Procuração em Carmo da Cachoeira para venda de terras em Ituyutaba.


Tendo como testemunhas, Ovídio Alves de Gouvêa e Antônio Raynuncio de Souza, foi dada procuração em Carmo da Cachoeira-MG, em 13/11/1926 para se vender as terras da fazenda São Jeronymo Grande, no município de "Ituyutaba" (conforme consta na procuração).
"A procuração que faz Zilda Alves de Andrade, no districto do Carmo da Cachoeira-MG e seu marido Thomaz Paranayba, residente no município de Três Corações".
O procurador de dona Zilda foi seu marido e as terras eram herança de Emerenciana Augusta Pereira (2-3-1), cujos pais eram de Baependi.

Projeto Partilha - Leonor Rizzi

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tabela Cronológica 10 - Carmo da Cachoeira

As três ilhôas de José Guimarães.

A família do Pe. Manoel Francisco Maciel em Minas.

Antiga foto da cidade de Carmo da Cachoeira.

A Família Campos no Sul de Minas Gerais.

Carapina, a origem do nome.

Um poema à Imaculada Conceição Aparecida.

Padre José Procópio Júnior em Carmo da Cachoeira

Antiga foto da fazenda da Serra de Carmo da Cachoeira.

Eis o amor caridade, eis a Irmã Míriam Kolling.