de: Douglas Fagundes Cândido

Romão Fagundes foi meu tataravô ou alguma coisa parecida. Conta-se que uma vez ele fez um cacho de banana de ouro e deu para a rainha ou rei não lembro direito e essa rainha escondeu numa caverna la em perdoes e ninguém consegue entrar naquela caverna, por que luz nenhuma lá durava: as velas apagavam e as luzes das lamparina apagavam. Não tinha como lá entrar por que nada lá funcionava.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.