As garotas e o padre em São Tomé das Letras.

Ajude-nos a contar a história de Carmo da Cachoeira. Aproveite o espaço "comentários" para relatar algo sobre esta foto, histórias, fatos e curiosidades. Assim como casos, fatos e dados históricos referentes a nossa cidade e região.

Turminha querida, turminha unida, turminha feliz.

Neste dia estavamos em São Tomé das Letras ao lado do Pe. Manoel. Da direita para esquerda, em cima e em pé: Rejane da Delma, Cecília da dona Ziquinha (família Alvarenga/Santana) , o Pe. Manoel eu, a SELMA da dona Doca (hoje SELMA do NECA), a Stella da dona Nilza, e a Cidinha da tia Bibi (na frente do Padre Manoel).

Sentadas: da direita para a esquerda: a Delizete da dona Elza, a Dayse do Valdemar, a Shirley do Toninho alfaiate, a Silvana do Fuad, e a Conceição do Clóvis (esta parente do cachoeirense Jorge Fernando Vilela, autor da obra "O Sertão do Campo Velho").

Esta foto relata um dos passeios feito com Pe. Manoel. Foi em São Thomé das Letras onde o Pe. Manoel ia rezar uma missa (na ocasião já era Pároco em Baependi). Foram nossas acompanhantes as saudosas dona Naná e Manoelina (não aprecem na foto). Da turminha, duas já moram nos planos internos da vida: Rejane da Delma e Cidinha da tia Bibi.

"Senhor. Que brilhe para elas a Vossa Luz!"

Próxima imagem: Imagem do Senhor Morto em Minas Gerais.
Imagem anterior: Possível imagem de Santa Rita em detalhe.

Comentários

projeto partilha disse…
Autora do texto - Selma do Neca, funcionária da Escola Pedro Mestre. Ex-funcionária da Escola Moacir Resende, ambas em Carmo da Cachoeira, Minas Gerais.
selma disse…
"Possa Deus nos ajudar a ver e agradecer as oportunidades que sempre estão em torno de nós para fazer o Bem... esta mensagem é para você Leonor.

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.

A Família Campos no Sul de Minas Gerais.