de Projeto Partilha@:
Denise Cassia Garcia, p.38 transcreve os dados da sesmaria passada à Julia Maria da Caridade, viúva de Diogo Garcia, por Luiz Diogo Lobo da Sylva do concelho de Sua Majestade e capitão-geral da capitania das Minas Geraes, no ano de 1767, com as seguintes palavras: "(...) moradora junto a ponte do Rio grande chamado desta comarca do Rio das Mortes que ella per si, e dito Seu marido estava cultivando havia mais de 20 annos por compra que fiserrão de bemfeitorias a João Correya Pinto, e Manoel de Moraes de Machado Tolledo e outros, as terras de cultura em que habitava, e tinha nella cazas de sua vivenda e logradouros, que tudo de huma parte confrontava com as terras e herdeiros de Antônio de Brito, e de outra com Joaquim da Sylva Campos (...)".
Lembrando que a esposa de Antônio de Brito foi Maria Ribeiro de Moraes, filha de Teresa de Moraes e André do Vale Ribeiro. Maria Ribeiro de Moraes foi irmã de Ângela de Moraes Ribeira, casada com José Gomes Branquinho e pais de José Joaquim Gomes Branquinho, da fazenda da Boa Vista, do distrito do Carmo da Boa Vista.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.

A Família Campos no Sul de Minas Gerais.

Palanques e trincheiras na defesa dos quilombos.