Orar e Trabalhar.



No dia 11 de julho a igreja celebra a memória de São Bento, o abade, nascido em Núrcia, na Itália, no ano de 480. A palavra abade vem de "abbá", que significa pai. E ele foi um grande pai do monaquismo ocidental, fundando a Ordem Beneditina.Oração e trabalho foi o lema deste monge que conseguiu, de maneira heroica, trilhar o caminho da santidade conciliando oração e trabalho.

Podemos fazer um paralelo entre o lema de São Bento e o dilema entre as irmãs Marta e Maria, que vemos no Evangelho. Maria queria estar o tempo todo na presença de Jesus, ao passo que Marta não conseguia deixar o trabalho para depois, e muitas vezes aborrecia-se por Maria não vir ajudá-la.Diante disso, Jesus disse a Marta que ela se preocupava muito com o trabalho, enquanto Maria tinha escolhido a melhor parte. Isso mostra que nada deve ocupar o lugar de Deus em nossa vida. Maria estava certa ao deixar tudo para estar com Jesus, pois era o próprio Deus que estava ali.Ela estava vivendo o primeiro mandamento: “Amar a Deus sobre todas as coisas”. Então, podemos perguntar:se ninguém se preocupasse com o trabalho, quem iria preparar o almoço para Jesus e os seus discípulos? E ainda: quem iria preparar um quarto para os hóspedes? Marta tinha boa intenção, ela queria acolher bem a Jesus, e precisava cuidar da hospitalidade, pois isso também era necessário que fosse feito. Mas o alimento mais importante naquele momento era a palavra de Jesus, e Maria não perdeu a oportunidade de participar daquele banquete espiritual. Marta, atarefada, privou-se de nutrir sua alma naquele banquete divino, para oferecer aos ilustres hóspedes o alimento físico; creio que ela entendeu isso quando Jesus chamou sua atenção.

Equilíbrio e bom senso são necessários para temperar nossa vida. Santo Agostinho dizia que a virtude está no meio. É o que devemos fazer: equilibrar nossa vida profissional com a oração, conforme a regra máxima de São Bento - Ora e Labora! São Bento tinha o trabalho como um instrumento de santificação. No caso dele, o trabalho o levava para mais perto de Deus. Deveríamos aprender isso com todos os beneditinos, os adeptos da regra de São Bento: a santificar o trabalho! E tudo fazer para e pela glória de Deus! Pois o trabalho é necessário para manter a vida do corpo e não podemos negligenciá-lo. Porém, muitos erram e pecam quando colocam o trabalho no lugar de Deus e deixam tudo o mais, sem reservar espaço em seus dias para louvar e agradecer a Deus. Outros, ainda, trabalham freneticamente atrás de lucros, para ganhar mais e mais. Muitas pessoas se matam de tanto trabalhar para dar a seus filhos aquilo que a sociedade diz ser uma vida melhor. Muitas vezes, sem perceber, trabalham penosamente para alimentar um consumismo fútil. Escravos do trabalho, estão cegos e ainda não entenderam o que Jesus disse a Marta: “Marta, Marta, você se preocupa com muitas coisas, mas uma só é necessária...” Há muitos pais que saem para o trabalho e seus filhos ainda estão dormindo e quando voltam seus filhos já estão dormindo. De que adianta tanta lida sem poder conviver com a família? Padre Zezinho cantou assim: “Há muitos filhos que bem mais do que um palácio, gostariam de um abraço e do carinho entre seus pais...”

O trabalho prepara a alma como o arado prepara a terra.

São Bento conseguia trabalhar santamente, porque contrabalanceava o trabalho com sua vida de oração. A verdadeira oração equilibra a vida do homem e o faz viver bem todas as coisas e realizar sua vocação. Diz a Palavra, que o trabalho dignifica o homem. O trabalho, juntamente com a oração, é um grande meio de santificação: ele prepara a alma assim como o arado prepara a terra. A terra preparada recebe a semente e produz fruto. A alma preparada recebe a Palavra de Deus e também produz muito fruto.

Peço a intercessão de São Bento, Santa Marta e Santa Maria para ajudar cada um de nós a caminhar em santidade, vivendo o trabalho e a oração de um modo novo e iluminado pela palavra de Jesus e pelos testemunhos destes queridos santos.

São Bento, Santa Marta e Santa Maria rogai por nós!

Pastoral da Comunicação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.

A Família Campos no Sul de Minas Gerais.