Genealogia dos Buenos de Três Corações.

Os descendentes de Lenadro Xavier Bueno e Ana Vitória de Toledo
Pesquisa de Paulo Costa Campos, dos descendentes de Amador Bueno da Ribeira.

O Aclamado¹

Ana Jacinta Clara Bueno de Jesus² , filha de Leandro Xavier Bueno³ e de Ana Vitória de Toledo casada em primeiras núpcias com Joaquim Soares de Oliveira, com sucessão. Casada em segundas núpcias com Antônio José Rabelo Silva Pereira, filho de Bento José Rabelo (Rebelo) e de Rosa do Sacramento, viúvo de Ana Rosa Silvéria de Jesus e Campos.

Filhos do primeiro casamento:
I - Francelina Soares Bueno casada com João Tomás de Oliveira, filho José Tomás de Oliveira, Filho: Antônio Tomás de Oliveira Bueno e outros; e
II - Florêncio Soares Bueno casado com Lina Blandina de São José, filha de Antônio Ferreira de Brito e Isabel Fortunata Candido de Assis.
Filhos:
1 - Antônio Soares Bueno, nascido em Campos Gerais em 1857;
2 - José Caetano Soares, bat. a 24.06.1854;
3 - Augusto Soares Bueno casado com Maria das Dores Blandina de São José, em Campos Gerais; e
4 - Maria Umbelina Soares casada com João Batista Ferreira de Brito, filho de José Bento Ferreira de Brito e Ana Isabel Lima.

Filha do segundo casamento:
III - Ana Rosa Bueno de Campos casada com Benjamin da Silva Campos, filho de Luiz da Silva Campos e Rita Antônia de Azevedo.
Filhos do casal, de acordo com o livro de assentos de Benjamin:
1 - Amélia da Silva Campos, nascida em 28.11.1857 e casada com João Ferreira de Castro (primos), filho de Francisco Ferreira de Castro e Felicidade Jesuína de Campos, com sucessão;
2 - Maria Amélia de Campos Mendonça, nascida em 11.02.1859 casada com João Alfredo Carvalho de Mendonça, filho de Manoel Ignácio Carvalho de Mendonça (pai). Sem sucessão;
3 - Ananias da Silva Campos, nascido em 18.06.1860 e casado com Elisa Augusta de Mendonça, com sucessão.
4 - Laura Bueno de Campos, nascida em 18.04.1863 e casada com Antônio Targino de Carvalho, com sucessão descrita em “As Três Ilhôas”;
5 - Azarias da Silva Campos, nascido em 20.04.1865, casado com Guilhermina Botrel Campos, casado em segundas núpicas com Balbina dos Reis Campos, sua parenta, com sucessão; casado em terceira núpicias com Teodósia Carvalho Campos, sua sobrinha e filha de Laura Bueno de Campos. Com sucessão dos dois primeiros matrimônios;
6 - Benjamin da Silva Campos (filho), 02.01.1869, casado com Elisa Augusta de Campos, sua prima, com sucessão;
7 - major Job da Silva Campos,
nascido em 22.12.1870, foi casodo com Ana Ferreira Brandão; e em segundas núpicias com Rosalina Lima Porto, com sucessão. Falecido no Rio em 22 de julho de 1950;
8 - Maria, nasc. 03.10.1872, sem mais informações;
9 - Rita Antônia de Campos, nascida em 25.12.1874, casada com João Batista Amadée Peret nas primeira núpcias deste. Teve um filho, falecido na infância. Ela faleceu em 22.12.1892. O Sr. Peret casou-se em segundas núpcias com Ana Rita de Campos, prima da primeira;
10 - Ana Felizarda de Campos, nascida em 16.09.1876 casada com Pedro de Pádua Duca, seu parente.
11 - Antônio Luiz de Azevedo Campos (Nhotó), nascido em 08.03.1879, e casado com Augusta Amélia de Campos, sua parenta; e
12 - Amador Bueno de Campos, nascido em 22.11.1884 e casado com Hipólita Pereira.

Major Job da Silva Campos

Job da Silva Campos c1c Ana Ferreira Brandão, filha de Manoel José Ferreira Brandão e Maria Rodrigues Nogueira. Foi major fiscal do 61o Batalhão da Guarda Nacional, sediado em Caldas (MG). Vereador em Três Pontas. Coletor Estadual. Com a morte de sua esposa em 1919, casou-se pela segunda vez com Rosalina Lima Porto (depois Lima Campos).
Filhos do primeiro casamento:

I - Maria Brandão Campos (depois passou a assinar Maria Campos Costa) cc Altamiro Costa, filho de José Gonçalves da Costa, natural de Vila Nova de Famalicão (Portugal) e de Leocádia Cândida Becker. Filhos:
1 - Artur Campos Costa, sacerdote.
2 - Maria de Lourdes Costa, falecida solteira.
3 - Altamiro Costa Filho cc
4 - Zilá Costa Bustamante cc João Bosco Hespanha Bustamante, cs.
5 - Maria Auxiliadora Costa Ribeiro cc Francisco Elói Ribeiro Lima. Filhos:
Paulo César Ribeiro Lima casado, com geração
Ellen Ribeiro Lima cc Fernando Rabelo Piedade, Fº de Manoel de Oliveira Piedade e Alice Botrel Rabelo.com sucessão.


II - Benjamin Ferreira Campos, nasc.-25.09.1895, em Caldas (MG) e falec. em 17.11.1925, em Três Pontas cc Maria Costa Campos (irmã do anterior) ,nasc. 23.12.1897, em Três Pontas (MG), filha de José Gonçalves da Costa, natural de Vila Nova de Famalicão (Portugal) e de Leocádia Cândida Becker, nascida em Três Pontas (MG), em -------
Filhos do casal:
1 - Dom José Costa Campos, nasc. 23.08.1918 em Três Pontas (MG) e ,falec. 10.07.1997, em Varginha (MG); do casal: bispo foi bispo de Valença e bispo Emérito de Divinópolis (MG).
2 - Antônio Costa Campos, nasc. em 14.08.1921, em Três Pontas(MG) e falec. Em 06.03.1981
cc Maria da Gloria Moreira Campos, filhos:
1 - Luiz Regis Moreira Campos cc Maria Alicia de Andrade Cunha Campos. Filhos do casal:
Marina
Mariana
Antônio Augusto
2 - Paulo Roberto Moreira Campos cc Eleny Mello Figueiredo Campos. Filhos do casal:
Paula
Breno
3- Sandra Maria Moreira Campo Mendonça cc Glénio Rubens de Mendonça. Filhos do casal:
Eduardo
Patrícia
Suelen
4 - Flavio Lúcio Moreira Campos cc Marly Aparecida Gomes Campos. Filha do casal
Flavia
3 - Maria Nazareth Campos Diniz, nasc. em 02.01.1924, em Três Pontas MG cc Antônio Olavo Diniz, c/s. Fos do casal:
1 - Ana Maria Diniz Reis cc Marcelo Reis, residentes em Belo Horizonte. Filhos do casal:
Luciana Diniz Reis casada em BH
Alexandra Diniz Reis
2 - Paulo Sergio Diniz, divorciado (foi casado com Mariângela Botrel de Figueiredo) Filho do casal: Guilherme.
3 - Cláudio Eugênio Diniz, divorciado (foi casado com Maria de Fátima Botrel de Figueiredo, irmã da primeira).Filhos do casal:
Daniel
Valéria
4 - José Henrique Diniz cc Denise Brito (Santos?), residentes em Belo Horizonte. Filhos do casal:
Rodrigo
Luiz Felipe
Daniela
5- Ana Lúcia Campos Diniz Oliveira cc Wilson Oliveira. Filhos do casal:
Rafael
Humberto
6 - Luiz Antônio Campos Diniz cc Maria Ester Garcia. Filhos do casal:
Carolina
Renata
Frederico
4 - Paulo Costa Campos, nasc. em 17.02.1925, em Três Pontas (MG)cc Elza de Oliveira Reis Campos nasc. na Faz. do Triunfo, munc. de Três Pontas (MG), filha de Waldemar dos Reis Campos e Carmem de Oliveira Reis.
Filhos do Casal:
1- Paulo Ivan Campos, nasc.em Alfenas MG, em 10.11.1953 cc Paula Rejane Funchal Campos, nasc. 18.10.1962 em Três Pontas (MG). Filhos:
Felipe Funchal Campos, nasc. em B. Horizonte em 19.04 1985.
Cynthia Funchal Campos, nasc em Brasília em 20.02.1989.
Gabriel Funchal Campos, nasc.em Brasília em 23.04.1990.
2 - Wagner Reis da Costa Campos, nasc. em Alfenas (MG), em 24.08.1957 cc Janete Campos Lara ,nasc. em Belo Horizonte em 03.02.1961. Filhos:
Paulo Lara Costa Campos, nasc. em Belo Horizonte em 08.12.1989
Flávia Lara Costa Campos, nasc. em Belo Horizonte em 05.10.1993
3 - Rachel Reis da Costa Campos Zanardo cc Carlos Rodinei Zanardo. Filhos:
Andrezza Campos Zanardo, nasc. Em Três Pontas em 09.05.199l
Stéphanie Campos Zanardo, nasc. em Três Pontas em 30.12.1996
4 - Andréa Reis da costa Campos, nascida em Três Pontas em 24.12.1963, solteira.
5 -Daniel Reis da Costa Campos, nascido em 26.03.1966, em Três Pontas (MG) cc Lílian Pieve Fernandes, nascida em 15.10.1975, em Santo André (SP). Filho:
Donatto Pieve da Costa Campos, nasc. em 06.08.1999 em Belo Horizonte.

Artigo de Paulo Costa Campos

Próxima matéria: Bandeira de Gouvêa - Três Pontas-MG
Matéria Anterior: Os Campos

1. outubro /2002
2. em alguns documentos Ana Jacinta Bueno de Jesus
3. SL diz Leandro Bueno da Fonseca - 4-9 CD-GP
4. ver “Três Ilhôas” e ”Junqueiras” de Dr. José Américo

Comentários

leonor disse…
Linhagem paulista do Sr. Paulo Costa Campos. Profunda gratidão por mais esta participação. Ela será geradora de muita história. Foram homens que fizeram parte de um momento da colônia muito, muito difícil. A eles nosso reconhecimento e amor. Muitos, para atender o que "para que vieram", violavam suas próprias conscicências. Li certa vez: "Na Mantiqueira, penduravam suas consciências".
Figueiredo disse…
Ei, Paulo. Você é incorrigível. Não para nunca. Parabéns. TS Bovaris, obrigado pela sua mente aberta e integradora. O Paulo precisava ser visto pelo mundo. É capaz, sério, comprometido com a verdadeira história.
Tricordiano disse…
Olha aí que encontro. Parabéns Paulo, velho amigo dos bailes em Três Corações.
Jefferson disse…
Depois de conheçer este blog acordo 15 minutos mais cedo. É o tempo que tomo conhecimento da nova página e, aproveito para comentar. Obrigado TS Bovaris por ter aberto uma porta para assuntos culturais, precários na região. Agora, banho e trabalho.
capixaba disse…
Olha aí, tem sobrenome meu rolando nessa genealogia. Vou dar uma estudada nisso. Obrigado ao genealogista Paulo Costa Campos, principalmente por tornar público o lado paulista, tão desconhecido de todos nós. Aliás, falo de mim. Ao ouvir referências ao Sul de Minas, o que me vinha era a presença da Ilhoas. Paulista, desconhecia. Parabéns.
Yasmim disse…
Paulo Costa Campos, obrigado pela sua participação. O senhor tem nas veias o sangue dos desbravadores. O paulista foi pouco estudado nesta região. O senhor, pela participação, colocou luz num assunto pouco estudado. Parabéns.
trespontano assiduo disse…
Sr. Paulo. Podemos fazer um pedido? Daria para nos contar, através deste blog um poquinho sobre sua nova obra, Achegas(...) Sei que o senhor não vai negar este pedido, vai?
Elisabete disse…
Estou em Pouso Alegre, mas plugado aí.
Moreira disse…
Olá, TS Bovaris. Será que Varginha conhece este trabalho da paróquia de Carmo da Cachoeira? Estudo numa faculdade de Campanha e sei que eles estão revendo sua história.
Costa Manso disse…
Reforço a colocação do Moreira. Em Varginha tem muitas famílias cujos berço foi Carmo da Cachoeira.
Rio Grandense disse…
Paulo, seu amigo Jorge Vilela está por aí? Tanto quanto sua contribuição, as dele também são muito interessantes. Aí tem muita gente capaz, e que não brinca em serviço. No sul isso é comum, mas o que se ouve falar de Minas aqui é um pouco diferente. Parabéns.
Matrix disse…
Sr. Paulo Costa Campos. Seja benvindo ao mundo virtual. Vejo que o senhor não será um daqueles que optam por continuar na "idade da pedra". Continue conosco, antigos moradores.
Internitentes disse…
Elos de uma longa, ininterrupta e forte corrente. Quem diria que seria a genealogia, através de seus descendentes seria a desbravadora do novo mundo - o espaço virtual.
Parabéns a todos. Parabéns Pe. André e ao TS Bovaris.
campanenses disse…
Cachoeira foi berço nos antigamentes, e está sendo o berço integrar hoje.
Clarissa disse…
Paulo Costa Campos - Um bandeirante no século XXI
TS Bovaris disse…
Moreira,

Não tenho dados específicos nem de Campanha e nem de Varginha, qo que sabemos é que nos últimos 30 dias tivemos aproximadamente 300 acessos do sul de minas.

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.