Dados biográficos do Pe. José Bento F Mesquita.

Padre José Bento Ferreira Mesquita, exerceu seu ministério sacerdotal na cidade de Lavras, Minas Gerais. Era natural de Três Pontas, filho do Major Bento Ferreira de Brito e Francisca Xavier Mesquita, nasceu em 1825. Foram seus padrinhos: Nicésio José de Mesquita e Maria Clara Ferreira. Participou da fundação da Irmandade de Nossa Senhora das Dores, instituída com a finalidade de se fundar a Casa de Misericórdia de Lavras¹. Faleceu e foi sepultado no cemitério daquela cidade.

(1825-1893)

Artigo de Paulo Costa Campos

Próxima matéria: Definição de Distrito como termo histórico.
Matéria Anterior:
Sul de Minas independente - Projeto de Lei.

1. (Vida Escolar, edições de 01 e 15-JUL-1907)

Comentários

paulo costa campos disse…
DISTRITO
Designação dada a locais já habilitados ou onde se iniciavam povoações. No final do século XVIII r primórdios do século XIX, o termo era impreciso e não tinha o significado hodierno de subdivisão administrativa. Usava-se também com o mesmo significado do termo CONTINENTE. A expressão passou a ser usada no sentido de subdivisão territorial de uma nação, província ou município. As Câmaras Municipais tinham poder para criar ou suprimir distritos, assim como subdividir os municípios, até 1828, quando houve modificações nas leis vigentes, transferindo a prerrogativa para as Assembleias Provinciais, segundo o DICIONÁRIO DA TERRA E DA GENTE DE MINAS. Autor: W. A. Barbosa.
projeto partilha disse…
CÓRREGO DO OURO
Elevado a distrito pela Lei n.1473, de 9 de julho de 1868, e a paróquia, em 1 de dezembro de 1873, pela lei n.2002, Art.6, sancionadas pelo Presidente da Província de Minas Gerais. Fazia parte do município de Três Pontas. O primeiro vigário da paróquia foi o Padre Manuel Esteves Balanzuela Lira. Os primeiros habitantes do arraial foram Miguel Corrêa Lourenço, Manoel Tomás de Oliveira, Job Alves de Figueiredo, Joaquim Antônio de Souza Paiva e Antônio Alves de Figueiredo, são considerados seus fundadores. O doador do terreno, para edificação da igreja, foi o Alferes Job Alves de Figueiredo, natural de Dores da Boa Esperança. A partir de 1923 mudou o topônimo para Córrego do Ouro.
projeto partilha disse…
Dados do comentário anterior: CÓRREGO DO OURO obtidos do Dicionário Histórico e Geográfico de Três Pontas, p.51. Autor: Paulo Costa Campos.

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.

A Família Campos no Sul de Minas Gerais.