A Beata Nhá Chica Serva de Deus de Baependi.


Francisca de Paula de Jesus, Nhá Chica, nasceu em Santo Antônio do Rio das Mortes Pequeno – São João Del-Rei (MG) – filha de mãe escrava e, supostamente, pai branco. Aos 26 de abril de 1810, recebeu o Sacramento do Batismo, na capela do distrito onde nasceu. Com 8 anos mudou-se para Baependi (MG) com sua família.

No dia 28 de junho deste ano foi beatificada, isto é houve reconhecimento oficial das virtudes de Amor ao próximo, Reconhecimento de Fé profunda e de grande Sabedoria de Vida de Nhá Chica.

Nhá Chica rejeitou com liberdade todas as propostas de casamento que lhe apareceram. Foi toda do Senhor. Relacionava-se bem com os pobres os ricos e os mais necessitados. Dedicava o dia de sexta-feira à oração e a penitencia. Isso porque sexta-feira é o dia em que se recorda a Paixão e a Morte de Nosso Senhor Jesus Cristo para salvação de todos nós. Às três horas da tarde intensificava suas orações e mantinha particular veneração à Virgem da Conceição com a qual tratava familiarmente com a uma amiga.

Construiu ao lado da sua casa uma capela onde era venerada uma pequena Imagem de Nossa Senhora da Conceição que era da sua mãe e diante da qual rezava piedosamente por todos aqueles que a ela se recomendavam. Essa Imagem ainda hoje encontrasse na casinha onde ela viveu sobre o altar da antiga capela.

A Serva de Deus morreu no dia 14 de junho de 1895, foi sepultada no interior da capela por ela construída.

Dom Frei Diamantino Prata de Carvalho, ofm , Bispo Diocesano da Campanha (MG) , foi o autor da oração rezada pelos fieis devotos de Nhá Chica a favor de sua beatificação. No dia em que foi reconhecida oficialmente sua beatificação a Paróquia Nossa Senhora do Carmo , em Carmo da Cachoeira (MG), saudou a beata logo ao amanhecer com repique solene dos sinos da sua igreja Matriz. Padre André Luiz da Cruz informou aos paroquianos em sue programa de radio ALMOÇO COM O VIIGARIO, nesse mesmo dia. O fato foi anunciado também por ele em todas as missas do dia e também dos finais de semana, pedimos o pai que da mesma forma com que mostrastes a bondade e a Sabedoria de vosso filho Jesus, na pessoa de sua Serva, Nhá Chica, infundiu em nossos corações essas mesmas virtudes, para que possamos ser seus fieis seguidores.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.