Matéria sobre uma antiga fazenda em Minas.

Luiz José Álvares Rubião diz: Da propriedade do Cel. José Balbino dos Reis¹, a fazenda Boa Esperança (da) é uma das bellas propriedades do nosso município. Suas terras altas, extremamente altas, prestam-se maravilhosamente para o cultivo do café e pastagens. É intelligentemente cultivada pelo seu proprietário que a leva no extremo de sua producção. Seus cafezaes (1918) situados em pontos livres de geadas, produzem 8.000 arrobas de excellente café, que se faz notar pelo seu fino aroma e grãos desenvolvidos. Na fazenda tem uma bem apparelhada uzina de beneficiar café que fornece excellente producto. 300 rezes de criar. A canna é cultivada em larga escala, que possui um completo engenho de cilindro. A cultura de cereaes é bem representada na fazenda que possue grandes fachas de bosques de barbatimão que fornecem apreciadas cascas riquíssimas em tanino. A colonia é de famílias italianas.

Foto: Evando Pazini - 2007 - Arte: TS Bovaris

Próxima imagem: O ipê e o Santuário em Carmo da Cachoeira.
Imagem anterior:
Altar barroco em fazenda do Sul de Minas.

1. à esquerda da foto - (nome dos demais pesonagens)

Comentários

projeto partilha disse…
"BOA VISTA do Município de Lavras do Funil". É desta forma que se encontra, no censo de 1839 do Município de Luminárias, Minas Gerais. A denominação, citada no documento como BOA VISTA, é encontrado em outros documentos como CARMO DA BOA VISTA da Freguesia de Lavras do Funil. A Fazenda da Boa Vista, de José Joaquim Gomes Branquinho, descendentes da tradicional Família Paulistana "Moraes/Morais", emprestou nome ao Distrito. Cf.: Projeto Compartilhar. Mapa de População do Distrito de Nossa Senhora do Carmo das Luminárias, Freguesia de Nossa Senhora da Conceição das Carrancas, Município de São João del Rey. CRM. "Distante da Freguesia 5 léguas e da cidade de São João del Rei 16, sendo o distrito vizinho do de Carrancas, São Tomé das Letras deste município e do de Ingaí e BOA VISTA do Município de Lavras do Funil. Juiz de Paz - José Antonio Barbosa.
projeto partilha disse…
Oração - Agradecimento.
Fafina Vilela de Souza. Ano 2006.

Ao Espírito Santo, por revelar-me a doce presença Deus em mim e deixar que suas Verdades gotejem como orvalho sobre o meu coração, dando-me sabedoria, discernimento e firmeza para superar, com os olhos erguidos para o futuro, as adversidades. brigada, em nome de Jesus, por abrires meus olhos espirituais e capacitar-me a reconhecer a sua glória nas minhas vitórias.
projeto partilha disse…
Tomé Venâncio Ramos deixou descendência em Baependi, Minas Gerais, de seu casamento com Ana Leonor de Souza em 1809. Alguns de seus descendentes foram para o Rio de Janeiro, como foi o caso de José Ildefonso de Sousa Ramos, agraciado com o Título de Barão das Três Barras, denominação de sua fazenda em Valença - RJ. Nascido em Baependi em 1812, foi agraciado pelo Decr. 19.10.1867, como Barão das Três Barras e pelo Decreto 15.10.1872, como Visconde com grandeza de Jaguari.

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.