Padre José Procópio Júnior em Carmo da Cachoeira

Imagem
Paróquia Nossa Senhora do Carmo sob nova guiança Editorial Sai Pe. Daniel Menezes, e assume como administrador paroquial da acolhedora cidade de Carmo da Cachoeira, em fevereiro de 2019, o Pe. José  Procópio Júnior.
"Não cabe à pedra escolher o lugar que deve ocupar no edifício. Assim também não cabe à nós criaturas ditar ao Criador o que deve acontecer em nossa vida, pois Deus é quem sabe e dispõe com sabedoria própria." − Dom Servílio Conti, IMC Como página que observa os acontecimentos neste pedaço de chão mineiro, limitado por montanhas e que, segundo o cachoeirense Padre Godinho, “todas são azuis”, registramos o remanejamento ocorrido entre padres ligados a Diocese da Campanha no ano de 2019. Entre as mudanças encontra-se a Paróquia Nossa Senhora do Carmo/Carmo da Cachoeira – MG.

Sai nosso querido Padre Daniel Menezes. Por ele continuamos a rezar e o devolvemos, entre lágrimas e a esperança de um dia tê-lo entre nós. Somos eternamente gratos e devedores. Entra, aureola…

Antiga casa paroquial.



Clique aqui e veja a ilustração da antiga casa paroquial ficava na rua Dom Inocêncio. Ao seu lado, o cemitério, cujo terreno foi doado por Francisco Rates. O antigo cemitério ficava onde hoje está a rodoviária.





Comentários

Anônimo disse…
Localização, Rua Dom Inocêncio, até a altura do número 548 hoje. Corresponde ao quarteirão entre a Estação Rodoviária e a Pça Nossa Senhora do Carmo. Esta casa fica exatamente, onde hoje tem o número 530, residência da Família Jõao Batista Moreira de Souza. O Projeto Partilha manifesta sua gratidão a referida família por ceder a foto que originou a arte de Maurício José Nascimento. A descrição detalhada do local foi feita por antigos moradores. O Projeto Partilha os encontrava, jogando conversa fora junto ao ponto de táxi da cidade, e na esquina da Credivar. Aí, os relatos descontraídos, cujo resultado pode-se ver representado pelo artista. Ao fundo vê-se o antigo cemitério, hoje Estação Rodoviária da cidade. O lote vago, com sua exuberante mangueira fica no espaço compreendido entre o Banco de Crédito, e a casa do Sr. João Batista. Dizem os mais velhos que quando o circo visitava a cidade a apresentação se dava neste espaço.

Postagens mais visitadas deste blog

Antiga foto da fazenda da Serra de Carmo da Cachoeira.