Perdões e Romão Fagundes do Amaral.

O primeiro documento histórico do município de Perdões, de que se tem conhecimento, data de 1770 e registra existência de um português, Romão Fagundes do Amaral, como fato determinado. Uma Carta de Sesmaria, concedida a ele, encontra-se no Arquivo Público Mineiro, livro cento e setenta e dois, página sessenta e nove e data de vinte e seis de novembro do ano de 1770. Nesse documento, pode-se constatar que Romão Fagundes era morador da Serra de Ibituruna, Termo da Villa de São José, Comarca do Rio das Mortes e através dele requeria que lhe concedesse terras na serra chamada de Senhor Bom Jesus, onde teve início o povoado de PERDÕES, justificando ter escravos e não ter em que ocupá-los. A ocupação, a que se referia Romão Fagundes, era a procura constante do ouro. A aprovação do pedido de concessão das terras foi firmada por Dom José Luiz de Menezes Abranches Castelo Branco e Noronha, Conde de Valladares, então Governador e Capitão General da Capitania de Minas Gerais. O processo de demarcação da sesmaria, requerido em 1772, encontra-se no Arquivo Regional de São João Del Rei Pró-Memória.

Trecho da Obra: Perdões e Sua História - Profª Cleuza Carvalho Marques

Próximo trecho: Romão Fagundes e o Retiro dos Pimentas.
Trecho anterior: Um convite para conhecer a história de Perdões.

Para adquirir a obra: José Pedro dos Santos ME - Tel: (35) 3864-1939 -
- Av. Régis Bittencourt, 12, Perdões, MG. -

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.