de Projeto Partilha@:
Denise Cassia Garcia, p.38 transcreve os dados da sesmaria passada à Julia Maria da Caridade, viúva de Diogo Garcia, por Luiz Diogo Lobo da Sylva do concelho de Sua Majestade e capitão-geral da capitania das Minas Geraes, no ano de 1767, com as seguintes palavras: "(...) moradora junto a ponte do Rio grande chamado desta comarca do Rio das Mortes que ella per si, e dito Seu marido estava cultivando havia mais de 20 annos por compra que fiserrão de bemfeitorias a João Correya Pinto, e Manoel de Moraes de Machado Tolledo e outros, as terras de cultura em que habitava, e tinha nella cazas de sua vivenda e logradouros, que tudo de huma parte confrontava com as terras e herdeiros de Antônio de Brito, e de outra com Joaquim da Sylva Campos (...)".
Lembrando que a esposa de Antônio de Brito foi Maria Ribeiro de Moraes, filha de Teresa de Moraes e André do Vale Ribeiro. Maria Ribeiro de Moraes foi irmã de Ângela de Moraes Ribeira, casada com José Gomes Branquinho e pais de José Joaquim Gomes Branquinho, da fazenda da Boa Vista, do distrito do Carmo da Boa Vista.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Antiga foto da fazenda da Serra de Carmo da Cachoeira.

Pesquisando a genealogia italiana