Padre José Procópio Júnior em Carmo da Cachoeira

Imagem
Paróquia Nossa Senhora do Carmo sob nova guiança Editorial Sai Pe. Daniel Menezes, e assume como administrador paroquial da acolhedora cidade de Carmo da Cachoeira, em fevereiro de 2019, o Pe. José  Procópio Júnior.
"Não cabe à pedra escolher o lugar que deve ocupar no edifício. Assim também não cabe à nós criaturas ditar ao Criador o que deve acontecer em nossa vida, pois Deus é quem sabe e dispõe com sabedoria própria." − Dom Servílio Conti, IMC Como página que observa os acontecimentos neste pedaço de chão mineiro, limitado por montanhas e que, segundo o cachoeirense Padre Godinho, “todas são azuis”, registramos o remanejamento ocorrido entre padres ligados a Diocese da Campanha no ano de 2019. Entre as mudanças encontra-se a Paróquia Nossa Senhora do Carmo/Carmo da Cachoeira – MG.

Sai nosso querido Padre Daniel Menezes. Por ele continuamos a rezar e o devolvemos, entre lágrimas e a esperança de um dia tê-lo entre nós. Somos eternamente gratos e devedores. Entra, aureola…

Descomplicando a genealogia de Mariana.

Para descomplicar podemos dizer que:
Mariana Vilela do Espírito Santo (*28-06-1774) era filha de Maria do Espírito Santo casada com Domingos Vilela.
Neta Materna de Júlia Maria da Caridade (uma das "Três Ilhôas") e de Diogo Garcia, também nascido na Ilha do Faial, Açores, Portugal.

Mariana se casou com Manoel dos Reis e Silva (*22-01-1754 - Barbacena-MG) , filho de Domingos dos Reis e Silva casado com Andreza Dias de Carvalho. Manoel faleceu em 1845, com testamento em sua fazenda Couro do Cervo, distrito de Boa Vista, Termo de Lavras do Funil. Em 1852, Mariana Faz o inventário de seus bens na mesma fazenda onde ainda morava, assinando-o de próprio punho, pois sabia ler e escrever. Só faleceu em 1865, sendo sepultada a 21-02, dentro da capela do cemitério da Matriz.¹

Próximo documento:
Documento anterior: Sétimo dia de falecimento de Ederval J. dos Reis.


1. (Livro Óbitos-01 (1858-1924) - Carmo da Cachoeira - ACD de Campanha - Pesq. Moacir Vilela. Mais detalhes no Site do Projeto Compartilhar.

Comentários

projeto partilha disse…
Prof. Palmira. Gratidão. Nós do Projeto Partilha temos profunda gratidão pela presença dessa mulher entre nós. Era uma pessoa culta, segura, independente. Redigiu a próprio punho seu testamento e, cá prá nós, (Jorge Fernando Vilela e o Projeto Partilha) tendemos a acreditar que, quando da morte do marido, enterrou-o aqui mesmo, erigindo uma capela. Esta capela ficava na Pça do Carmo. Só que ... ..., com pesar confessamos: não conseguimos encontrar a Provisão. É uma pena!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Antiga foto da fazenda da Serra de Carmo da Cachoeira.