Homenagem póstuma a Anacharsis Rattes.

Anacharsis Rattes, faleceu em 23.02.2009, em Juiz de Fora, MG.

"não criamos nada, apenas levantamos os véus, e revelamos a luz já em nós".

Anacharsis, que sua guiança interna possa direcionar seus novos percursos a partir de agora. Que essa guiança seja a única bússola a lhe indicar os novos caminhos.

Uma poesia, um até breve ... ...

Autora:
Arita Damasceno Pettená

Quando em mim tudo for silêncio
e a própria vida esvair-se
nas esteira das águas flutuantes,
hei de buscar, no primeiro ancoradouro,
o porto seguro para meus sonhos todos.
Que importa que haja ondas revoltas,
ameaçando um casco acorrentando.

Quero respirar, no último momento,
a esperança diluindo-s em espumas,
espumas desmanchando-se em esperanças.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.

A Família Campos no Sul de Minas Gerais.