São Domingos de Gusmão na vanguarda da sociedade.



A Igreja celebra com alegria o dia 8 de agosto, dedicado a São Domingos de Gusmão, nascido na Espanha, em 1170. Foi contemporâneo de São Francisco de Assis. São Domingos esteve sempre na vanguarda da sociedade do seu tempo, buscando compreender as mudanças e oferecer respostas adequadas às questões do momento. Apaixonado pela Palavra de Deus e muito compassivo perante as misérias humanas, fossem elas de ordem material, intelectual ou espiritual, não fez outra coisa senão iluminar sua época e a Igreja com a Luz do Evangelho; isso fez após desapegar-sea tal ponto de si e das coisas que chegou a vender todos os seus ricos livros, a fim de comprar comida aos famintos.

Homem de oração, penitência e devoção a Deus, São Domingos acolheu o chamado ao sacerdócio, sendo ordenado em 1203. No ano de 1204, seguiu para Roma a fim de obter do Papa licença para evangelizar os bárbaros da Germânia. No entanto, o Papa Inocêncio III orientou-o para a conversão dos Albigenses que infestavam todo o Sul da França com suas heresias. O sul da França foi seu principal campo de ação. Quando os hereges depararam com a verdadeira pobreza evangélica de São Domingos, muitos aderiram à Verdade.

Em 1215, por iniciativa de São Domingos, nascia em Tolosa a primeira casa dos Irmãos Pregadores, também conhecidos como Dominicanos, dedicados ao estudo e adeptos da vida mendicante, para que pudessem evangelizar não apenas com a palavra, mas também pelo exemplo.

São Domingos entrou no Céu com 51 anos e foi canonizado pelo Papa Gregório IX 13 anos após sua morte.

A missão continua: anunciar em toda parte o Evangelho pela palavra e pelo exemplo, tendo em conta a situação dos homens e os contextos em que eles vivem.

São Domingos, rogai por nós!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.