Correspondência recebida:


de: tricordiano

Com o intuito de ajudar, e já que li, que um antigo tabelionário teve conhecimentos que "de Tal" de Cachoeira, poderia querer dizer "de Rates" busquei em velhos papéis guardados dentro da antiga bíblia da família. São poucos dados, mas é o que tem anotado, entre tantos outros nomes.

-Em 13/05/1896, Mariana de Tal declara haver falecido seo pai Antônio José de Souza, viúvo, 90 anos;

- Thomazia de Tal, cazada e com 30 anos morre em 08/06/1896";

- este não é "de Tal", mas é Costa: "Antônio Bernardes da Costa, casado com Candida Maria de Jesuz, em Carmo da Cachoeira - MG;

- em 21/07/1895, Lauriana de Tal declarou haver falecido seu sogro, viúvo, de 70 anos, Mizael Antonio de Carvalho;

- em 10/8/1895, João Ceryno da Costa declara haver falecido Bernardo de Gouvêa, com 40 anos;

- Francisco José de Toledo em Carmo do Cachoeira em 13/06/1893;

- Adão de Tal, declarando que (...) sua mulher Joaquina de Tal, por volta do ano de 1893: "Joaquina de Tal faleceu viúva de 50 anos em 24/7/1896";

- Manoel Joaquim Viana foi casado com Balduina Alves Vieira;

- em 28/7/1896, José Francisco Gomes declara haver falecido Cassiana, filha de Pedro de Tal e de Maria de Tal;

- Manoel Jerônymo, casado com Messias de Tal, declara morte do filho João em 1896;

- em 16/9/1896 morre viuva Pophiria de Tal, o declarante foi Raphael Rodrigues;

- José Ramos da Costa é casado com Claudina Maria de Jesus;

- em 28/3/1897 Manoel Joaquim Vianna declara haver falecido Maria Luiza de Nazaret, mulher de Martins Pinheiro Rodrigues Vidal, com 50 anos;

- Antônio Avelino de Souza declarou ter falecido seu avô Joaquim Antônio Ferreira, viúvo com 90 anos em 31/03/1897;

- em 14/9/1896, Thomé Monteiro da Costa, declara ter falecido José Bento de Faria, de 18 meses, filho legítimo de Benedito Bento de Faria e de Carlota de Tal;

- Augusto Frederico Alves, em 9/6/1894 declara ter falecido dona Generoza América de Souza, com 58 anos;

- João Ceryno da Costa declara em 04/05/1893, em Carmo da Cachoeira - MG, ter falecido filho de Bernardino Baptista de Brito e Belmira Candida da Fonseca;

- Domingos d'Oveira Carvalho de Vilhena foi casado com Marianna Clara de Govêa;

- está escrito no papel uma data, que talvez corresponda a anotação do registro de um falecimento declarado por Domingos, que foi o de Eugenio Benedito da Silva, em 04/06/1893;

- Thomé Monteiro da Costa declara haver falecido João Cyrino da Costa, em 13/02/1900, filho natural de Anna Jacinta da Costa. João morreu solteiro, com 32 anos, natural deste districto. Era capataz;

- comunicou por escrito, o Alferez Joaquim Garcia da Fonseca, onde declarou haver fallecido José da Costa no dia 24/01/1900, filho com idade de 5 anos, de militão José da Costa e da fallecida Ritta Bernarda da Costa;

- havia em Cachoeira o sr. Jacob Marianno da Costa, que foi casado com Izabel Maria do Nascimento , em 11/02/1894 declarou a morte de uma filha;

- Dona Marianna da Costa foi casada com José Alves Pereira. Tem uma data anotada (?) mês 4 do ano de 1900;

- em 22/04/1896 compareceu Maria de Tal e declarou haver falecido Julião Marçal da Silva, de 96 anos, casado e natural de São João del Rei;

- Marianna de Tal em 13/05/1896 declara haver falecido seo pai Antônio José de Souza viúvo;

- em 1896 Thomé Monteiro da Costa declara ter falecido Victalina de tal, 35 anos;

- em 24/9/1896, faleceu com 59 anos Claudino Antônio Pereira, que foi casado com Jacintha Maria de Carvalho;

- Antônio José da Fonseca, casado com Bemvinda Baptista da Fonseca, declara que faleceu seu filho em 1900;

- Joaquim Ambrozio e Marianna de Tal, já falecidos em 1891;

- em 02/03/1896 faleceu em Carmo da Cachoeira Iria de Tal, solteira. Declarante, Cezar Milani;

- em 13/03/1900, Gabriel Antonio da Costa declara ter falecido Estevão Antonio da Costa marido de Victória Mathildes, com 22 anos;

- o mesmo Gabriel declara ter falecido Genoveva, filha de Manoel Antonio da Costa e de Emylia de Tal, solt. Assina arrogo Nicolao Soares Rodrigues;

- faleceu Jezuino de Tal, com 60 anos, foi declarado por Gil Barros;

- Thomé Monteiro da Costa declara ter falecido seu mano Ildefonso Monteiro de Azevêdo, casado com 50 anos;

- Anna Ludmila de Jesuz foi casada com Manoel Florencio dos Santos (não sei se o ano é 1900 porque está muito apagado);

- e tem este último papel onde José Baptista de Santa Anna assina arrogo;

- Galdino, casado com Silvéria de Tal;

- Sabino Nogueira de Castro declara (...) Joaquim, filho de José Henriques e Francisca Carolina de Jesus; e

- em 1901 há anotação de que Joaquim Simas (?) era casado com Thereza de Tal.

Acho que essa pessoa queria ser escritor e não conseguiu. Tirei um o peso da minha cabeça, lançando este material na internet. Ufa, ufa. Obrigado TS Bovaris por abri o espaço e me aliviar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.