Padre José Procópio Júnior em Carmo da Cachoeira

Imagem
Paróquia Nossa Senhora do Carmo sob nova guiança Editorial Sai Pe. Daniel Menezes, e assume como administrador paroquial da acolhedora cidade de Carmo da Cachoeira, em fevereiro de 2019, o Pe. José  Procópio Júnior.
"Não cabe à pedra escolher o lugar que deve ocupar no edifício. Assim também não cabe à nós criaturas ditar ao Criador o que deve acontecer em nossa vida, pois Deus é quem sabe e dispõe com sabedoria própria." − Dom Servílio Conti, IMC Como página que observa os acontecimentos neste pedaço de chão mineiro, limitado por montanhas e que, segundo o cachoeirense Padre Godinho, “todas são azuis”, registramos o remanejamento ocorrido entre padres ligados a Diocese da Campanha no ano de 2019. Entre as mudanças encontra-se a Paróquia Nossa Senhora do Carmo/Carmo da Cachoeira – MG.

Sai nosso querido Padre Daniel Menezes. Por ele continuamos a rezar e o devolvemos, entre lágrimas e a esperança de um dia tê-lo entre nós. Somos eternamente gratos e devedores. Entra, aureola…

A Alegria das pequenas coisas.

A harmonia, o ambiente gostoso de bem-estar nas comunidades constrói-se com as alegrias das pequenas coisas.

Pode ser uma gentileza, coisa quase da simples educação.Pode ser um intencional esforço para agradar alguém.

Que tal arrumar a casa, deixá-la bem limpa, enfeitá-la com flores. Todos sentirão outra disposição de vida.

Criar um cantinho para as crianças brincarem. Isto lhes trará alegria, um sorriso e uma abertura de encanto pela vida.

Preparar-se para a vida adulta não pode ser transformar-se num escravo sorridente das grandes corporações. Deverá estimular o ser gente, ter sorrisos, não de acomodação, mas de quem está de bem com a vida e procura o crescimento humanístico.

Molhe as plantas, veja as folhas se intumecerem com a presença líquida. Isto lembrará a todos a importância da água.

Vá, lá longe, buscar a alfabetizadora de seus filhos para uma festa. Ela ganha pouco, quando deveria ser mais valorizada. Que maravilha, ela, a alfabetizadora, proporciona o grande grito de liberdade da nossa vida. Sabendo ler, podemos aprender o que outros sabem. É a alfabetizadora que delineia todo o futuro da criança em seu gosto de ler, estudar e compreender o mundo. Alegria, pequena grande alegria de poder olhar as letras e entendê-las, ver as palavras e criar na mente a sua imagem.

Alegria das pequenas coisas que harmonizam a comunidade e fazem crescer a beleza da vida.

Que tal com pouco de solidariedade com a avó Anastácia ou o João Sapateiro, comprando o doce ou a sandália feitos ali, bem próximo de sua casa?

Bendito esquecimento dos importados, que vai permitir o crescimento da cadeia de sorrisos do estar de bem com a vida, pois os produtores locais, com suas vendas, poderão prover as suas necessidades e a de seus filhos.

Você também pode fazer isto!
Pense humanisticamente, aja localmente!

A professora do processo de alfabetização é muito importante para selar o futuro da criança, com relação a leitura, o estudo e o gosto pelo conhecimento.

Contatos com o autor pelos endereços eletrônicos:
rui.sol@bol.com.br
rui.sol@ambr.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Antiga foto da fazenda da Serra de Carmo da Cachoeira.