Padre José Procópio Júnior em Carmo da Cachoeira

Imagem
Paróquia Nossa Senhora do Carmo sob nova guiança Editorial Sai Pe. Daniel Menezes, e assume como administrador paroquial da acolhedora cidade de Carmo da Cachoeira, em fevereiro de 2019, o Pe. José  Procópio Júnior.
"Não cabe à pedra escolher o lugar que deve ocupar no edifício. Assim também não cabe à nós criaturas ditar ao Criador o que deve acontecer em nossa vida, pois Deus é quem sabe e dispõe com sabedoria própria." − Dom Servílio Conti, IMC Como página que observa os acontecimentos neste pedaço de chão mineiro, limitado por montanhas e que, segundo o cachoeirense Padre Godinho, “todas são azuis”, registramos o remanejamento ocorrido entre padres ligados a Diocese da Campanha no ano de 2019. Entre as mudanças encontra-se a Paróquia Nossa Senhora do Carmo/Carmo da Cachoeira – MG.

Sai nosso querido Padre Daniel Menezes. Por ele continuamos a rezar e o devolvemos, entre lágrimas e a esperança de um dia tê-lo entre nós. Somos eternamente gratos e devedores. Entra, aureola…

O jornalista e redator J. Nascimento.

João Nascimento Carvalho de Mendonça era conhecido com J. Nascimento, era alto, magro, usava óculos, muito educado, cortês com crianças e adultos, trajava-se sempre elegantemente. Nasceu em Três Pontas, filho de Marcolina Mendonça, vindo a casar-se com Maria de Lourdes Souza, conhecida por Dona Cocota, professora de grande mérito, com a qual teve 10 filhos.

Estudou na escola primária de Angélica Etelvina da Conceição, mas como autodidata adquiriu uma boa cultura. Escrevia com desenvoltura e sua caligrafia despertava a atenção de todos. Exerceu, com grande eficiência, o cargo de gerente da antiga Cia. Sul Mineira de Eletricidade, mais tarde encampada pela Cemig.

Dedicou-se, por algum tempo, ao jornalismo, tendo sido redator do jornal local "Vida Nova", na primeira fase, entre 1921 e 1924 e na segunda fase, entre 1928 e 1930, e como redator do jornal "Vida Nova", apoiou incondicionalmente a construção da ferrovia trespontana. Foi o idealizador da construção da herma, em homenagem ao Padre Victor. Através de seus artigos jornalísticos, motivou a população no sentido de angariar fundos para que se construísse a herma do Padre Victor.

25-DEZ-1886 - 03-JAN-1972

Artigo de Paulo Costa Campos

Próxima matéria: O alfaiate Francisco Velloso Braga e seus filhos.
Matéria Anterior: Luiz da Silva Campos e Rita Antônia de Azevedo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Antiga foto da fazenda da Serra de Carmo da Cachoeira.