Padre José Procópio Júnior em Carmo da Cachoeira

Imagem
Paróquia Nossa Senhora do Carmo sob nova guiança Editorial Sai Pe. Daniel Menezes, e assume como administrador paroquial da acolhedora cidade de Carmo da Cachoeira, em fevereiro de 2019, o Pe. José  Procópio Júnior.
"Não cabe à pedra escolher o lugar que deve ocupar no edifício. Assim também não cabe à nós criaturas ditar ao Criador o que deve acontecer em nossa vida, pois Deus é quem sabe e dispõe com sabedoria própria." − Dom Servílio Conti, IMC Como página que observa os acontecimentos neste pedaço de chão mineiro, limitado por montanhas e que, segundo o cachoeirense Padre Godinho, “todas são azuis”, registramos o remanejamento ocorrido entre padres ligados a Diocese da Campanha no ano de 2019. Entre as mudanças encontra-se a Paróquia Nossa Senhora do Carmo/Carmo da Cachoeira – MG.

Sai nosso querido Padre Daniel Menezes. Por ele continuamos a rezar e o devolvemos, entre lágrimas e a esperança de um dia tê-lo entre nós. Somos eternamente gratos e devedores. Entra, aureola…

Justiça tarda mas não falha...

Em novembro de 2008, em Carmo da Cachoeira, um grupo de assaltantes fecham a Rodovia Fernão Dias, principal ligação entre São Paulo e Minas, para roubar um carro forte. O veículo é atingido por mais de cem tiros.

Comentários

projeto partilha disse…
Fragmentos sob guarda da octogenária, THAIS. Nossa profunda e eterna gratidão pelos preciosos documentos. Eles serão partilhados, nestas páginas e em caráter de doação e universalidade, através de artigos. Luz e Harmonia a todos.
Um recorte, cuja identificação contém dois únicos dados como especificação da matéria chegou-nos em nossas mãos através de uma preservacionista e pertencente a Família Andrade. Diz o seguinte: PROLE. Tuca. O Texto finaliza com o seguinte:
Finalmente, esta é uma árvore genealógica e, como toda árvore, tem tronco. Todos estes galhos são de um tronco de um casal exemplar, educando todos os seus filhos. Ele Leônidas Martins de Andrade, dentista, natural de Lavras, onde foi Vereador, pelo Distrito de Luminárias. Faleceu em Juiz de Fora, quando de visita a parentes e amigos e foi sepultado no cemitério de Luminárias em 28.12.1955.
Ela, Mariana Luz Andrade, luminarense, filha de Antônio Máximo Ribeiro da Luz, irmão do Desembargador Alberto Luz, consequentemente prima do ex-Presidente Carlos Luz. Antes de existir a Conferência Vicentina em Luminárias, os pobres eram socorridos pela dispensa dos Monjolos, fazenda de sua propriedade e onde residia. Nascida em 25 de outubro de 1889, faleceu aos 90 anos de idade, deixando 11 filhos vivos, 75 netos e 10 bisnetos.
(postaremos outros dados do artigo no próximo comentário)

Postagens mais visitadas deste blog

Antiga foto da fazenda da Serra de Carmo da Cachoeira.