Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2013

Padre José Procópio Júnior em Carmo da Cachoeira

Imagem
Paróquia Nossa Senhora do Carmo sob nova guiança Editorial Sai Pe. Daniel Menezes, e assume como administrador paroquial da acolhedora cidade de Carmo da Cachoeira, em fevereiro de 2019, o Pe. José  Procópio Júnior. "Não cabe à pedra escolher o lugar que deve ocupar no edifício. Assim também não cabe à nós criaturas ditar ao Criador o que deve acontecer em nossa vida, pois Deus é quem sabe e dispõe com sabedoria própria." − Dom Servílio Conti, IMC Como página que observa os acontecimentos neste pedaço de chão mineiro, limitado por montanhas e que, segundo o cachoeirense Padre Godinho, “todas são azuis”, registramos o remanejamento ocorrido entre padres ligados a Diocese da Campanha no ano de 2019. Entre as mudanças encontra-se a Paróquia Nossa Senhora do Carmo/Carmo da Cachoeira – MG. Sai nosso querido Padre Daniel Menezes. Por ele continuamos a rezar e o devolvemos, entre lágrimas e a esperança de um dia tê-lo entre nós. Somos eternamente gratos e devedores. Entr

JMJ: Mais que um evento, uma resposta de Deus para nós

Imagem
"Ide e fazei discípulos entre todas as nações" (Mt 28,19) Com o fim da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Brasileira é positivo compreender este mistério que reuniu inúmeros jovens, ao longo da história. A JMJ foi iniciada pelo Papa, hoje Beato, João Paulo II a fim de aproximar os jovens do Cristo que se faz presente na Palavra e na Eucaristia e que necessita ser vivido nos atos e na missão, ou seja, estes mesmos cristãos devem agir “corpo a corpo”, uns para com os outros, com a Evangelização e Partilha da Fé. As primeiras Jornadas Mundiais da Juventude foram celebradas a nível Diocesano, em Roma, nos anos de 1984 e 1986. Um ano depois, em pleno Domingo de Ramos, o mesmo evento ocorreu em Buenos Aires, com mais de um milhão de jovens. Em 1989, a tão conhecida “terra dos peregrinos”, Santiago de Compostela (Espanha), recebeu a juventude com um planejamento mais definido da JMJ, dividido em três partes: Catequese, Vigília de Oração e a Eucaristia dos jovens no mu

Procissao Luminosa 2013 Narrada

São Pedro e São Paulo e a força contra as forças do Inferno.

Imagem
“Por isso eu te digo que tu és Pedra e sobre essa pedra construirei a minha Igreja e o poder do inferno nunca poderá vencê-la” . (Mt. 16,18) Enquanto Pedro estava na prisão a Igreja orava por ele e a festa que celebramos não só invoca a figura dele como também a de Paulo. Desde os primórdios a Igreja considerou estes dois santos inseparáveis, embora cada um deles tenha tido uma missão diferente a cumprir, os campos foram diversos. Pedro confessou a fé em Jesus Cristo e Paulo foi capaz de aprofundar a riqueza da fé. Paulo é considerado o Apóstolo dos pagãos e Pedro o homem da instituição, e por isso, Pedro a pedra, Pedro a rocha, o fundamento, a base, o alicerce. As portas do inferno nunca poderão nada contra a Igreja, uma realização do Reino dos Céus. Jesus confiou a Pedro o poder das chaves, considerado o administrador da casa, da grande família de Deus e da comunidade. Eles tiveram carismas desiguais, mas trabalharam por uma única causa: a construção da Igreja de Cri

16 de Julho - A Virgem do Monte Carmelo

Imagem
O que dizer sobre a Senhora do Carmo, tão amada e venerada em várias partes do mundo ao longo dos séculos e ainda, padroeira de nossa Diocese da Campanha, sobretudo de nossa Paróquia? Primeiramente, falar de Maria é motivo de grande emoção e responsabilidade, perante uma figura tão importante ao Cristianismo. Deu a luz ao Unigênito de Deus Pai, tornando-se Rainha do Céu e da Terra. No Apocalipse, um trecho nos convida a refletirmos sobre sua importância em nossa fé: "Uma Mulher revestida de sol, a lua debaixo dos seus pés e na cabeça uma coroa de doze estrelas. Ela deu à luz um Filho, um menino, aquele que deve reger todas as nações pagãs com cetro de ferro" (Ap 12, 1). Neste versículo, a aparição de Maria é visível, como tem acontecido ao longo da história da Santa Mãe Igreja. Podemos citar alguns exemplos sóbrios e que enaltecem nossa fé, como as Senhoras de Guadalupe e de Fátima, mas é sobre a Virgem do Carmo que falaremos a seguir. Nossa Senhora aparecendo nas

Novena em Louvor à Nossa Senhora do Carmo em Carmo da Cachoeira.

Imagem
Novena de 7 a 15 de Julho “Mãe do Carmo e Esplendor da Fé, ilumina-nos em nossa vida de discípulos e missionários de Cristo.” —  1º Dia da Novena — 7 de Julho (Domingo) Tema: "Maria, Mãe e Amparo da Fé, sustenta a Fé de nossas famílias" 08hs — Santa Missa na Igreja Santo Antônio - Comunidade da Estação 10hs — Santa Missa na Igreja Matriz com a participação das crianças 12hs — Repique dos Sinos e Oração do Ângelus              Oração do Terço na Igreja Matriz — Responsável: RCC 18hs — Repique dos Sinos e Oração do Ângelus             Ofício Divino — Celebração de Vésperas 19hs — Santa Missa e Novena na Igreja Matriz Convidados: Comunidades São José, Santa Terezinha / Córrego das Pedras, São Sebastião / Cervo e das Moendas, Pastoral da Criança e RCC. —  2º Dia da Novena — 8 de Julho (Segunda-Feira)   Tema: "Maria, Mãe da Santa Esperança, conduze-nos à Esperança que não decepciona." 12hs — Repique dos Sinos e Oração do Ângel