Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2012

Reflexões cristãs sobre a saúde.

A Campanha da Fraternidade, promovida desde 1964, tem como objetivo sensibilizar a população sobre a dura realidade daqueles que não têm acesso a assistência à saúde. A Campanha deste ano defende a saúde integral. O nosso bem maior é a vida: o corpo e a alma. A CNBB grita junto com os doentes que morrem sem atendimento, aguardando nas filas dos hospitais.

Diz o texto da CNBB: “Nas línguas antigas é comum a utilização de um mesmo termo para expressar os significados de saúde e de salvação.” Soter, em grego, é aquele que cura e salva ao mesmo tempo e salus, em latim, se resume na dura experiência daquele que necessita ser curado e salvo ao mesmo tempo por outros" (médico e Deus).

O texto da Campanha da Fraternidade deste ano (Saúde e salvação para a Igreja) diz: “A experiência da doença mostra que o ser humano é uma profunda unidade pneumossomática.” Não é possível separar corpo e alma. Quando estamos doentes, principalmente se for uma doença grave, percebemo-nos impotentes diant…

Peregrinação Mariana - O que é ser peregrino -

Ser peregrino é desinstalar-se continuamente; é fazer da vida um contínuo deslocar-se de um lugar para o outro, superando as dificuldades avistadas pela frente. Antes de nós, muito antes, homens e mulheres deram o seu sim para Deus, com toda a confiança. E esse sim a Deus é tão forte que o peregrino sempre soube caminhar na presença de Deus.

O caminho da vontade quenão leva à meta deve ser repelido pelo peregrino, para abraçar o caminho do amor, no qual o peregrino ascende pela contínua inclusãodo outro em sua consciência. O caminho do serviço, por meio da sua total doação, despertará as virtudes, começando pelo esquecimento de si mesmo até o peregrino acercar-se totalmente da meta.

O peregrino deve manter-se calado em seu caminhar para, com isso, ir reforçando sua fé,poder observar a beleza da natureza e superar as dificuldades encontradas no caminho; pois o caminho tem seus momentos de prova, de dificuldade, mas é preciso estar sempre com a fé em Deus.

Sabendo disso tudo, o caminha…

Agosto, o mês vocacional e a vida religiosa.

O mês de agosto é dedicado à reflexão sobre as vocações em geral . É costume neste mês comemorarmos uma vocação diferente a cada semana.

No dia trinta, um domingo, refletimos sobre a vida religiosa. 
No 10 domingo comemora-se o dia do padre e também do diácono, ou seja, as vocações para os ministérios ordenados.

O sacerdócio ministerial pelo poder conferido conduz o povo de Deus, realiza o sacrifício eucarístico na pessoa de Cristo.

O presbítero é chamado a assumir o ministério hierárquico na Igreja, como serviço aos irmãos. Quem é o Padre? É alguém que Deus chama do meio do povo e de novo o envia para trabalhar no meio do povo. O padre está á serviço da comunidade. Ele é uma ponte entre Deus e o povo.

Dia 4 de agosto é o dia dedicado a São João Maria Vianney, o Cura D´Ars, patrono dos padres; e dia 10 é o dia de São Lourenço, patrono dos diáconos.

No 20 domingo é destacada a vocação de ser pai (vocação matrimonial). Nesse dia refletimos sobre a beleza da vocação matrimonial. O homem …

Glorificados, o caráter divino de conhecer o caminho.

A comunicação da Glória do Cristo Ressuscitado foi-nos dada através do próprio Pai: “Este é o meu Filho bem-amado, nele depositei todo o meu amor. Escutai-o.” (Mt 17,5)

A Transfiguração revela a dimensão gloriosa de Jesus, caráter divino que esteve impresso e que se deu a conhecer em seu caminho humano – o de amor a Deus a ser repartido entre todos, o da mansidão e o da humildade de coração.

Segundo os evangelistas, a cena teve lugar no Monte Tabor. É lá o nosso destino, é para lá que todos devemos caminhar. Difícil? Não! É só seguir a voz que emana do nosso interior, do coração, através do qual se dá a comunicação divina. E, na prática, como se reconhece o caminho? Seguindo a PALAVRA: “Escutai-o”. (Mt 17,5)

Quem é o Deus de Jesus, o Deus do qual Jesus experimentou a presença e o amor em sua própria vida? É o Pai que nele se manifesta, o DEUS TRINDADE, o Deus da doação total no amor. Uma humanidade revestida de divindade é inclusiva. Integra a natureza, a montanha, as nuvens, os camp…

Santo Agostinho

- 28 de agosto –
Nascido a 13 de novembro de 354, em Tagaste, morreu aos 75 anos em Hipona, cidades do norte da África (Argélia). Converteu-se ao cristianismo católico aos 33 anos de idade, sendo batizado por Santo Ambrósio. Vendeu todo seu patrimônio e doou aos pobres. Aos 42 anos foi eleito bispo de Hipona onde permaneceu até sua morte. Deixou muitos tratados filosóficos, teológicos, sermões, cartas e comentários da Bíblia, num total de 113 obras escritas. Dentre elas, destacamos os Diálogos, tais como Solilóquios, Contra os Acadêmicos e o Livro das Disciplinas; os Apologéticos Como da verdadeira religião e a Cidade de Deus; os Dogmáticos como a Trindade e A Imortalidade da Alma. Além de livros morais, pastorais, monásticos e exegéticos. Era chamado de DOUTOR DA GRAÇA, por sua profunda compreensão sobre o tema. É muito profunda sua reflexão sobre o livre-arbítrio, onde demonstra filosoficamente que o mal é a ausência do bem e, portanto, Deus é a completa personificação do bem. Na s…

Santa Mônica de Hipona e a força da oração.

– 27 de agosto –
Santa Mônica nasceu no norte da África, por volta do ano 331. Casou-se aos 20 anos com Patrício, um jovem pagão, rude, de caráter volúvel, afeito a tiradas coléricas. Mónica tinha com ele enorme paciência e prudência, atributos que buscava nas orações fervorosas. Passou sofrimentos e provações suportando tudo com fé e mansidão. Era admirada pelas amigas por ser sempre conselheira e consoladora das esposas que se sentiam magoadas pelo comportamento dos maridos, muitas vezes violentos e hostis.

Preocupada com seu filho Agostinho que levava uma vida dissoluta e desregrada, com fé orava pela sua conversão, o que conseguiu pouco antes de morrer, aos 56 anos de idade. Consta que orou durante 33 anos para atingir este objetivo. Santo Ambrósio, bispo de Milão, com seus magníficos sermões, foi o instrumento usado por Deus para conseguir a conversão ao cristianismo católico daquele que mais tarde seria um dos maiores doutores da Igreja: Santo Agostinho. Ele assim se referia a su…

Cristo Nasce do Fundo da Alma!

“Onde está aquele que nasceu como o rei dos judeus?” (Mt 2,2)
Ele está aqui, onde sempre esteve e estará: no meio de nós, em nossa alma. A alma é naturalmente nobre porque foi formada à semelhança de Deus. Essa imagem deve ser cuidada e levada à plenitude com o nascimento do Cristo em nossa alma, que vem para reinar em nós. É quando Ele nasce em nosso interior que a alma recebe luz, graça e bem-aventuranças. Todo bem em nós só pode provir daí.

Se almejo o bem, devo preparar a manjedoura da minha alma, purificando-a, limpando-a, para acolher esse nascimento sagrado. É minha responsabilidade zelar por essa criança divina em minha alma, para que ela cresça, cresça e expanda seu reinado por todo o meu ser. Agindo assim, poderei permanecer no bem, na luz e na graça de Deus, pois quem me guia, quem dirige os meus atos é o próprio Cristo que abrigo em minha alma.

Na medida em que acolho dignamente esse nascimento da criança divina, Deus concede-me participar dos seus dons e envia grande luz …

Santa Teresa Benedita da Cruz e seu testemunho.

- 9 de agosto -
Não aceitem como verdade nada que careça de amor. E não aceitem como amor nada que careça de verdade. Um sem o outro se converte em mentira destrutiva.(Edith Stein)
Nascida na Alemanha, em 1891, de pais judeus praticantes, Edith Stein foi uma filósofa de fama internacional, ilustre conferencista e professora universitária. Convertida ao catolicismo, recebeu o batismo em 1922, com 30 anos de idade. O ápice da sua conversão ocorreu após a leitura da autobiografia de Santa Teresa de Ávila, reformadora da Ordem Carmelita. Foi o momento emocionante da descoberta da verdade que sempre buscara nas indagações filosóficas. Posteriormente ingressou para a Ordem das Carmelitas Descalças.

Edith Stein, ainda que fosse educada por sua mãe na religião judaica, aos quatorze anos se afastou, de modo consciente e explícito, da oração. Queria contar só com suas próprias forças, preocupada em afirmar sua liberdadenas opções de vida. No final de um longo caminho, pôde chegar a uma constataç…

São Domingos de Gusmão na vanguarda da sociedade.

A Igreja celebra com alegria o dia 8 de agosto, dedicado a São Domingos de Gusmão, nascido na Espanha, em 1170. Foi contemporâneo de São Francisco de Assis. São Domingos esteve sempre na vanguarda da sociedade do seu tempo, buscando compreender as mudanças e oferecer respostas adequadas às questões do momento. Apaixonado pela Palavra de Deus e muito compassivo perante as misérias humanas, fossem elas de ordem material, intelectual ou espiritual, não fez outra coisa senão iluminar sua época e a Igreja com a Luz do Evangelho; isso fez após desapegar-sea tal ponto de si e das coisas que chegou a vender todos os seus ricos livros, a fim de comprar comida aos famintos.

Homem de oração, penitência e devoção a Deus, São Domingos acolheu o chamado ao sacerdócio, sendo ordenado em 1203. No ano de 1204, seguiu para Roma a fim de obter do Papa licença para evangelizar os bárbaros da Germânia. No entanto, o Papa Inocêncio III orientou-o para a conversão dos Albigenses que infestavam todo o Sul d…

Santa Rosa de Lima, a padroeira da América Latina.

– 23 de agosto –
Nascida no ano de 1586, no Peru, foi batizada com o nome de Isabel, mas a menina logo ganhou o apelido de Rosa, por sua extraordinária beleza. Diziam-lhe: “Você é bonita como uma rosa!”. Mais tarde, aos 20 anos de idade, ingressou na Ordem Terceira Dominicana e emitiu os votos religiosos, em sua casa, com o nome de Rosa de Santa Maria.

Consta que Rosa, além da rara beleza, era tida como uma moça muito virtuosa e prendada. Ainda muito jovem encontrou o amor de sua vida em Cristo. Espelhando-se no exemplo de Sua vida, abraçando a cruz, era capaz de suportar muito sofrimento com alegria. Construiu para si uma pequenina cela no quintal da sua casa, onde passava longas horas em oração e penitência. Sua cama eram tábuas cobertas com um áspero saco. Ela olhava para o crucifixo e falava: Senhor, a tua cruz é muito mais cruel que a minha! Seguindo o Mestre, seu coração transbordava de generosidade no serviço amoroso aos pobres, aos doentes e marginalizados, sobretudo aos índ…

Santa Clara, ensinai-nos a labutar na terra!

– 11 de agosto –
“Permanecia na terra com o corpo, mas de ânimo andava pelo céu”. (Bula de canonização)
Santa Clara, contemporânea de São Francisco, ambos de Assis, Itália, foi sua fiel seguidora e “a mãe” da Ordem Segunda Franciscana, com a fundação do primeiro Mosteiro de São Damião. Hoje, as irmãs dessa ordem são conhecidas como clarissas.

Nascida no seio da nobreza e da abastança, Clara renunciou a tudo o que o mundo podia oferecer-lhe, como fizera São Francisco, para seguir os passos de Cristo, seu grande amor, e servi-lo, vivendo como Ele viveu à maneira do santo Evangelho.

De natureza mansa, humilde, doce e amável, era bem aceita por todas as filhas da sua Ordem. Sua vida era toda instrução e doutrina, onde as irmãs de São Damião aprenderam as regras do bem viver no Caminho da Vida, que é Cristo. Clara aconselhava o silêncio como meio de evitar os pecados da língua e de conservar a mente sempre centrada em Deus. As irmãs clarissas falavam somente quando necessário e abstinham-s…

Os Caminhos de Pio X.

Giuseppe Melchiorre Sarto nasceu em Riese, província de Treviso, na Itália, em 4 de julho de 1835, vindo a falecer em Roma, no dia 20 de agosto de 1914, aos 79 anos. Seus pais tiveram dez filhos, dos quais ele foi o segundo.

Foi ordenado padre em 1858 e eleito bispo de Mántua em 1884. No ano de 1896 tornou-se patriarca de Veneza e em 4 de agosto de 1903 foi eleito papa, em conclave composto de 62 cardeais. Foi o 2570 sucessor de Pedro. Seu lema era “Renovar todas as coisas em Cristo”. Pio X renovou muitas coisas na Igreja Católica, inclusive a liturgia. Embora se tenha especializado em Direito Canônico e em São Tomaz de Aquino, por ter experiência de paróquia foi um papa pastoralista.

Aos trinta e cinco anos entrou para a ordem dos franciscanos, tendo sido professor no seminário e fervoroso propagandista da ordem terceira, pretendendo, assim, continuar a missão evangelizadora dos leigos, que no Concilio Vaticano II toma impulso com a promulgação do documento sobre “O Apostolado dos L…

O abade e doutor da Igreja São Bernardo de Claraval.

- 20 de agosto -
Bernardo nasceu na França, em 1090. Ouvindo o chamado de Deus, em 1112 ingressou na recém-fundada Ordem de Cister (beneditinos de hábitos brancos, que restauraram a estrita observância da regra de São Bento). Sua contribuição à ordem foi de tão grande magnitude que ele passou a ser considerado o seu segundo fundador.

Três anos após abraçar a vida monástica, foi enviado à frente de um grupo de monges para fundar uma nova abadia no vale de Langres. A nova casa cisterciense foi chamada de Vale Claro ou Claraval e Bernardo foi designado seu abade. A nova abadia atraiu tantos vocacionados que novas casas tiveram de ser fundadas a partir de 1118, para evitar a superlotação de Claraval. Ao todo, São Bernardo de Claraval fundou 72 mosteiros no continente europeu. Foi o maior escritor do seu tempo e uma das mais respeitadas e influentes personalidades no meio cristão.

Ao morrer, com a idade de 63 anos, havia 700 monges ligados a Claraval. Foi canonizado 21 anos após sua morte.

Jesus antecipa Sua Vitória no momento de Sua Transfiguração,

- 6 de agosto -
A partir do dia em que Pedro confessou diante dos Apóstolos que Jesus era o Cristo, “o Filho de Deus vivo”, Jesus chamou consigo Pedro, Tiago e João e subiram ao monte Tabor, onde aconteceu a Transfiguração. Desde então Jesus começou a anunciar a seus discípulos que era necessário que fosse a Jerusalém e sofresse, que fosse morto e ressurgisse no terceiro dia. Pedro não conseguia entender este anúncio e contradisse a palavra de Jesus, que logo o advertiu para que não o afastasse do cálice que Ele deveria beber, pois isso era movido por satanás.

No momento da Transfiguração Jesus orou e seu rosto e suas vestes tornaram-se fulgurantes de luz; Moisés e Elias aparecem e falavam sobre “sua partida que iria se consumar em Jerusalém” (Lc 9,31). Uma nuvem os cobriu e uma voz vinda do céu disse: “Este é o meu Filho, o Eleito; ouvi-o” (Lc 9,35). Na Transfiguração a Trindade inteira se manifesta: o Pai, na voz; o Filho, no homem; o Espírito, na nuvem clara. E Jesus mostra sua gló…

Para o Padre André Luiz da Cruz no Dia do Padre.

Cristo é a rocha firme de onde brotou a água viva que salva. Padre André revela a face de Jesus através de grande solicitude pastoral. Suas atitudes recordam as do bom pastor: manso e humilde de coração. Como dom do Senhor, atrai os fiéis cachoeirenses às celebrações, nas quais difunde o Evangelho de Jesus Cristo, a necessidade de vivência na vida sacramental e a superação da cultura da morte. Com frequência, exorta todos dizendo: Reconciliem-se com o Deus da vida!

Demos graças ao Deus da vida e a Ele roguemos, por intercessão da Senhora do Monte Carmelo, para que ampare o Padre André em sua jornada sacerdotal, para que não desanime nos momentos de fadiga e possa perseverar em sua vocação.

A instituição do sacerdócio é fruto do amor do coração de Jesus.
Pastoral da Comunicação

Dia do Padre: comemorar ou refletir?

– Dia de São João Maria Vianney –
Comemora-se no dia 4 de agosto o dia do Padre. Nesse dia, em 1859, morreu o sacerdote João Maria Vianney, conhecido como o “Cura D’ Ars”, padroeiro dos padres. Chama-me a atenção a Igreja, “Mãe e Mestra”, oferecer aos seus sacerdotes, um referencial que somente foi para a escola na adolescência; que a frequentou apenas por dois anos, pois devia trabalhar na lavoura para ajudar aos pais; que, enfrentando a oposição paterna, entrou para o Seminário aos vinte anos de idade. Sua falta de instrução e limitação de raciocínio, o colocava em situação inferior aos colegas seminaristas, sobretudo nos estudos de Filosofia e Teologia. Mas era um rapaz piedoso e esforçado. Com perseverança, conseguiu superar os desafios que os estudos apresentavam.

Foi ordenado sacerdote e, devido às limitações intelectuais, recebera um impedimento: não poderia ser confessor. A justificativa era sua “incapacidade de guiar consciências”. Paradoxalmente, surpreendendo a todos, estud…

O desejo do coração não é saciado com coisas terrenas.

O descaminho dos ímpios.
Nesse descaminho da insaciável sede de ter, os ímpios perambulam, cobiçando onde levar a cabo a ambição, mas afastando tolamente o modo de aproximar-se do fim: do fim entendido não como esgotamento, mas como realização. Eles se apressam a não cumpri-lo como um fim bem-aventurado, mas a destruí-lo com um esforço vão, atraídos mais pelas aparências das coisas do que pelo Autor delas; desejam passar por todas as coisas e experimentar cada uma delas em vez de chegar ao Senhor do universo. (...) (...) Aqueles que querem conseguir tudo o que desejam, depois de um longo andar, encharcam-se de suor por uma labuta vã e não conseguem alcançar o fim de todas as coisas desejáveis. Oxalá quisessem conseguir tudo com o espírito e não com a experiência prática! Assim conseguiriam facilmente e não labutariam em vão. Porque o espírito tão mais veloz e perspicaz do que o sentido, foi concedido para ser-lhe superior em todas as coisas, de tal forma que o sentido não ouse alcança…

Semana Nacional da Família – 12 a 18 de agosto –

A Semana Nacional da Família tem como objetivo geral promover, fortalecer e evangelizar a partir de Jesus Cristo e na força do Espírito Santo, como Igreja discípula, missionária e profética, alimentada pela Palavra de Deus e pela Eucaristia, à luz da evangélica opção pelos pobres, para que todos tenham vida (Jo 10,10), rumo ao Reino definitivo. Procurando motivar todas as pessoas de boa vontade ao valor insubstituível da família, estes são os principais propósitos das ações desenvolvidas na Semana da Família:

• Promover o fortalecimento dos laços familiares nos ensinamentos evangélicos e apontar caminhos para solução das crises e dos problemas intrafamiliares de todo tipo, a fim de evitar as separações e o divórcio.

• Incentivar o crescimento da espiritualidade familiar de diferentes maneiras.

• Unir esforços para que a família seja, de fato, um santuário da vida, valorizando o ser humano em todos os seus estágios, desde a concepção até a morte natural.

• Despertar a família para sua…

O frade menor São Maximiliano Maria Kolbe.

- 14 de agosto -
Nasceu na Polônia em 1894. Em1907 ingressou para a Ordem Franciscana dos Frades Menores. Destacou-se por sua intensa devoção a Nossa Senhora e pelo extenso trabalho missionário que chegou até o Japão. Em 1917 fundou a Milícia da Imaculada, associação apostólica que tem por lema: “Conquistar o mundo inteiro a Cristo, através da Imaculada”. Abriu uma Tipografia para publicar a revista Cavaleiro da Imaculada, com tiragem de 1 milhão de exemplares. Montou também uma emissora de rádio.

Durante a Segunda Guerra Mundial abrigou muitos refugiados judeus e, em 1941, foi levado prisioneiro para o campo de concentração de Auschwitz, onde foi executado no mesmo ano. Antes de morrer, foi capaz do maior ato de amor, de dar a vida pelo semelhante: no meio das atrocidades do campo nazista, ofertou-se para tomar o lugar de um pai de família que fora condenado, junto com outros 9, a morrer de sede e fome. Passadas 2 semanas, apenas 4 sobreviveram, entre eles São Maximiliano, para ser…

Dia de Nossa Senhora do Carmo - 16 de Julho

Dia 16 de julho é a data em que a liturgia recorda a Bem-Aventurada Virgem Maria do Monte Carmelo. O Carmelo, imponente morro que se eleva na região da Galileia, tem nas suas ladeiras numerosas grutas naturais, preferidas pelos eremitas. O mais célebre destes homens de Deus foi o grande profeta Elias que, no século IX a.C., defendeu tenazmente da contaminação dos cultos idolátricos, a pureza da fé no Deus único e verdadeiro. Inspirando-se precisamente na figura de Elias, nasceu a Ordem contemplativa dos "Carmelitas", família religiosa que entre os seus membros enumera grandes Santos, como Teresa de Ávila, João da Cruz, Teresa do Menino Jesus e Teresa Benedita da Cruz (no século, Edith Stein). Os Carmelitas difundiram no povo cristão a devoção à Bem-Aventurada Virgem do Monte Carmelo, indicando-a como modelo de oração, de contemplação e de dedicação a Deus.

Com efeito, Maria, por primeiro e de modo insuperável, acreditou e experimentou que Jesus, Verbo encarnado, é o ápice,…

Junho consagrado ao Sagrado Coração de Jesus.

A Igreja Matriz de Nossa Senhora do Carmo de Carmo da Cachoeira no Sul de Minas Gerais passa por reforma de seu piso e pintura externa e interna. Passaram a funcionar como matriz temporária duas capelas: a de Nossa Senhora da Esperança e a de São Pedro de Rates.

A coroação do Sagrado Coração de Jesus ocorreu na comunidade rateana, e as crianças foram as protagonistas. Foi um momento especial vivido em comunidade, onde fomos levados a pensar como é importante o culto que a Igreja, Mãe e Mestra, tem ao Sagrado Coração de Jesus.

Cultuando o Coração de Jesus, nós todos confessamos que ele veio em carne, feito verdadeiro homem, filho do homem e eternamente filho do Altíssimo!

"Ele se fez carne e habitou entre nós, e vimos Sua Glória, Glória como a do Filho do Pai, cheio de graça e de verdade." (Jo 1, 14)

No mês do Sagrado Coração de Jesus é bom e suave deixar ressoar em nossos corações o apelo de São Paulo apóstolo: "Alegrai-vos sempre no Senhor! De novo vos digo, alegrai-vos…