A Câmara Municipal e a enchente em Carmo da Cachoeira.

Ocorreu em 17/03/2010 a reunião ordinária da Câmara Municipal de Carmo da Cachoeira, Minas Gerais, na qual paraticiparam os representantes Lá estavam os representantes da Comunidade Paroquial São Pedro de Rates: Evando; Leonara; Maria das Graças (Graça); Sebastiana (Tiana) - a que aparece no vídeo e vítima da enchente; Terezinha - que também aparece no vídeo, de costas na foto e em frente ao muro de sua casa destruído pela força das águas e Leonor.

Antes do início da sessão foi projetado o vídeo sobre a enchente na cidade . Contou com a audiência de todos os vereadores. Aberta a sessão, um dos pontos de pauta foi a questão das enchentes. Houve participação popular nas falas. Hoje, nesta página, externamos nossos mais profundos agradecimentos a edilidade cachoeirense que, finalizou a reunião com a proposta, votada em unanimidade, de agendar junto a administração pública reunião para discutir o assunto, propor medidas que minimizem o problema para as futuras chuvas e, para os pontualmente afetados pelas deste ano.

Terezinha, uma das representantes da comunidade, disse que não foi tomada nenhuma providência para se reerguer o muro destruído, e isto causa grande dano e risco à sua numerosa família, composta de pessoas idosas e crianças em tenra idade.
Projeto Partilha - Leonor Rizzi

Comentários

projeto partilha disse…
Que a Beleza, Paz, Harmonia e Graça, reflexos abrilhantados e manifestados dos pensamentos de Puro Amor, Amor Incondicional permaneçam conosco, hoje e sempre.
Só não lotamos a Câmara Municipal devido a compromissos assumidos pelo grupo. Durante o período da Quaresma a Comunidade Paroquial São Pedro de Rates realiza, todas as quartas e sextas-feiras, a Via-Sacra. O grupo resolveu não interromper o compromisso e elegeu alguns, dentre seus membros, para representação na Câmara Municipal. A Via-Sacra acontecia, enquanto alguns estavam na Câmara Municipal apresentando seu pedido de ajuda. Os vídeos foram encaminhados a todas as Escolas da Carmo da Cachoeira, seguido de um pedido de que seja divulgado entre os alunos matriculados. Que nossos corações, afinados que são a Deus, possam derreter as barreiras e pré-conceitos que impedem um trabalho integrado/interativo de estudo do Nosso Solo, Nosso chão.
Desejamos um crescimento amplo e consciente a todos. Instrumento este, que afina percepções e entendimentos, em especial, daquele que se entende por Bem-Comum.
Luz, Paz, Harmonia, Beleza, Pureza e Graça nesta manhã de março, pós chuvas que ocasionam enchentes em nossa querida Cachoeira de Nossa Senhora do Monte Carmelo.

Postagens mais visitadas deste blog

Antiga foto da fazenda da Serra de Carmo da Cachoeira.

A organização do quilombo.

Pesquisando a genealogia italiana