Postagens

Mostrando postagens de 2007

Padre José Procópio Júnior em Carmo da Cachoeira

Imagem
Paróquia Nossa Senhora do Carmo sob nova guiança Editorial Sai Pe. Daniel Menezes, e assume como administrador paroquial da acolhedora cidade de Carmo da Cachoeira, em fevereiro de 2019, o Pe. José  Procópio Júnior. "Não cabe à pedra escolher o lugar que deve ocupar no edifício. Assim também não cabe à nós criaturas ditar ao Criador o que deve acontecer em nossa vida, pois Deus é quem sabe e dispõe com sabedoria própria." − Dom Servílio Conti, IMC Como página que observa os acontecimentos neste pedaço de chão mineiro, limitado por montanhas e que, segundo o cachoeirense Padre Godinho, “todas são azuis”, registramos o remanejamento ocorrido entre padres ligados a Diocese da Campanha no ano de 2019. Entre as mudanças encontra-se a Paróquia Nossa Senhora do Carmo/Carmo da Cachoeira – MG. Sai nosso querido Padre Daniel Menezes. Por ele continuamos a rezar e o devolvemos, entre lágrimas e a esperança de um dia tê-lo entre nós. Somos eternamente gratos e devedores. Entr

Estatuto de Natal

O Estatuto de Natal, em seu parágrafo único diz: " Fica decretado que o Natal não é comercial, e sim espiritual. Fica decretado que o nascimento do Deus Menino é para todos – pobres e ricos; negros, brancos, amarelos e vermelhos." ( Ernest Scarlet ) Nossos votos nesta data são de que o Natal seja um corte no egoísmo. Que os homens de boa vontade comecem a compartilhar, cada um no seu nível, em seu lugar, os bens conquistados da civilização e cultura da humanidade. Que possa a manjedoura ser ponto de convergência de todas as coordenadas das idéias, das invenções, das ações e esperanças dos homens para a concretização da Paz Universal.

Iluminadíssimo Natal

Imagem
"Educar e formar para solidariedade, compartilhamento, respeito." ( Secretaria Municipal de Educação – Carmo da Cachoeira, MG ). Parar por uns instantes e refletir. Pós-reflexão e síntese, partilha dos resultados. O instrumento de comunicação utilizado foi através de cartão postal. A reflexão aconteceu entre os integrantes de diversas equipes da educação formal, em Cachoeira. Na prática , acontecerão as atividades do dia-a-dia e a metodologia de cada educador garantirá o compromisso selado no encontro. O que, no entanto, deverá permanecer como pano de fundo a cada instante são os valores internos perenes apontados e eleitos por todos: SOLIDARIEDADE, COMPARTILHAMENTO, RESPEITO, ou seja, ética nas relações. Este compromisso selará as festividades no ano do sesquicentenário da Freguesia de Nª. Sra. do Carmo, em Carmo da Cachoeira – MG. Grande passo. Ele poderá conter o avanço de uma certa paralisia na construção coletiva e democrática. Se é para todos, existe justiça. O amor s

O Pianista Francis Vilela

Imagem
Àqueles que tiveram a oportunidade , durante 60 minutos de permanecer em estado contemplativo diante das apresentações ocorridas no Recital de Piano e Canto em Carmo da Cachoeira, no último dia 17, terão dificuldades em entender uma característica de infância do pianista cachoeirense Francis – a hiperatividade. Aí está ele para mostrar à sociedade – professores, autoridades, representantes do povo na Câmara e líderes de maneira geral –, o poder transformador da música. Dentre seus elementos, a melodia e a harmonia, possuem papel decisivo nas mudanças de comportamento. Requerem reflexão e contemplação, afetando de maneira positiva o corpo humano. Se de um lado o menino Francis apresentava uma personalidade buscadora, própria dos artistas e difícil de ser entendida pelos adultos que com ela interagem, por outro sua alma trazia as marcas da harmonia. No meio do caminho, e auxiliando a adequação, seus grandes amigos, seus pais e parentes, sua religião e a sociedade organizada, criaram op

Recital de piano e canto.

Imagem
Apresentação: piano - Francis Vilela mezzo-sopranos: Maisa Nascimento e Larissa Amaral. A HARMONIA EM CACHOEIRA - 1ª edição, 2007 “ A chave do mistério cósmico está na música. É ela que faz a alma ressoar em harmonia.” 1 Indescritível o que a sociedade cachoeirense vivenciou neste final de ano. Ocorreu no dia 17 a 1ª edição de Recital de piano e canto, tendo como palco a Igreja Nossa Senhora do Carmo, em Carmo da Cachoeira. O evento reportou-nos a Johannes Kepler , aquele cientista que buscou a harmonia do mundo nos céus, como recurso para superar as dificuldades da terra. O cachoeirense, durante 60 minutos, viveu esta harmonia na terra. Francis, Maisa e Larissa serviram de canal para esta manifestação. Francis, com o dom de buscar pelo toque o som. Maísa e Larissa, dotadas de cordas vocais divinas, através das quais podem fazer emergir a beleza que reside no mais profundo de seus seres. Impressionante foi observar a platéia. Silêncio total, Ninguém ousava quebrar aquela harmonia,

Recital na Igreja

Imagem
Maisa Nascimento - Mezzo Soprano - artista cachoeirense, aluna de conservatório, na cidade de Pouso Alegre, onde aperfeiçoa-se em piano e canto. Já realizou vários trabalhos. É intérprete do hino de Carmo da Cachoeira, que já se encontra disponível em CD. Tem profunda gratidão pela Vovó Teresa, que a acompanha no hino citado. Também agradece a Fernanda Ohara, profissional conhecida no Sul de Minas, e que muito a auxiliou. Iniciou seus estudos no Conservatório Estadual de Varginha. Larissa Amaral Sanches da Cunha - Mezzo Soprano - aluna de piano do professor Francis durante seis anos. Estudou canto e violino nos conservatórios de Três Pontas e Varginha. Participou de movimentos corais em Varginha e em Carmo da Cachoeira, além de fazer participações em bandas. É moradora de Carmo da Cachoeira há dezesseis anos. Agradece muito ao professor Francis pela formação musical e cultural que obteve ao longo desses anos de convivência, graças ao empenho e acompanhamento deste em suas aspirações a