Padre José Procópio Júnior em Carmo da Cachoeira

Imagem
Paróquia Nossa Senhora do Carmo sob nova guiança Editorial Sai Pe. Daniel Menezes, e assume como administrador paroquial da acolhedora cidade de Carmo da Cachoeira, em fevereiro de 2019, o Pe. José  Procópio Júnior. "Não cabe à pedra escolher o lugar que deve ocupar no edifício. Assim também não cabe à nós criaturas ditar ao Criador o que deve acontecer em nossa vida, pois Deus é quem sabe e dispõe com sabedoria própria." − Dom Servílio Conti, IMC Como página que observa os acontecimentos neste pedaço de chão mineiro, limitado por montanhas e que, segundo o cachoeirense Padre Godinho, “todas são azuis”, registramos o remanejamento ocorrido entre padres ligados a Diocese da Campanha no ano de 2019. Entre as mudanças encontra-se a Paróquia Nossa Senhora do Carmo/Carmo da Cachoeira – MG. Sai nosso querido Padre Daniel Menezes. Por ele continuamos a rezar e o devolvemos, entre lágrimas e a esperança de um dia tê-lo entre nós. Somos eternamente gratos e devedores. Entr

Cônego José Maria Rabello e Campos.

Cônego José Maria era de compleição frágil, de baixa estatura, olhos claros. Nascido na cidade de Três Pontas, no Bairro das Dores, era filho de Antônio José Rabello Campos e de Joana Silvéria da Cruz. Foi ordenado sacerdote em Mariana, no dia 22 de maio de 1873, pelo Bispo Dom Antônio Ferreira Viçoso. Exerceu seu ministério nas cidades mineiras de Bom Sucesso, Guaxupé, na Igreja da Boa Viagem, em Belo Horizonte.

Veio para Três Pontas, como coadjutor do Padre Victor, assumindo a paróquia, após a morte deste, em 1905. Foi presidente da Câmara Municipal de 1903 a 1906. Construiu, com recursos próprios e de sua mãe, a igreja de Nossa Senhora das Dores, que depois teve o nome mudado para igreja de Nossa Senhora Aparecida. Deixou bens para serem aplicados na construção de um "Liceu de Artes e Ofícios". A donatária foi Nossa Senhora Aparecida, da Capela de Nossa Senhora das Dores¹. O local abriga atualmente a FEPESMIG - Fundação de Ensino e Pesquisa do Sul de Minas. Legou outros bens para a construção de uma santa casa de misericórdia. Foi sepultado na igreja de Nossa Senhora da Aparecida, como era o seu desejo. Seus restos mortais foram traslados para a cripta da igreja de Nossa Senhora d'Ajuda.

20-maio -1848 - 20-maio 1922

Artigo de Paulo Costa Campos

Próxima matéria: O coronel Antônio José Rabello e Campos.
Matéria Anterior: O prefeito Francisco Ximenes de Oliveira.

1. Escritura de 12-Abr-1922 fls.71v a 73v, livro n.28, do antigo Cartório do primeiro Ofício.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A família do Pe. Manoel Francisco Maciel em Minas.

As três ilhôas de José Guimarães.

Antiga foto da fazenda da Serra de Carmo da Cachoeira.