Padre José Procópio Júnior em Carmo da Cachoeira

Imagem
Paróquia Nossa Senhora do Carmo sob nova guiança Editorial Sai Pe. Daniel Menezes, e assume como administrador paroquial da acolhedora cidade de Carmo da Cachoeira, em fevereiro de 2019, o Pe. José  Procópio Júnior.
"Não cabe à pedra escolher o lugar que deve ocupar no edifício. Assim também não cabe à nós criaturas ditar ao Criador o que deve acontecer em nossa vida, pois Deus é quem sabe e dispõe com sabedoria própria." − Dom Servílio Conti, IMC Como página que observa os acontecimentos neste pedaço de chão mineiro, limitado por montanhas e que, segundo o cachoeirense Padre Godinho, “todas são azuis”, registramos o remanejamento ocorrido entre padres ligados a Diocese da Campanha no ano de 2019. Entre as mudanças encontra-se a Paróquia Nossa Senhora do Carmo/Carmo da Cachoeira – MG.

Sai nosso querido Padre Daniel Menezes. Por ele continuamos a rezar e o devolvemos, entre lágrimas e a esperança de um dia tê-lo entre nós. Somos eternamente gratos e devedores. Entra, aureola…

Os diversos nomes dado ao Estado de Minas.

Recapitulando os nomes pelos quais passou o Estado de Minas Gerais onde está situado o Município de Carmo da Cachoeira, antigo distrito do Carmo da Boa Vista da Freguesia de Lavras do Funil. Neste local, e a esta época, residia em um sítio, chamado de Sítio Cachoeira, Manoel Antônio Rates. Este sítio deu origem ao núcleo populacional e administrativo do atual Município.

Manoel Antônio construiu, junto ao Ribeirão do Carmo, próximo a uma Cachoeira, conhecida pelos cachoeirenses como Cachoeira dos Rates, uma casa onde residia com sua família.

A esta família nosso preito de amor, respeito, reverência e gratidão. Sua presença é lembrada e relembrada nestas paragens durante os últimos 239 anos. Uma história marcada por lutas e resistências. Tudo em nome e defesa de um ideal. Qual era esse ideal? Qual? Qual????

Uma pergunta que deverá ser repassada a cientistas, de preferência cientistas políticos. Ideais são sonhos ... Sonhos de uma vida mais digna, justa e igualitária. Que a Casa Superior do Paraíso vele com carinho pelos irmãos idealistas cobrindo-os com manto amoroso e iluminado, hoje, ontem e por toda a eternidade.

Como se chamava este país sertanejo, estas paragens acima do Sapucahy, Rio Verde, até atingir o Rio Grande e continuando acima deles?

- Campos de Cataguá (1552);
- Território de Cataguases (1552);
- Território das Minas (1570);
- País das Minas (1603);
- Capitania de São Paulo e Minas de Ouro (1709);
- Capitania de Minas Gerais (1720);
- Província de Minas Gerais (1824);
- Estado de Minas Gerais (1891).

Projeto Partilha - Leonor Rizzi

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Antiga foto da fazenda da Serra de Carmo da Cachoeira.