Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2010

Padre José Procópio Júnior em Carmo da Cachoeira

Imagem
Paróquia Nossa Senhora do Carmo sob nova guiança Editorial Sai Pe. Daniel Menezes, e assume como administrador paroquial da acolhedora cidade de Carmo da Cachoeira, em fevereiro de 2019, o Pe. José  Procópio Júnior. "Não cabe à pedra escolher o lugar que deve ocupar no edifício. Assim também não cabe à nós criaturas ditar ao Criador o que deve acontecer em nossa vida, pois Deus é quem sabe e dispõe com sabedoria própria." − Dom Servílio Conti, IMC Como página que observa os acontecimentos neste pedaço de chão mineiro, limitado por montanhas e que, segundo o cachoeirense Padre Godinho, “todas são azuis”, registramos o remanejamento ocorrido entre padres ligados a Diocese da Campanha no ano de 2019. Entre as mudanças encontra-se a Paróquia Nossa Senhora do Carmo/Carmo da Cachoeira – MG. Sai nosso querido Padre Daniel Menezes. Por ele continuamos a rezar e o devolvemos, entre lágrimas e a esperança de um dia tê-lo entre nós. Somos eternamente gratos e devedores. Entr

O Santuário e a Pastoral da Criança.

Imagem
PASTORAL DA CRIANÇA EM CARMO DA CACHOEIRA - MINAS GERAIS. Criança de 0 a 6 anos e gestantes da comunidade São Pedro de Rates estão sob os olhos atentos de líderes voluntários. No entendimento de que a criança deve ser compreendida como um ser em desenvolvimento e de, este desenvolvimento deve abranger todos os aspectos que manifestam uma individualidade, a Comunidade São Pedro de Rates estende suas mãos a Pastoral da Criança para investir no acompanhamento daqueles que se inserem nessa faixa etária. A comunidade quer vê-los vivendo em suas próprias famílias, na certeza de que é o ambiente familiar o lugar mais propício para que se dê a formação do futuro homem integral, saudável de corpo e alma. Já estão inscritos e iniciarão o curso de formação no "Santuário" Mãe Rainha 8 líderes. São elas: Rosa, Nice, Marina, Vivian, Edna, Romilda, Magda e Rita. A coordenadora Alessandra já implantou a Pastoral da Criança no Distrito do Palmital do Cervo e dá andamento ao curso de formaçã

A Via Sacra, a enchente e as autoridades.

Imagem
Na fé, e com forte convicção de que há uma ligação invisível que une Céus e Terra, os membros da Comunidade São Pedro de Rates buscam fazer sua parte. Enquanto irmandade sofre e, com rodo nas mãos, tentam ajudar a Maria (Nenê) e Tiana, a Terezinha, a ... .... . A chuva jorrando e, toda a vizinhança, encharcada de cabeça aos pés, tentava minimizar o sofrimento. A omissão de imagens mostrando o grupo de ajuda foi omitido propositalmente da matéria. O trabalho foi voluntário e as pessoas preferem não aparecer e, muito menos fazer sensacionalismo. É assim que funciona esta comunidade. Aqueles que se dispuserem buscar informações e só reler as atas da Câmara Municipal de Cachoeira dos últimos 10 anos. O discurso dos moradores é sempre o mesmo - como resolver o problema dos moradores da rua Olimpio Virgulino de Sousa, que a cada ano vem suas propriedades diminuídas com o aumento da cratera nos fundos de seus quintais? Este Santuário ecológico e sua nascente, não suporta mais receber ág

Luiz Otávio e a genealogia dos Vilela e Figueiredo.

Imagem
de: Luiz Otávio C. Faria Oi tudo bem? Sou de Boa Esperança MG, e sempre entro no blog, e o trabalho está de parabéns. Sou das famílias Vilela e Figueiredo daqui de Boa Esperança, que tem principalmente pelos Figueiredos início aqui, e que são a mesma familia dai de Carmo da Cachoeira. Tenho bastante dados dastas famílias e fotos da penta e hexávos meus de ambas famílias, e se o senhor precisar de alguma coisa que possa ser útil para o conteúdo do seu excelente blog, por favor entre em contato por meu e-mail que estarei a disposição. Sou descendente de 3 dos filhos do fundador de Boa Esperança, José Alves de Figueiredo cc Maria Vilela do Espírito Santo da fazenda da Serra, são eles: Mariana Teodora de Figueiredo cc Antonio de Morais Pessoa da fazenda das Pedras; Maria Inocencia de Figueiredo cc Joaquim Fernades Martins que residiam em Carmo da Cachoeira; Antonio Alves de Figueiredo cc Candida Nicésia de Figueiredo filha de Jose Joaquim Gomes Branquinho e Maria Victoria dos Reis, A

Carmo da Cachoeira, terra amada.

Imagem
A primeira década do século XXI caminha para festejar o seu final. No período o que temos observado, em Cachoeira, é a tendência do homem na busca de suas realizações pessoais. O que se tem notado, é um forte interesse voltado para as notícias do dia-a-dia e, em problemas circunstanciais. Estes dão ibope, na mídia, nas esquinas, nos bares, na praça. A tradição, inquestionavelmente, depositária da herança humana ficou para traz e passou a pertencer ao passado, para muitos. O mundo, para estes, está caracterizado como um transmissor de poucas mensagens substanciais, de conhecimento e, pelo que temos observado, o que se tem desenhado é um misto de informação, muita informação e tecnologia. Antenas de comunicação externa estão fazendo parte dos telhados de casas e casebres das zonas rural e urbana. Poucos são os que falam embevecidos de sua terra natal. Esquecem-se de como "o pedacinho de chão" que lhe serviu de berço foi protagonista de sua história. Da melhor parte da h

Luminárias e o assassinato dos homens brancos.

Imagem
Luminárias é um município mineiro, cuja posição geográfica é determinada pelas coordenadas 21 30' 48" de Latitude Sul e 44 55' 19" de Longitude Oeste. Carmo da Cachoeira fica a Oeste de Luminárias que, situa-se, à margem direita do Rio Ingaí e está inserida na microregião do Alto do Rio Grande. Em Carmo da Cachoeira, o sr. José Teixeira é muito conhecido. Proprietário rural, é guardião de uma rica história - a da Fazenda da Barra, situada na margem esquerda do Rio Ingaí, ponto onde os dois municípios tornam-se vizinhos. O forte de nossas ligações históricas ficam por conta da Paragem e do Ribeirão Pirapitinga, da Fazenda Campo Formoso, divisa com a Fazenda Campo Belo que, por volta de 1752, Pe. Bento Ferreira era Sesmeiro. Falar em Pe.Bento Ferreira é falar em São Bento Abade que, por muitos anos foi Distrito da Cachoeira do Carmo. Luminárias, São Bento Abade e Carmo da Cachoeira viveram e sofreram com uma história que lhes foi comum: uma rebelião escrava - cuja