Padre José Procópio Júnior em Carmo da Cachoeira

Imagem
Paróquia Nossa Senhora do Carmo sob nova guiança Editorial Sai Pe. Daniel Menezes, e assume como administrador paroquial da acolhedora cidade de Carmo da Cachoeira, em fevereiro de 2019, o Pe. José  Procópio Júnior. "Não cabe à pedra escolher o lugar que deve ocupar no edifício. Assim também não cabe à nós criaturas ditar ao Criador o que deve acontecer em nossa vida, pois Deus é quem sabe e dispõe com sabedoria própria." − Dom Servílio Conti, IMC Como página que observa os acontecimentos neste pedaço de chão mineiro, limitado por montanhas e que, segundo o cachoeirense Padre Godinho, “todas são azuis”, registramos o remanejamento ocorrido entre padres ligados a Diocese da Campanha no ano de 2019. Entre as mudanças encontra-se a Paróquia Nossa Senhora do Carmo/Carmo da Cachoeira – MG. Sai nosso querido Padre Daniel Menezes. Por ele continuamos a rezar e o devolvemos, entre lágrimas e a esperança de um dia tê-lo entre nós. Somos eternamente gratos e devedores. Entr

Mobilização cultural afro-brasileira em Minas.

Ajude-nos a contar a história de Carmo da Cachoeira. Aproveite o espaço "comentários" para relatar algo sobre esta foto, histórias, fatos e curiosidades. Assim como casos, fatos e dados históricos referentes a nossa cidade e região.

Grupo de Congada de Oliveira, Minas Gerais em visita a Carmo da Cachoeira.
Foto: Maria do Carmo - Arte: TS Bovaris

Próxima imagem: Os utensílios do Dr. João Batista Reis, médico.
Imagem anterior: Antiga foto de Antônio Marciano dos Reis Júnior.

Comentários

projeto partilha disse…
Cf.:www.camara.gov.br/Internet/InfDoc/conteudo/...
Índice dos Decretos Cartas Régias e Alvarás de 1819.
Carta Régia de 16 de março de 1819. - Crêa no Bispado de S. Paulo, uma cadeira de escriptura sagrada....
Carta Régia de 22 de julho de 1819. - Manda crear na Capitania de S. Paulo, um estabelecimento de caudelaria para melhoramento das raças cavallares ...
Carta Régia de 29 de julho de 1819. - Manda fazer nos campos da Caxoeira da Capitania de Minas Geraes um Estabelecimento de manadas reaes para o melhoramento da raça cavallar ...
projeto partilha disse…
Procuração
Saibão quantos o prezente instrumento de procuração bastante virem que no anno de Nosso Senhor Jesus Christo de mil oitocentos setenta oito, aos oito dias do mez de abril do ditto anno nesta Freguesia da Cachoeira do Carmo, Termo da Cidade de Lavras, Província de Minas (...) como outhorgante ANTONIO JUSTINIANO DOS REIS, morador desta mesma Freguesia, constituía por seus bastante procuradores na Cidade do Rio de Janeiro a João Baptista Ferreira Costa e José Ribeiro de Carvalho G(ilegível)(...) transferir à Fermino Ferreira Pinto Vieira (...) João Baptista da Fonseca, Escrivão da Sub-delegacia e Paz que a escrevi e assigno-me em público e razo. Test.: Roberto Dias de Oliveira e Severino Ribeiro de Rezende.
projeto partilha disse…
Cachoeira do Campo, no século XVIII, mantinha o Palácio de Verão dos governadores e o Quartel da Cavalaria. Esse quartel tornou-se a Coudelaria Real e foi um dos principais focos da Inconfidência Mineira. O historiador Alex Bohrer narra a história de Cachoeira do Campo de forma inusitada. Mostra, entre muitos outros fatos, a torre da Igreja onde os Inconfidentes montaram seu ponto de espia e de onde controlavam os movimentos, inclusive os do Visconde de Barbacena no Palácio de Verão. Revela Alex: "O homem barroco era conturbado e dividido entre a riqueza e a injustiça social, os prazeres da carne e o medo do inferno." Cf.: Launch Doc in Frame - Windows Internet Explorer
www.dce.sebrae.com.br/
projeto partilha disse…
Um fragmento de procuração.
(...) Testemunhas abaixo assignadas que por este publico instrumento na milhor forma de direito nominavão e constituirão por seos bastante procuradorees a THEODORO ANTONIO NAVES e JOÃO ANTONIO NAVES com poderes especiais para passarem escriptura de venda das terras que tocou aos obtorgantes em partilha do Enventario do fina seu Avô Major Joaquim Bernardes da Costa Junqueira e poderão vender, receber e dar quitação a tudo quanto fizerem e obrar davão por firme e valioso, na forma que o direito obtorga. E como assim o disserão o outorgarão assignão este instrumento com as testemunhas tenente coronel José Fernandes Avelino e Ivo Augusto de Souza Bellas. (continua)
projeto partilha disse…
(continuação) fragmento de procuração.
Ivo Augusto de Sousa Bellas. Depois de lhe ser lida por mim João Baptista da Fonseca, Escrivão da Sub-delegacia e Paz, que a escrevy e assigno-me em público e razo. Em testemunho de Verdade (rubrica) e assinatura de João Baptista da Fonseca; Joaquim de Rezende Branquinho; Anna Cândida de Rezende; Joaquim Pedro de Resende; Marianna Leopoldina de Rezende; Gregório Alves de Figueiredo; Purcina Leopoldina de Resende; José Alves de Figueiredo Primo; Cândida Nicézia de Resende; Jacintha Leopoldina de Resende; Ignácia Constancia de Rezende e Maximiniano Severo da Sa.

Postagens mais visitadas deste blog

A família do Pe. Manoel Francisco Maciel em Minas.

As três ilhôas de José Guimarães.

Antiga foto da fazenda da Serra de Carmo da Cachoeira.