Padre José Procópio Júnior em Carmo da Cachoeira

Imagem
Paróquia Nossa Senhora do Carmo sob nova guiança Editorial Sai Pe. Daniel Menezes, e assume como administrador paroquial da acolhedora cidade de Carmo da Cachoeira, em fevereiro de 2019, o Pe. José  Procópio Júnior. "Não cabe à pedra escolher o lugar que deve ocupar no edifício. Assim também não cabe à nós criaturas ditar ao Criador o que deve acontecer em nossa vida, pois Deus é quem sabe e dispõe com sabedoria própria." − Dom Servílio Conti, IMC Como página que observa os acontecimentos neste pedaço de chão mineiro, limitado por montanhas e que, segundo o cachoeirense Padre Godinho, “todas são azuis”, registramos o remanejamento ocorrido entre padres ligados a Diocese da Campanha no ano de 2019. Entre as mudanças encontra-se a Paróquia Nossa Senhora do Carmo/Carmo da Cachoeira – MG. Sai nosso querido Padre Daniel Menezes. Por ele continuamos a rezar e o devolvemos, entre lágrimas e a esperança de um dia tê-lo entre nós. Somos eternamente gratos e devedores. Entr

O cachoeirense Francisco de Assis de Oliveira.

Francisco de Assis de Oliveira é citado por Thomazelli1, da seguinte forma: "Maria Rita, filha legítima de Rita Umbelina de Cássia, irmã de Vicência, e de Francisco de Assis de Oliveira do Carmo da Cachoeira". A citação segue abaixo contextuada2 diz: Antônia Josefa da Conceição Oliveira e Gomes Antônio do Nascimento, que encabeçam este Capítulo, foram pais de 14 filhos. O quarto, Francisco Antonio do Nascimento, com 20 anos em 1836. Casou-se com Antônia Cândida de São José, filha legítima de Francisco Gomes do Nascimento e de (?) Ele irmão de Gomes Antônio do Nascimento. Francisco Antonio havia se casado em segundas núpcias com Ana Cândida do Bom Sucesso. A filha Ana Maria da Conceição (ou Teodora da Conceição), casou-se com João Antonio de Campos, filho legítimo de Antônio Manuel de Campos e de dona Vicência Umbelina de Cássia. Pais de Persciliana Umbelina de Castro, casada em São Tomé em 28/12/1889, com Joaquim Antônio de Campos, filho legítimo de Antônio Manuel de Campos e de dona Vicência Umbelina de Cássia, seu tio, já viúvo de sua prima Maria Rita, filha legítima de Rita Umbelina de Cássia, irmã de Vicência, e de Francisco de Assis e Oliveira, do Carmo da Cachoeira. Testemunharam: Manuel José Maria Pereira e Francisco da Costa Resende.

Uma outra citação3 "Joaquim Antônio de Campos Campos, natural de Carmo da Cachoeira, casou-se em São Thomé das Letras, em primeiras núpcias com dona Maria Rita (citada acima) filha de Francisco Assis Oliveira e de dona Rita Umbelina de Cássia, irmã de dona Vicência Umbelina".

Antônia Josefa da Conceição de Oliveira, filha legítima de Antônio Luís dos Santos e de dona Maria Josefa da Conceição4 casaram-se em Campanha no ano de 1794. Dona Maria Josefa da Conceição era filha legítima de Manuel de Magalhães da Silva, natural de Aiuruoca e de dona Joana Nogueira de Jesus, natural, também de Aiuruoca.

Projeto Partilha - Leonor Rizzi

Próxima matéria: Manoel Ferreira Avelino é o cachoeirense Mané Saraiva.
Artigo Anterior: Redescobrindo caminhos com José Celestino Terra.

1. Thomazelli, Apparecida Gomes do Nascimento, 1984. As famílias de nossa família (mineiros e paulistas). Belo Horizonte/ São Paulo, ed. do autor, 150.
2. Idem, p. 137.
3. Ibidem, p. 135.
4. Ibidem, p. 123.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tabela Cronológica 10 - Carmo da Cachoeira

As três ilhôas de José Guimarães.

A família do Pe. Manoel Francisco Maciel em Minas.