Detalhe de flôr em Carmo da Cachoeira, MG.

Ajude-nos a contar a história de Carmo da Cachoeira. Aproveite o espaço "comentários" para relatar algo sobre esta foto, histórias, fatos e curiosidades. Assim como casos, fatos e dados históricos referentes a nossa cidade e região.

Foto: Evando Pazini - 2007 - Arte: TS Bovaris

Próxima imagem: Veja como chegar ao Santuário Mãe Rainha.
Imagem anterior: Encontro de Gerações na Congada de Meste Dae

Comentários

projeto partilha disse…
A Comunidade São Pedro de Rates faz duas solicitações ao organizador destas páginas, o administrador de empresas e funcionário público TS Bovaris:

- Convidar os internautas, através de chamada para o evento a partir da próxima página;

- elaborar arte representativa do evento e enviá-la a Rogério Vilela. O referido cartaz será utilizado como divulgação a ser fixado nas Igrejas e comunidades locais, Secretaria Paroquial e nos pontos comerciais da cidade. Nossa Gratidão, TS Bovaris.
projeto partilha disse…
Ontem, 06 de maio, quarta-feira, foi dia de sessão na Câmara Municipal na cidade de Carmo da Cachoeira, Minas Gerais. Dia também da recitação do Terço da Integração no "Santuário". Enquanto o grupo rezava, um membro da Comunidade Paroquial São Pedro de Rates esteve na reunião da Câmara. O Objetivo foi convidar, e solicitar dos presentes a divulgação da MISSA DO QUILOMBO GONDU. Faziam parte da reunião os senhores vereadores, lideranças locais, funcionários da casa e outros cidadãos participativos.
Aproveitou-se a oportunidade para colocar a posição do grupo em relação as expectativas no que tange a implementação de medidas administrativas visando o aumento de mão de obra na cidade. Que os princípios norteadores destas implantações sejam sempre os que valorizem a vida, a paz, a harmonia, a serenidade, o perdão e a EDUCAÇÃO, através de cujo exercício eleva-se a consciência do cidadão cachoeirense. Educar para não ter que punir, este será sempre o lema dos CRISTÃOS E EDUCADORES. Lembrou que a cidade tem como PROTETORA, NOSSA SENHORA DO CARMO, e que a energia por ela emanada, por ser MÃE DE DEUS, é o do acompanhamento amoroso a cada ser vivo que pisa e/ou mora neste chão abençoado denominado de CARMO DA CACHOEIRA, onde muitos dizem: O PARAISO É AQUI.
projeto partilha disse…
COMUNICAÇÃO ENCAMINHADA PELA COMUNIDADE SÃO PEDRO DE RATES AO PÁROCO Pe. ANDRÉ LUIZ DA CRUZ.

Carmo da Cachoeira, 1 de maio 2009.

Ao Pároco, Pe. André
Matriz Nossa Senhora do Carmo
Carmo da Cachoeira - MG
Assunto: Dia 13 de maio de 2009


Nada acontece por acaso, sem a vontade do PAI! O que alguns chamam de coincidência, outros dizem> PROVIDÊNCIA, e Divina. A mente humana fica, muitas vezes, a indagar a origem de acontecimentos. Santo Agostinho afirma ao refletir sobre isso: "onde encontrar na alma a imagem verdadeira da Trindade", ser a mente a parte mais nobre da alma humana. Quando se volta para Deus é UNA e TRINA ao mesmo tempo. Pedimos ao Criador que ilumine nossas mentes para que, conforme seus desígnios, possamos realizar esta comunicação.

Treze de maio, 121 anos atrás, data em que houve a Sanção da Lei Áurea, assinada pela princesa Isabel libertando os escravos marcando, portanto, o início de uma libertação, pelo menos em níveis teóricos - A DOS ESCRAVOS. A cultura da liberdade se iniciava para os povos africanos e seus descendentes moradores na terra Vera Cruz/Santa Cruz/Brasil.

A Comunidade São Pedro de Rates, sintonizada com o que se passa no espaço físico onde está situado o "Santuário" do qual é guardiã e com sua história, não pode deixar passar em branco esta significativa data. Relembra com respeito, veneração e preces antigos moradores do QUILOMBO GONDU e de PAI PAULO. Sabe da força deste marco histórico e conhece as consequências do período histórico em que a colônia viveu o período de explorações da mão-de-obra escrava e, SOLICITA análise da seguinte proposta:

MISSA NO "SANTUÁRIO" MÃE RAINHA, local onde no passado existiu um quilombo - O QUILOMBO GONDU.

Aproveitando a comunicação lembramos de outro referencial histórico, lembrado pelos fiéis católicos - DIA DA PRIMEIRA APARIÇÃO DE MARIA AOS TRÊS PASTORINHO. Exatamente 92 anos depois dessa aparição DOLA, EVANDO e LEONARA abrem espaço no jardim de sua residência para o SAGRADO, o DIVINO, o CRIADOR INCRIADO. A guardião do espaço é nada mais, nada menos que a MÃE DE DEUS, MARIA, representada por NOSSA SENHORA DE FÁTIMA. A família está ligada a Comunidade Paroquial São Pedro de Rates e através dela solicita bênção da imagem no dia que é relembrada sua aparição em Fátima, Portugal. Fica ainda a sugestão da participação do grupo de anjos que coroam Nossa Senhora na Matriz para estarem presentes à bênção como uma lembrança carinhosa da Mãe às criancinhas.

Comunidade Paroquial São Pedro de Rates e Família Pazini Andrade.

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.