Transcrições de documentos de Perdões.

Romão Fagundes do Amaral pede confirmação da Capela do Senhor Bom Jesus de Perdões. Diz o Sargento-Mor Romão Fagundes do Amaral, morador na sua fazenda da Mata, da Freguesia de Santana das Lavras do Funil, do Bispado de Mariana, que erigiu na dita freguesia uma capela com a invocação do Bom Jesus dos Perdões, sem licença Régia, pela ignorância dos povos daquela Capitania e Bispado e distância que havia da mesma à Corte de Lisboa, recorre a V.A.R. se digne conceder-lhe Provisão de Ereção, retroagindo ao tempo da mesma.

Pede a V.A.R. se digne conceder-lhe por graça o que suplica. E.R.M.
Aos 5 de julho de 1815 passada provisão provisão a 12 do mesmo mês e ano.

Fonte: Arquivo Nacional, Mesa de Consciência e Ordens. Caixa 281. Pacote n.2, documento n.64.
Nota: A primeira provisão de capela, passada pelo bispo de Mariana, a favor de Romão Fagundes, é datada de 3 de agosto de 1770.

Há ainda o registro da filha de Romão Fagundes do Amaral e dona Maria José da Incarnação com que uni-se pelo casamento. A filha, Angélica Rosaura do Amaral, casou-se com Alexandre Vieira de Gusmão e os descendentes perpetuaram a família na região. Em registro histórico, o óbito de Romão Fagundes data do ano de um mil oitocentos e vinte e seis, no mês de outubro, aos oitenta e quatro anos de idade. Falece com todos os sacramentos, acompanhado pelo Pe. Manoel Maxado e pelo Vigário Aleixo Antônio da Mota, sendo sepultado na Capela do Senhor Bom Jesus de Perdões.

No ano de mil oitocentos e vinte e seis no mês de outubro falecendo com todos os Sacramentos o Sargento Mor Romão Fagundes do Amaral de oitenta e quatro anos casado com Maria José da Incarnação. Foi acompanhado pelo Padre Manoel Maxado e pelo Vigário Aleixo Antônio da Mota encomendado na Capela do Senhor Bom Jesus dos Perdões de que fiz este assento.
O Vigário Encomendado Francisco de Paula Diniz.

Trecho da Obra: Perdões e Sua História - Profª Cleuza Carvalho Marques

Próximo trecho: Antônio Augusto da Luz e a 1ª escola mineira.
Trecho anterior: A professora Marques e a construção da história.

Para adquirir a obra: José Pedro dos Santos ME - Tel: (35) 3864-1939 -
- Av. Régis Bittencourt, 12, Perdões, MG. -

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.