Tentando entender um pouco o período colonial.


Tentando entender um pouco mais o período colonial. O trabalho encontra-se disponibilizado em "Tentando entender um pouco mais o período colonial". O trabalho encontra-se disponibilizado em www.rj.anpuh.org/Anais/2006.

Roberto Guedes Ferreira, professor da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro desenvolveu seu trabalho de Doutorado e apresentou-o com o título: "Pardos: trabalho, família, aliança e mobilidade social. Porto Feliz, São Paulo, c.1798 - c.1850".Ano 2005. O capítulo V,"Cinco gerações dos Rocha: de escravos a senhores. Poro Feliz. São Paulo, 1798-1893, do referido trabalho, foi utilizado como referência para um tema discutido no XII Encontro Regional de História - ANPUH, no ano de 2006.

Analisando a trajetória secular das 5 gerações, que se processa a partir dos finais do século XVIII, o autor evidencia um movimento de ascensão social, para o qual contribuíram alianças com elites e coesão familiar.

Coesão familiar foi um dos fatores que possibilitou se implantar, numa parte do Sul de Minas, uma justiça privada, denominada Jurisdição dos Capitães, tendo a frente o Capitão de Ordenanças Januário Garcia Leal.

Roberto Guedes Ferreira, professor da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro desenvolveu seu trabalho de Doutorado e apresentou-o com o título: "Pardos: trabalho, família, aliança e mobilidade social. Porto Feliz, São Paulo, c.1798 - c.1850". Ano 2005. O capítulo V,"Cinco gerações dos Rocha: de escravos a senhores. Poro Feliz. São Paulo, 1798-1893, do referido trabalho, foi utilizado como referência para um tema discutido no XII Encontro Regional de História - ANPUH, no ano de 2006.

Analisando a trajetória secular das 5 gerações, que se processa a partir dos finais do século XVIII, o autor evidencia um movimento de ascensão social, para o qual contribuíram alianças com elites e coesão familiar.

Coesão familiar foi um dos fatores que possibilitou se implantar, numa parte do Sul de Minas, uma justiça privada, denominada Jurisdição dos Capitães, tendo a frente o Capitão de Ordenanças Januário Garcia Leal.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.

A Família Campos no Sul de Minas Gerais.