Padre José Procópio Júnior em Carmo da Cachoeira

Imagem
Paróquia Nossa Senhora do Carmo sob nova guiança Editorial Sai Pe. Daniel Menezes, e assume como administrador paroquial da acolhedora cidade de Carmo da Cachoeira, em fevereiro de 2019, o Pe. José  Procópio Júnior.
"Não cabe à pedra escolher o lugar que deve ocupar no edifício. Assim também não cabe à nós criaturas ditar ao Criador o que deve acontecer em nossa vida, pois Deus é quem sabe e dispõe com sabedoria própria." − Dom Servílio Conti, IMC Como página que observa os acontecimentos neste pedaço de chão mineiro, limitado por montanhas e que, segundo o cachoeirense Padre Godinho, “todas são azuis”, registramos o remanejamento ocorrido entre padres ligados a Diocese da Campanha no ano de 2019. Entre as mudanças encontra-se a Paróquia Nossa Senhora do Carmo/Carmo da Cachoeira – MG.

Sai nosso querido Padre Daniel Menezes. Por ele continuamos a rezar e o devolvemos, entre lágrimas e a esperança de um dia tê-lo entre nós. Somos eternamente gratos e devedores. Entra, aureola…

Procissão, missa e ritos penitenciais.


Vá além! Atravesse pontes!
Dê passos com determinação, com convicção!
Entre nesta: Deus em primeiríssimo lugar!
Mente e caminhada voltadas para atingir nosso irmão!

Tempo quaresmal é tempo de ir além, através da participação nos ritos penitenciais que a Igreja coloca a nossa disposição, como práticas grupais: missas, cerco de Jericó, via-sacra, encontros para reflexão em família, procissões, vigílias. Ir além é somar e acrescentar. Se você busca ressuscitar com Jesus no Domingo de Páscoa, faça penitências sim, mas ouça o que o Papa Bento XVI deixou como mensagem para esta quaresma: “Atenção para com o outro”. Ao fazer penitência aprendemos a conhecer e apreciar a cruz de Jesus. Com isso aprendemos a tomar nossa cruz com alegria para alcançar a glória da ressurreição – da transformação.

Atravesse a ponte do tempo quaresmal aprendendo a somar. Pratique os jejuns, faça abstinências, participe das celebrações, ore, faça a via-sacra, assuma compromissos quaresmais: o da Fraternidade, o da mudança de postura frente à vida e aos irmãos, o de tornar-se protagonista de sua própria história, o de “amar o próximo como a si mesmo”, entre outros.

Como seres únicos, amados, queridos e chamados à eternidade é que devemos viver esse tempo de 40 dias que antecede a mais bela celebração litúrgica do ano: a da Ressurreição de Jesus Cristo.

É tempo de observarmos com maior cuidado nossos passos, o caminho que estamos percorrendo, nossas escolhas e opções na trajetória desta vida. O evento da Ressurreição aponta para algo inovador e grandioso, onde Jesus Cristo nos diz: – MUDE DE VIDA, TRANSFORME SUAS ESTRUTURAS DE MORTE EM VIDA PLENA! DÊ O PASSO DECISIVO! “Ame o próximo como a si mesmo”!

Transforme o mandato deixado pelo Mestre de Nazaré em regra de vida e assuma-o com determinação. Um coração voltado para o amor pleno é um coração que sabe doar; sabe doar-se em favor e a serviço dos irmãos de caminhada.

Saia da ponte vendo-se como protagonista de sua própria história, como um cristão compromissado e convicto de sua ressurreição pessoal juntamente com a do Cristo. Deixe as redes da acomodação, da preguiça, da inércia, do descaso, da falta de vontade e da incompreensão na praia. Vá ao encontro de seu irmão, conforme somos instruídos: “Acolhei-vos uns aos outros, como Cristo vos acolhe, para a glória de Deus”. (Rom 1 5,7)

Brilho nos olhos, amor inflamado no coração, a verdadeira alegria a cada sorriso, as amizades, a decisão de perseverar no caminho até Jesus Cristo fazem de você o homem novo – o ressuscitado! A beleza de ser cristão não está no resultado de suas obras; mas nelas em si. Atitudes, ações e gestos cristãos revelam-se no saber aceitar, receber, amparar, ouvir, compreender, sorrir, atender, respeitar o próximo; e em aceitar o outro como ele é, com seus defeitos e qualidades.

Tempo de penitência é tempo de colocar Deus em primeiríssimo lugar e de colocar nossa mente e nossa caminhada voltadas para alcançar nosso irmão. Eis o retrato de uma Igreja acolhedora, testemunha viva do amor e da fidelidade ao Senhor!

Em Cristo e com Cristo, saiba que você é vencedor! Cristo é a ponte entre o velho e o novo. Cabe a você encontrá-lo dentro de você e entregar-se ao estudo da Palavra. Atravesse convicto essa ponte!

Acolhimento da Comunidade Paroquial São Pedro de Rates

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Antiga foto da fazenda da Serra de Carmo da Cachoeira.