Padre José Procópio Júnior em Carmo da Cachoeira

Imagem
Paróquia Nossa Senhora do Carmo sob nova guiança Editorial Sai Pe. Daniel Menezes, e assume como administrador paroquial da acolhedora cidade de Carmo da Cachoeira, em fevereiro de 2019, o Pe. José  Procópio Júnior. "Não cabe à pedra escolher o lugar que deve ocupar no edifício. Assim também não cabe à nós criaturas ditar ao Criador o que deve acontecer em nossa vida, pois Deus é quem sabe e dispõe com sabedoria própria." − Dom Servílio Conti, IMC Como página que observa os acontecimentos neste pedaço de chão mineiro, limitado por montanhas e que, segundo o cachoeirense Padre Godinho, “todas são azuis”, registramos o remanejamento ocorrido entre padres ligados a Diocese da Campanha no ano de 2019. Entre as mudanças encontra-se a Paróquia Nossa Senhora do Carmo/Carmo da Cachoeira – MG. Sai nosso querido Padre Daniel Menezes. Por ele continuamos a rezar e o devolvemos, entre lágrimas e a esperança de um dia tê-lo entre nós. Somos eternamente gratos e devedores. Entr

Padroeira do Brasil na Congada de Oliveira.

A Congada, cujo grupo apresenta-se trajado com vestes azuis é do Grupo do Município de Oliveira, Minas Gerais. Mestre Dae, da Congada de São Benedito do município mineiro de Carmo da Cachoeira, também particiopu do evento ocorrido na Igreja e na Praça do Carmo, onde houve o encontro das duas Bandeiras: Nossa Senhora Aparecida (Oliveira) e São Benedito (Carmo da Cachoeira, com Mestre Daé).

Grupo de Congada de Oliveira, Minas Gerais em visita a Carmo da Cachoeira.
Foto: Maria do Carmo - Arte: TS Bovaris

Próxima imagem: Janela oitocentista sul-mineira da fz. da Serra.
Imagem anterior: O ipê e o Santuário em Carmo da Cachoeira.

Comentários

projeto partilha disse…
Manoel Antonio Rates/Rattes/Raty/Rath/Ratys/Ratis foi casado com Maria da Costa Morais. Viveram na Cachoeira dos Rates, junto ao Ribeirão do Carmo/Capitinga/Capetinga, nas décadas finais século XVIII. Como funcionava a sociedade em que estava inserida a família do primeiro morador da CACHOEIRA DOS RATES, no Sul de Minas Gerais. Veja trabalho de Marilda Santana da Silva. As mulheres no Tribunal Eclesiástico do Bispado de Mariana (1748-1830). Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas - IFCH. Departamento de História. Pós-Graduação - História Social do Trabalho. Orientadora - Prof. Dra. Leila Mezan Algranti.
Aproveite para ver o mapa inserido no referido trabalho: Mapa de parte da Província de Minas Gerais com localização das Câmaras Eclesiásticas. Fonte: Bethell, Leslie, 1988. Colonial Brazil, p.193.
- Veja também a Figura 5, p.69: Mapa de parte da Capitania das Minas Gerais com posicionamento das localidades que receberam MANDADO DE COMISSÃO, com Vilas; Freguesias e Povoações; Fazendas e Caminhos. Fonte: Eschwege, W. L. Von. 1833. Viagem pitoresca ao Brasil. Vol.I, p.34. Tradução de Domício de Figueiredo Murta. Coleção Reconquista do Brasil. Livraria Itatiaia Ed. Ltda.

Postagens mais visitadas deste blog

Tabela Cronológica 10 - Carmo da Cachoeira

As três ilhôas de José Guimarães.

A família do Pe. Manoel Francisco Maciel em Minas.