Rodrigues do Prado e de Francisca Cordeiro de Lima. Levou esse casal à pia batismal, em Lavras , os seguintes filhos: - Maria Theresa de Faria, casada com José Ferreira de Brito; - Francisco José de Faria, a 21-9-1765; - Ana Jacinta de Faria, casada com Francisco Afonso da Rosa; - João de Faria, a 24-8-1767; - Amaro de Faria, a 24-6-1771; - Bento de Faria de Neves Júnior, a 27-3-1769; - Thereza Maria, casada com Francisco Pereira da Silva; e - Brígida, a 8-4-1776 (ou Brizida de Faria) (ou Brizida Angélica) , casada com Simão Martins Ferreira. B ento de Faria Neves Júnior , casou-se

Antiga foto da cidade de Carmo da Cachoeira.

A jude-nos a contar a história de Carmo da Cachoeira. Aproveite o espaço " comentários " para relatar algo sobre esta foto, histórias, fatos e curiosidades. Assim como casos, fatos e dados históricos referentes a nossa cidade e região. Foto: Paulo Naves dos Reis Próxima imagem: Imagem da mata da fazenda Caxambu em Minas. Imagem anterior: Um pouco sobre a região do distrito de Palmital.

Eis o amor caridade, eis a Irmã Míriam Kolling.

À Irmã Míria T. Kolling: Não esqueçam o amor Eis o amor caridade , dom da eternidade Que na entrega da vida, na paz repartida se faz comunhão ! Deus é tudo em meu nada: sede e fome de amar! Por Jesus e Maria, Mãe Imaculada todo mundo a salvar! " Não esqueçam o amor ", Dom maior, muito além dos limites humanos do ser, Deus em nós, entrega total! Não se nasce sem dor, por amor assumida: Nada resta ao final do caminho da vida a não ser o amor . Próximo artigo: Até breve, Maria Leopoldina Fiorentini. Artigo anterior: Os Juqueiras, Evando Pazini e a fazenda da Lage