Padre José Procópio Júnior em Carmo da Cachoeira

Imagem
Paróquia Nossa Senhora do Carmo sob nova guiança Editorial Sai Pe. Daniel Menezes, e assume como administrador paroquial da acolhedora cidade de Carmo da Cachoeira, em fevereiro de 2019, o Pe. José  Procópio Júnior.
"Não cabe à pedra escolher o lugar que deve ocupar no edifício. Assim também não cabe à nós criaturas ditar ao Criador o que deve acontecer em nossa vida, pois Deus é quem sabe e dispõe com sabedoria própria." − Dom Servílio Conti, IMC Como página que observa os acontecimentos neste pedaço de chão mineiro, limitado por montanhas e que, segundo o cachoeirense Padre Godinho, “todas são azuis”, registramos o remanejamento ocorrido entre padres ligados a Diocese da Campanha no ano de 2019. Entre as mudanças encontra-se a Paróquia Nossa Senhora do Carmo/Carmo da Cachoeira – MG.

Sai nosso querido Padre Daniel Menezes. Por ele continuamos a rezar e o devolvemos, entre lágrimas e a esperança de um dia tê-lo entre nós. Somos eternamente gratos e devedores. Entra, aureola…

Prefeito Godofredo José Caldeira Reis procura...

Em 2005 o prefeitro de Carmo da Cachoeira Godofredo José Caldeira Reis encaminhou um ofício (182/05/GAB) ao Gen. Araquen Albuquerque, comandante da Escola de Sargentos de Três Corações solicitando informações históricas:

Buscando rever a história da ocupação da hoje cidade de Carmo da Cachoeira, em função da Casa de Cultura local, deparamos com dois nomes ligados a Instituição de Segurança Nacional antes da reorganização. São eles: Capitão Manoel Costa Morais, em 1857, que serviu de 15 de Agosto de 1857 a (?) - citação em Galeria dos Comandantes; e Pedro Rattes Pereira, em 1893, da Guarda Nacional, 141º Batalhão de Infantaria - 4ª Cia.

Necessitamos de dados que confirmarem serem filhos ou netos do patriarca Manoel Antônio Rattes ou Rates, casado com Maria da Costa Morais. Alguns documentos referem-se a Maria da Costa , outros a Maria da Costa Moraes.

Anexamos páginas do livro "Carmo da Cachoeira, a origem e o desenvolvimento" de Wanderley Ferreira de Rezende, onde há a citação da família Rates como moradora do Sítio Cachoeira. A idéia de ampliar a pesquisa já explicada no livro acima citado é a necessidade que sentimos em conhecer e saber mais sobre a descendência da referida família. Esses dados são relevante acervo e busca das futuras gerações

Contamos com a colaboração dessa respeitável instituição no sentido de fornecer as informações solicitadas - filiação e naturalidade das duas pessoas acima citadas.
Projeto Partilha - Leonor Rizzi

Comentários

Francielly disse…
OI, meu nome é Francielly Rates Teixeira. Meu avô Juvenil Rates da Silva, gostaria de obter informações sobre seus parentes distantes. Ele tem 98 anos e está muito lúcido. seu avô por parte de mãe chamava-se Pedro Rattes Pereira e era de Guarará, MG. Qualquer informação a respeito nos interessa. meu avô Juvenil nasceu em Matias Barbosa. A família se espalhou... gostaríamos de reatar contatos... grata, Francielly
Francielly, o trabalho desse blog no campo da genealogia se encerrou em 2010, a Família Rattes tem um blog que aborda esse assunto: http://familiarattes.blogspot.com.br/

Dentro de nosso site existem mais informações: https://www.google.com.br/search?q=rattes+site%3Acarmodacachoeira.blogspot.com&oq=rattes+site%3Acarmodacachoeira.blogspot.com&aqs=chrome..69i57.22249j0j7&sourceid=chrome&es_sm=0&ie=UTF-8#newwindow=1&q=rattes+site:carmodacachoeira.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

Antiga foto da fazenda da Serra de Carmo da Cachoeira.