de Projeto Partilha@:
A Paróquia Nossa Senhora do Carmo, através de seus paroquianos agradece ao setor de comunicação da Campanha, na pessoa da Simone, pelo artigo publicado sobre Pe. Bernardo.
Anna Reis. A que deixou oum legado às futuras gerações: Oração da Divina Providência. Deixou também um exemplo de trabalho e dedicação. Dona Zilah disse: "a mamãe, com feixe de lenhas sobre as costas" Quem foi, na genealogia essa gerreira, batalhadora e devota senhora? Além de ser a mamãe de nossa querida dona Zilah, da Lulu (in memoriam) e da Bahia, foi casada com o viúvo Gabriel Justiniano dos Reis (o doador das águas do manancial da Capitinga). Suas ligações patrimoniais foram a casa do Arraial (ainda existente hoje na praça Nossa Senhora do Carmo, e preservada pela atual família residente na Fazenda do Bananal e casado na família do Sr. José da Naninha - das Abelhas) - A casa do Morro Grande, e a Fazenda do mesmo nome, que hoje será mostrada a todos, contando como sempre com o auxilio de nosso precioso colaborador Rogério Vilela.Segundo dona Zilah uma casa muito, muito antiga. Deu detalhes, através dos quais a reprodução através da arte de Maurício José Nascimento. Ápós o desenho feito e mostrado em exposição na cidade, pelos 150 anos da instalação Freguesia e divulgada pela TV regional, a feliz constatação de que a memória de dona Zilah deverá ser respeitada - a publicação da casa em Album de Varginha. Detalhe por detalhe dos mantidos na memória de dona Zilah estavam registrados no referido álbum..

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.

A Família Campos no Sul de Minas Gerais.

Palanques e trincheiras na defesa dos quilombos.