Heróica mãe, mulher a que todos devem admirar.

A figura da mãe, pelo que representa na geração e continuidade da vida, sempre tem sido exaltada.
Agora, existe a heróica mãe que desabrocha incrível no meio de tantas dificuldades que mais da metade da população vive, transitando na pobreza.
Ninguém pode deixar de olhar e admirar a extraordinária mulher que é a base, a alma de toda essa gente pobre.

Por conjuntura social ou pela irresponsabilidade masculina, frequentemente, não há muitas famílias estruturadas no modo clássico, mas acasalamentos eventuais.
Assim, a vida estabelece uma continuidade e uma unidade em torno da mãe que gera filhos de vários homens. Poderá haver algo de instintivo mas, por certo, ver-se-à, também, a esperança de encontrar um novo amor, profundo e definitivo. Há, também, a evidência de ser desnecessária a persistência de qualquer vínculo sem afetividade, pois, na pobreza que domina, não há propriedades ou bens a garantir para o futuro.

Apesar de toda a miséria esta mãe heróica defende seus filhos e, mesmo com fome, consegue alguma coisa para pôr em suas bocas.
Enfrenta, também, qualquer atividade com estoicismo e coragem, no objetivo de alimentar seus filhos. Sabe ser afetiva e não hesita em ir à extremos, na defesa deles. Se não tiver outro recurso vai ao lixo explorá-lo, sai vagando pela cidade catando latinhas e chega até à mendicância.
Há um grande evento, jogo, apresentação musical, rodeio e lá chega a heróica mãe carregando grandes volumes com algum produto para vender.

Já imaginou? Não é fácil trazê-los em ônibus ou outra condução, numa tentativa incerta de conseguir alguns trocados para a sobrevivência.
Quantas são diaristas, desempenhando tarefas sem garantia e saindo para trabalhar sem ter com quem deixar os seus filhos em casa.
Às vezes vai tomar conta de uma criança, numa família mais abastada e vive a angústia de ter deixado os seus filhos sozinhos.

Esta é a mãe heróica, que vai ajudar a transformar este mundo, se conscientizando e conscientizando seus filhos, porque tem dentro de si a virtude da solidariedade e do amor social que só cresce entre pessoas que têm a mesma necessidade.
Que belo! Por elas o Brasil será um exemplo, o país do século XXI.

Mãe heróica, mulher, que ninguém pode deixar de olhar e admirar.

A base e a alma da sociedade.

Contatos com o autor pelos endereços eletrônicos:
rui.sol@bol.com.br
rui.sol@ambr.com.br

Comentários

rui nogueira disse…
ACENDER UMA LUZ

Se você somente encontra pessoas alienadas, daquelas que dizem, isto não é comigo ou se sentem impotentes para participar de qualquer melhoria do mundo, não brigue, não se irrite, não esbraveje, não critique com intolerância, procure você acender uma luz que permita iluminar suas consciências.
Convenhamos que, com a inundação dos meios de comunicação com frases feitas, com a repetição exaustiva de situações emocionais que trazem o chorar, sem saber o porquê, com a massificação, com todo o estímulo para as pessoas automatizarem o consumo de determinado produto, mesmo desnecessário, as pessoas não pensam e nem sequer conseguem usar o seu senso crítico.
Realize a sua hiper-revolução pessoal. Conscientize-se, ao máximo, de que todos têm direito ao menos de ver a sua necessidade básica de alimento atendida; que é importante preferir o que é feito na sua comunidade, por empresas vizinhas, sem aditivos, sem corantes, sem artifícios.
Quando necessita de alimento, é só você pode comer, ninguém pode fazê-lo por você, portanto, a sua escolha pode ser exemplo.
Seja um pólo irradiador de boas idéias, mostre aos outros o seu cuidado.
Se energia e água são fundamentais para a vida, não podem ficar nas mãos dos que têm em mente só o lucro. Devem ser um patrimônio da sua comunidade, do nosso país.
Seja como uma luz que ilumina a consciência das pessoas para reagirem à escuridão do apagão consequente à transferência das nossas empresas de energia para mãos de minorias que, em absoluto, não querem o nosso bem, mas apenas os nossos bens.
Sem alimento não há energia para a própria vida. Então, as sementes representam uma riqueza inalienável. Ajude os nossos produtores a ver a importância das sementes naturais, a perceberem o quanto é vital as produzirmos para, com isto, evitar ficarmos nas mãos de empresas estrangeiras para a aquisição de sementes, muitas vezes transgênicas.
Que bom! Mais um brasileiro consciente que este é o País do Século XXI.

QUANDO NECESSITA DE ALIMENTO SÓ VOCÊ PODE COMÊ-LO.
SUA ESCOLHA PODE SER EXEMPLO.


SEMENTE NATURAL, GARANTIA DE SOBREVIVÊNCIA.


DEFENDER A ÁGUA NÃO É DEFENDER RIQUEZA, MAS A PRÓPRIA VIDA.
projeto partilha disse…
SOU BRASILEIRO
Carlos Alberto Caldeira.
Carmo da Cachoeira - Minas Gerais.
Brasil.

Sou brasileiro com orgulho e satisfação
Cumpro com meus deveres como todo o cidadão
Pago impostos almejando futuro brilhante
Para o povo quero saúde, estradas e boa educação

Mas, os caras lá de Brasília, timoneiros que são
Levam minhas esperanças em rumos errantes
Mudemos os timoneiros ou mudemos de país?
Por amor à Pátria, chegou a hora, mudemos os homens do leme.

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.

A Família Campos no Sul de Minas Gerais.

Palanques e trincheiras na defesa dos quilombos.