Mais de cem jovens são ungidos pelo Sacramento do Crisma

Recebe o Sacramento do Crisma é dar mais um passo, com consciência e alegria, na realização da vocação cristã de construir um projeto de vida baseado na vivência do Evangelho.

O dia 25 de junho de 2012 foi muito especial para os católicos cachoeirenses. A Matriz de Nossa Senhora do Carmo não teve espaço suficiente para acolher os jovens crismandos acompanhados por seus padrinhos, familiares, catequistas, amigos, enfim de centenas de fiéis que compareceram para participar de uma das celebrações litúrgicas mais significativas da iniciação cristã.

No mundo de hoje, nossos jovens são arrebatados por turbilhões de apelos, de ilusões e falsidades. Os valores humanos de amor, justiça, família e retidão moral são descartados em favor do egoísmo, do prazer sem limites, da inveja e da competição que movem a moderna sociedade consumista. Ampliam-se os caminhos perigosos do afastamento de Deus, da alienação, da falta de ética e de amor aos irmãos. São caminhos que levam às frustrações de vida, às drogas e até mesmo ao crime.

O Bispo Dom Diamantino Prata de Carvalho ungiu e abraçou cada crismando num gesto semelhante ao de Cristo quando convidava e formava os seus discípulos para anunciar a Boa Nova e construir novas formas de vida baseadas na solidariedade, na comunhão e fraternidade.

Sem qualquer dúvida, a empolgante e participativa cerimônia conduzida pela ação episcopal de Dom Diamantino, sob o zelo evangelizador do Pe. André, foi um forte convite de conversão para que toda a comunidade cachoeirense tome uma atitude de abertura e de disponibilidade para viver a Fé, renovar as promessas do Batismo e principalmente para se dedicar Às ações missionárias, participando ativamente das pastorais diocesanas.

Em sua mensagem final, Dom Diamantino agradeceu às catequistas pelo trabalho dedicado que realizam. Aproveitou a oportunidade para convidar os cristãos homens para que superem suas inibições e também se tornem agentes comprometidos com a transmissão dos ensinamentos de Cristo.

Com a sua bênção final, conclamou a todos para agradecerem à Padroeira Nossa Senhora do Carmo com gestos magnânimos de amor, servindo a Deus e aos irmãos com alegria e esperanças. Esse é o único caminho seguro diante dos sofrimentos, misérias e injustiças que tomam conta do mundo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.