Continue a Caminhada.

Há uma despropositada campanha, em quase todos os veículos de comunicação, explorando as emoções, o erotismo, dramatizações de baixo nível e repetição, até à exaustão, de frases e conceitos padronizados, visando à imbelização das mentes e à automatização das atitudes das pessoas.

Isto acontece pela inoculação em grupos sociais e religiosos da idéia de que são "escolhidos", estão acima do resto da humanidade.

Então, podem usufruir de todos os privilégios e explorar, humilhar e até matar os excluídos. Houve época em que se afirmava que os índios e escravos não tinham alma, eram diferentes das pessoas que se sentiam como "escolhidas".

Daí não haver o menor prurido ético em esconder informações e conhecimento e utilizar os meios de comunicação como uma maneira de manter a maior parte da população, a dos "não escolhidos", distraída, alienada e dócil.

Daí não haver o menor escrúpulo em usar bombas com urânio radioativo que, além de causar a destruição pela explosão, ficarão dezenas de anos irradiando, matando e desenvolvendo câncer em seres vivos.

É a transformação do conjunto da população em gado, oferecendo uma história de vida igual à do boi: nascer, comer, crescer para servir e morrer quando o dono quiser.

Mas se você, a partir da semente da dúvida, desenvolver o seu senso crítico e construir uma mente humanista, poderá caminhar alegre e consciente pela vida, estimulando a conjunção e a simbiose, na busca de um todo melhor que cada uma das partes.

Embora, às vezes, sinta-se sozinho, continue a caminhada.

Assim, acabará sendo o portador da tocha num caminho escuro. Clareá-lo-à e outros o seguirão e, assim, chegaremos todos ao destino de construir o mundo como um lugar bom para todos viverem, neste século XXI.

Contatos com o autor pelos endereços eletrônicos:
rui.sol@bol.com.br
rui.sol@ambr.com.br

Próximo texto: O desalento é um veneno.
Texto anterior: Palavras que comunicam.

Comentários

rui nogueira disse…
PLANTE SEMENTES BOAS

Na terra, cada vida humana deve ser uma alma semeadora, plantando sementes boas de otimismo, alegria, paz, em conjunção com os parceiros de sua comunidade.
Lance as sementes ao solo, elas crescerão e irão gerar as plantas de sua aptidão, de feijão surgirá, feijão, de milho, virão as pipocas. É a equidade agindo na natureza, cada um segundo suas potencialidades. Ainda bem que existe esta maravilhosa diversidade. Temos um todo muito melhor que cada parte sozinha.
Defenda as sementes naturais.
Preste atenção na diversidade dos grãos que podemos usar na nossa alimentação.
Não permita que s interesses econômicos concentrem a produção de grãos em poucos tipos de sementes, pois ficaremos mais vulneráveis aos imprevistos.
A diversificação nos torna menos suscetíveis à fome, à escassez decorrente das intempéries.
Lembre-se que tudo que usamos, inclusive os alimentos, procede da natureza.
A cadeira onde está sentado, feita com madeira; o prédio que o abriga, com areia, cascalho, ferro, cimento; os combustíveis, os plásticos, derivados do petróleo. Provalvelmente a biomassa será a origem para combustíveis renováveis e de todos os processos bioquímicos que substituirão a petroquímica. o petróleo tende a acabar. Esta é uma razão poderosa para valorizarmos a nossa natureza, aprendendo a utilizá-la, sem destruí-la. Este é um fator fundamental para impormos que a Amazônia por posse, direito e história é nossa.
Lembre-se que não somos um ser privilegiado, numa campânula isolada da natureza, nem um feroz dominador do ambiente natural.
Sejamos semeadores da harmonia e vigilantes para impedir a servidão, preservando e utilizando a natureza com racionalidade.


TUDO QUE USAMOS, INCLUSIVE OS ALIMENTOS PROCEDE DA NATUREZA.
O QUE REALMENTE É IMPORTANTE E TEM VALOR É A RIQUEZA NATURAL, NUNCA O PAPEL PINTADO (DINHEIRO).

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.

A Família Campos no Sul de Minas Gerais.