Dia de São Joaquim e Dia de Santa Ana - 26 de Julho.

Neste mês de julho, por ocasião do dia em que é celebrada a memória de São Joaquim e Santa Ana, vamos refletir sobre a questão da dignidade humana. Que estes venerados Santos, pais de Nossa Senhora, toquem aqueles corações envolvidos espiritualmente com pessoas que necessitam de nossa ajuda e atenção.

Muitas são as pessoas que necessitam de palavras de incentivo, de fé e de amor, que no seu silêncio pedem um pouco do nosso tempo. Pensamos principalmente nas pessoas idosas: naquelas que residem com seus familiares, solitárias em seus próprios quartos;nas que, em algum lugar, estão vivendo sua própria solidão; e naquelas que moram em asilos; essas pessoas que já deram muito de si para a família e a sociedade, em geral são tachadas de velhos inúteis, que não servem para mais nada e só dão trabalho.

Quem assim rotula e despreza os idosos, desconhece que Deus está presente neles, o mesmo Deus que habita em todos nós.Devemos usar nossos dons para melhorar suas vidascom paciência, atendendo suas necessidades básicas, dando-lhes atenção, um abraço carinhoso, olhos nos olhos, e – por que não? − uma pequena conversa com palavras de ânimo e esperança, proporcionando-lhe vida mais digna, com mais conforto.

Quando usamos nossos dons a serviço do outro, estamos retribuindo ao Criador as graças recebidas, a Ele que tem o controle de nossas vidas.

Lembremos também de nossas crianças, dos adolescentes e adultos: a todos devemos respeitar, qualquer que seja a etapa de sua vida.

São Joaquim e Santa Ana, ensinai-nos a respeitar e amar os outros!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.

A Família Campos no Sul de Minas Gerais.

Palanques e trincheiras na defesa dos quilombos.