Genuína arte em Carmo da Cachoeira, MG.

Qual não foi minha surpresa em uma ida na Comunidade no Palmital do Cervo, para documentar e fiscalizar uma obra de calçamento, encontrei uma Maquete em um terreno baldio do distrito. Feito por crianças da comunidade - as quais infelizmente não estavam no local - não me contive e fotografei aquela "obra de arte".

Fiquei impressionado com os detalhes - pontes, mata burros, os caminhos de terra e de cascalho, os telhados simétricos dos galpões, as cercas bem dimensionadas em altura e extensão ! E para completar, cada lavoura em seu talhão, de mato, de café e de milho, muito bem definidas. Pode ser o despertar de uma vocação - sem dúvida um talento.

Deus nos dotou de talentos, temos a obrigação de usá-los e ajudar o próximo a desenvolver seu talento; pois o incentivo ao talento do próximo é a receita de uma comunidade mais justa, mais feliz, com harmonia e amor !

Paz e bem - saudações !

Foto e Matéria: Júnior Caldeira - Arte: TS Bovaris

Próxima imagem: Fazenda do Leme em Carmo da Cachoeira.
Imagem anterior: Fazenda da Boa Esperança em Minas Gerais.

Comentários

projeto partilha disse…
Júnior Caldeira. Nossa alegria é imensurável diante desta belíssima partilha. Ela demonstra a sensibilidade do retratista Júnior Caldeira. É reveladora do que, naquele momento, foi seu principal foco de atenção - vislumbrar uma obra de arte e criatividade. Não só visualizar, mas dividir o bom momento com todos nós. O ato demonstrou sua preocupação e envolvimento com assuntos de nossa terra, de nossa gente. Nesta tomada, um exemplo de o quanto a educação informal caminha. Mostra mais, mostra o quanto mãos entrelaçadas reconstruem um mundo melhor e harmônico. O grupo revelou harmonia e, sem educadores por perto, a galera conseguiu manifestar à sua maneira o conhecimento que rola no interior de seus pequeninos seres. Neste ponto, e diante da imagem do dia de hoje, educadores poderão refletir: qual é o papel da educação nos dias de hoje?
Júnior Caldeira, obrigado por você existir e, principalmente, por estar entre nós. Luz. Paz.
projeto partilha disse…
CRIATIVIDADE NO DISTRITO DO PALMITAL DO CERVO, MUNICÍPIO DE CARMO DA CACHOEIRA, Minas Gerais.

A história da Pedagogia demonstra que vários educadores do passado já se preocupavam com o aspecto motivacional do ensino, preconizando uma educação de acordo com as necessidades e interesses infantis, e que também reconheciam o valor formativo do jogo. Brincar é uma atividade natural do ser humano. Ao brincar, a acriança fica tão envolvida com o que está fazendo, que coloca na ação seu sentimento e emoção. A atividade artística, é o elo integrador entre os diferentes aspectos do ser humano. Brincando a criança ordena o mundo à sua volta, assimilando experiências e informações e, sobretudo, incorporando atividades e valores. Portanto, é através do ato de brincar que ela reproduz e recria o meio circulante e, supõe-se, em geral, relações interpessoais.
Engrandece-nos o legado que estes seres anônimos nos deixaram. Eles são os construtores do novo mundo, o lugar bom para todos viverem. Luz.
projeto partilha disse…
Há que se ter a consciência de que não se ganham todas. O Projeto Partilha perdeu essa: A visita dos pesquisadores de suas origens familiar, casal KLAUS (Claus). O casal esteve em Carmo da Cachoeira, sul de Minas Gerais, Brasil, neste final do mês de julho. Visitou a Igreja Matriz, percorreu as casas de antigos moradores da Pça Nossa Senhora do Carmo, visitou o Cartório de Registro Civil da cidade. Procedentes do Espírito Santo, buscam seus ancestrais, moradores que foram da FAZENDA DO LEME. A busca que fazem refere-se aos anos finais do século XIX. Não tivemos conhecimento, por falta de contato com o casal, de maiores detalhes sobre a busca por ele engendrada. Colocamo-nos a disposição para maiores informações, caso se confirme a presença de seus ancestrais por este território da CACHOEIRA DOS RATES.

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.

A Família Campos no Sul de Minas Gerais.