Honra.



Dicionário Michaelis:
dignidadedig.ni.da.desf (lat dignitate) 1 Modo de proceder que infunde respeito. 2 Elevação ou grandeza moral. 3 Honra. 4 Autoridade, gravidade. 5 Qualidade daquele ou daquilo que é nobre e grande. ... 8 Respeitabilidade. 9 Pundonor, seriedade...

Esta é em síntese o objetivo deste programa pioneiro, que tem como meta "executar a ações legítimas de combate ao desemprego, ao ócio, a fome, ao abandono e a desumanidade".
O Programa foi o meio mais simples e acessível encontrado para criar uma condição viável e imediata de amenizar o sofrimento de grande parte da população obrigada a sobreviver de forma miserável, às margens da sociedade; valorizando o trabalho voluntário como ação efetiva de combate à ociosidade, ao abandono e à desumanidade , consequentemente, ao desemprego e à fome.
Metas
1 - para os homens e mulheres de boa vontade
- criar alternativas honestas e seguras para pessoas físicas e jurídicas, que motivadas pelo amor ao próximo, possam contribuir para ameinzar o sofrimento do semelhante carente, sem o receio de serem ludibriadas por pessoas inescrupulosas; e
- criar oportunidades para desenvolvimento da energia da bondade em nível mundial.
2 - necessidades comunitárias
- restauração de predios públicos;
- limpesa de ruas, parques e jardins;
- apoio a creches, orfanatos, escolas, etc;
- ajuda com mão-de-obra a instituições filantrópicas privadas de utilidade pública como: APAE's, AA's, entre outras;
- ajuda a igreja e templos religiosos, no tocante à limpeza e manutenção de áreas comunitárias; e
- criação e desenvolimento de hortas e lavouras comunitárias.
3 - combate ao desemprego, ócio, fome abandono e desumanidade
- utilizar, de forma útil e construtiva, o tempo daqueles que não conseguem um emprego formal;
- resgatar o amor próprio dos excluídos do mercado de trabalho, dando-lhes a oportunidade de servir à sociedade;
- dar oportunidade àqueles que, por absoluta miséria, não têm condições de entrar, nem mesmo, no mercado informal de trabalho; e
- posssibilitar, através de doaçõe, que o voluntário consiga receber alimentos e bens materiais básicos para a sua sobrevivência.
Público Alvo:
- a população carente, na faixa etária de 18 a 110 anos; e
- homens deboa vontade, pela oportunidade de praticar o bem.
Gestão:
- a gestão do Programa é feita no âmbito municipal, pela comunidade local.
Adesões:
- preencimento de ficha cadastral.
Funcionamento:
Os recursos físicos são proporcionados pela comunidade e pelos poderes públicos. O Programa subsiste de doações dos poderes públicos, bem como de pessoas físicas e jurídicas. São aceitas, preferencialmente, doações em alimento, bens de consumo básicos, serviços e moeda corrente - sendo, neste caso, utilizadas integral e necessariamente na compra dos itens mencionados. A direção local do Programa é responsável pelo armazenamento dos produtos doados no Mercado Voluntário, depósito municipal cedido pela comunidade local. Todo produto de doação recebido tem seu equivalente em Volu para que pode ser trocado pelas pessoas cadastradas. A responsabilidade de uma justa equiparação volu X item doado é de exclusiva responsabilidade da direção local do Projeto, que também é responsável pela quantidade de Volus distribuícos, sendo esta compatível com a quantidade de doações.
Volu:
Volu é abreviatúra de voluntário. É uma unidade-padrão equivalente a 1 hora de serviço à comunidade, independente da tarefa executada. Todo material arrecadado é obrigatóriamente repassado aos voluntários cadastrados no Programa através da troca de Volus. A cada pessoa inscrita é permitida a aquisição de até 8 (oito) Volus por dia, 40 (quarenta) Volus por semana e no máximo 160 (cento e sessenta) Volus por mês, o que equivalerá a um salário mínimo federal. Ao final de cada semana, serão abertas as portas do Mercado do Voluntário para que os voluntários possam fazer as trocas dos Volus obtidos durante uma semana de trabalho voluntário.
Participe:
Colabore com o Programa fazendo doações de alimentos e bens de consumo básico diretamente no Mercado Voluntário ou oferecendo um pouco do seu tempo na organização e distribuição do material arrecadado. O Programa Trabalho e Dignidade não recebe esmolas em hipótese alguma, pois seu objetivo é gerar trabalho a quem não tem oportunidade de trabalhar, remunerando com dignidade àquele que presta seus serviçoes à comunidade.
Contatos:
Secretaria da Assistência Social de Carmo da Cachoeira: (35) 3225-1627

Comentários

Juarez Pinha de Queiróz Bit. disse…
Parabéns aos organizadores deste Programa. Com dignidade e pela dignidade humana.
Raty disse…
Digo sempre. Cada dia uma surpresa. Essa Carmo da Cachoeira é realmente muito, muito especial. Aglutina gente muito interessante e voltada a qualidade de vida. Parabéns Pe. André por estar a frente desta paróquia, sob o manto de Nossa Senhora.

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.

A Família Campos no Sul de Minas Gerais.

Palanques e trincheiras na defesa dos quilombos.