Criança em traje em Carmo da Cachoeira.

Ajude-nos a contar a história de Carmo da Cachoeira. Aproveite o espaço "comentários" para relatar algo sobre esta foto, histórias, fatos e curiosidades. Assim como casos, fatos e dados históricos referentes a nossa cidade e região.

Grupo de Congada de Oliveira, Minas Gerais em visita a Carmo da Cachoeira.
Foto: Maria do Carmo - Arte: TS Bovaris

Próxima imagem: Solidariedade em terras de São Pedro de Rattes.
Imagem anterior: Fazenda do Leme em Carmo da Cachoeira.

Comentários

projeto partilha disse…
O Sétimo Anuário Eclesiástico de 1945, p.24 informa que o Vigário da Vara de Guaratinguetá que, das cinco igrejas que encontrou no sul de Minas, no ano de 1747, Carrancas foi a que mais se desenvolveu. Em seu território, vastíssimo, muitas capelas e ermidas vieram atestar, no correr dos tempos, a grande jurisdição do pároco de Nossa Senhora da Conceição das Carrancas. Nos registros paroquiais aparecem, como desdobramentos de Carrancas e Lavras:
1732 - Nossa Senhora da Conceição do Rio Grande
1737 - Nossa Senhora do Rosário da Cachoeira do Rio Grande
1748 - Nossa Senhora da Piedade do Rio Grande abaixo
1749 - S. Miguel do Cajurú
1751 - Sant´Ana das Lavras do Funil
1752 - Nossa Senhora da Conceição do Pôrto Real do Rio Grande
1755 - Nossa Senhora da Conceição do Saco
1757 - Santo Antônio do Curralinho
1763 - Santo Antonio do Rio Verde
1767 - Divino Espírito Santo das Pitangueiras
1768 - Senhor Bom Jesus do Matozinhos (depois: dos Aflitos) do Sapucaí, prov. de 23 de agosto
1768 - Nossa Senhora da Ajuda das Três Pontas, prov.de 5 de out. (cont)
projeto partilha disse…
(continuação coment. anterior):
1770 - S. Tomé das Letras, prov. de 23 de março
1770 - São Bernardo do Macaia
1770 - Senhor Bom Jesus dos Perdões da Mata, prov. de 3 de agosto
1771 - Sant´Ana do Campo Belo
1772 - Nossa Senhora do Monte do Carmo do Jaguara
1772 - Santo Inácio

1772 - Santo Antônio do Jaguara
1776 - São João Nepomuceno dos Perdões (depois: das Lavras)
1782 - SÃO BENTO DO CAMPO BELO
1784 - Nossa Senhora das Dores do Pantano
1785 - Nossa Senhora das Dôres do Paraíso
1791 - Santa Teresa
1792 - Divino Espírito Santo do Sertão (depois: do Sapé)
1793 - Bom Jesus do Campo Belo
1795 - Divino Espírito Santo das Catanduvas
1796 - Santo Antônio da Ponte Nova
1798 - Nossa Senhora o Carmo de Luminárias
1801 - Nossa Senhora do Rosário de Capivari
1803 - SÃO DOMINGOS DA BARRA
1804 - São Francisco
1805 - NOSSA SENHORA DO CARMO DO MARANHÃO.
projeto partilha disse…
O REGISTRO GERAL DO RIO GRANDE foi oficializado desde 1714, segundo o que consta p.805 do ano de 1901. Arquivo Público Mineiro, porém com pequeno movimento. Foi seu provedor, até 1733, Tomás Vás de Lima, nat. de Ponte de Lima.
projeto partilha disse…
Padre Flávio Antônio de Morais Salgado. Dados obtidos do Almanaque Sul Mineiro. Ano de 1874, p.70:"O Pe. Flávio Antônio de Morais Salgado, cujo corpo foi sepultado na Igreja Matriz desta cidade (Campanha) a 4 de agosto de 1849 (...) o padre Flávio não podendo mais viver em uma terra que lhe oferecia amargas recordações, disse a Lavras um adeus que sua vida futura tornou para ele eterno, e veio residir em Campanha. Principiou a desprezar o mundo como falso prometedor, e a dedicar sua existência ao serviço de Deus e dos homens. A fama de suas virtudes e de sua inteligência transpôs as montanhas desta terra (Campanha), sendo ele proposto para dirigir uma Diocese; e esta honra bem mereceu o vigário da vara Flávio Antonio de Morais Salgado, que baixou à terra chorado por uma população inteira."
projeto partilha disse…
Transcrição de documento por Edriana Nolasco a pedido do Projeto Partilha. Tipo de Documento - Sesmaria. Ano - 1797 Caixa - 07. Sesmeiro - Joaquim José dos Reis. Local - São João del Rei. Fls. 01
AUTO DE MEDIÇÃO DE UMA SESMARIA DE MEIA LÉGUA. Data - 11 de outubro de 1797. Local - Fazenda do Bom Sucesso da Freguesia de Santana das Lavras do Funil. Termo da Vila de São João del Rei Minas e Comarca do Rio das Mortes em casas de morada do sesmeiro Joaquim José dos Reis.
Fls. 03 - CARTA DE SESMARIA
(...) por sua Petição Joaquim José dos Reis morador na Freguesia das Lavras do Funil. Termo da Vila de São João. Comarca do Rio das Mortes na Paragem do Bom Sucesso da mesma Freguesia e Termo se acham terras devolutas compostas de campo e matos as quais confrontam com terras dos HERDEIROS DE MANOEL ANTONIO RATES por outro lado com a sesmaria da BOA VISTA e COURO DO CERVO (Servo) e pelos mais com terras de JOSÉ JUSTINIANO DOS REIS (...) continua

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.