Até breve, Maria Leopoldina Fiorentini.

Deixa os níveis terrenos nossa irmã em Cristo, Maria Leopoldina. Foi chamada antes de nós e, certamente, estará a preparar nossa chegada nos planos de Deus.

Maria Leopoldina preparou-se para a viagem priorizando seu ponto devocional - o Sagrado Coração de Jesus. Paramentou-se com a fita do Apostolado da Oração. Uma das comunidades que se fez presente foi a do Santuário Mãe Rainha, da Comunidade Paroquial São Pedro de Rates.

O ditado popular de que por trás de um grande homem, há sempre uma grande mulher, foi confirmado na caminhada do Ministro Extraordinário da Comunhão José Fiorentini. A presença de Maria Leopoldina, sua esposa e companheira foi a alavanca que impulsiona, a voz do bom senso presente. Maria Leopoldina era a companhia que fazia a diferença na vida do casal. Sabia a hora de falar, de calar, de ser suporte, de aconselhar nas dúvidas, de acolher nos momentos de angustia, alegria e tristezas, de bronquear nos momentos necessários, de ouvir e ponderar na trilha e busca de Deus, através de ações humanas compartilhadas com os irmão de caminhada.

Maria Leopoldina Fiorentini. Descanse em Paz!

Comentários

projeto partilha disse…
Alguns descendentes de imigrantes italianos em Carmo da Cachoeira:

É batizado em 03-08-1895, João, filho legítimo de João Arcanjo e Leopoldina. Padrinhos: José dos Santos e Ambrozia (liberta de Gabriel Flávio da Costa);

Em 21-08-1895,fls.7v. é batizado Filippe, f.l. de Filippe Estevão Santiago (Santhiago) e Áurea Guilhermina de Jesus. Foram padrinhos: João Mathias e Eliza Idalina Costa (por procuração de Catharina).
projeto partilha disse…
Descendentes de imigrantes italianos batizados na Matriz de Nossa Senhora do Carmo, Carmo da Cachoeira, Minas Gerais:
Fls.07v, em 22-08-1895 Albino, filho de Antonio Mena e Ramim Amália; foram padrinhos: Fávaro Antonio e Rossi Filomena;
fl.7v. Victório, em 22-08-1895, f.l. de João Mastei e Páschoa Creasso; foram padrinhos: Gabriel Stoco e Maria Manenti;
em 22-08-1895 Luiz, filho de João Furgito e Ângela Polinato; foram padrinhos: João Mastei e Maria Manenti;
em 22-8, José, f.l. de Petrim (Petrini) Giuseppe e Anna Poloniato; foram padrinhos: Manoel Alves Teixeira e Anna Christina do Nascimento.
projeto partilha disse…
Outros descendentes de imigrantes com nomes em livros paroquias de batizados:
Agostinho em 26-08-1895, filho de Vicenso Caminato e M. Palhoto; foram padrinhos: Antonio Vilella de Rezende e Adexandrina Ricardina;
em 31-08-1895 Alvieri, filho de Belloni Mario e Vicentina Maria.; foram padrinhos: Fachim Francisco e Boareto Regina;
01-11-1895, João Baptista, filho de Purrian Pedro e Bachera Roza; foram padrinhos: Tempestas João e Rossi Eliza.
projeto partilha disse…
Seguem os seguintes registros:
11-04-1895, Emília, filha de Fávaro Antonio e Estela Benturim (Venturini); foram padrinhos: Menaldo Antonio e Giovanna Petrim (Petrini);
fls.15v. ano de 1896, Ernesto, filho de Vecchiato Lionildo e Barbarino Tereza (italianos); foram padrinhos: Bertognoli Andréa e Tugnoli Vittoria.
projeto partilha disse…
É batizado na Matriz de Nossa Senhora do Carmo, Carmo da Cachoeira, Minas Gerais em 08-04-1896, com registro no Livro 3 de batizados, fls.28, a Arlindo, filho de Giuseppe Petrin (Petrini) e Anna Petrin; foram padrinhos: João Baptista da Fonseca e Maria Bernardina de Rezende.
projeto partilha disse…
Alguns registros de imigrantes italianos em Livros Paroquial na Matriz de Nossa Senhora do Carmo, Carmo da Cachoeira, Minas Gerais. O livro que está arquivado na Paróquia é cópia. O original encontra-se arquivado na Diocese da Campanha. Os dados aparecem resumidos. Assim:
Ano 1891, fls.121v. Carolina, 2 anos, filha de J. Costa Luigi e Dominica;
- Antonio, filho de Antonio Luigi Juitti e Filomena;
-Umberto, filho de Antonio Arsilo e Avanci Luizia;
Pedro, filho de Ana Polonese;
fls.123, Bárbara, filha de Bárbaro Pietro e Bolognesse Ana;
123v., Oaganino, filho de Paganino Antonio e Marieta Pinhoreta
124v. Alice, filha de Bahu Luigi e Ângela.
projeto partilha disse…
Outros óbitos registrados na Matriz de Nossa Senhora do Carmo, Carmo da Cachoeira, Minas Gerais:
1892, fls.126 do LIVRO CÓPIA de óbitos, Giuseppe, filho de Riche Ângelo e Isolta Mandini;
1906, fls.132v. filho de Antonio Tempestas e Virgínia Petrini;
1905, fl.134v. Bárbara Avance, 82 anos;
1907, fls.142, Fiorige Laurante, filho de Ângelo Fiorige e Jesuína Salais.
projeto partilha disse…
Barote Ângelo e Albina Carvalho foram padrinhos de batismo de João, filho legítimo de Antonio Urbano da Silva e Maria Joaquina de Jesus, segundo o que consta ás fls.03v. Livro de batizados da Matriz de Nossa Senhora do Carmo, Carmo da Cachoeira, Minas Gerais, em 8 de junho de 1895.
projeto partilha disse…
fls.03. Livro de Batizados, Matriz de Nossa Senhora do Carmo, Carmo da Cachoeira, Minas Gerais. Em 13 de maio de 1895 bat. Roza Luiza, filha legítima de Rogério Giuseppe e Boroto Maria; foram padrinhos: Zanatel Giuseppe e Cardognato (Cardonazzo) Augusta.

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.