Padre José Procópio Júnior em Carmo da Cachoeira

Imagem
Paróquia Nossa Senhora do Carmo sob nova guiança Editorial Sai Pe. Daniel Menezes, e assume como administrador paroquial da acolhedora cidade de Carmo da Cachoeira, em fevereiro de 2019, o Pe. José  Procópio Júnior. "Não cabe à pedra escolher o lugar que deve ocupar no edifício. Assim também não cabe à nós criaturas ditar ao Criador o que deve acontecer em nossa vida, pois Deus é quem sabe e dispõe com sabedoria própria." − Dom Servílio Conti, IMC Como página que observa os acontecimentos neste pedaço de chão mineiro, limitado por montanhas e que, segundo o cachoeirense Padre Godinho, “todas são azuis”, registramos o remanejamento ocorrido entre padres ligados a Diocese da Campanha no ano de 2019. Entre as mudanças encontra-se a Paróquia Nossa Senhora do Carmo/Carmo da Cachoeira – MG. Sai nosso querido Padre Daniel Menezes. Por ele continuamos a rezar e o devolvemos, entre lágrimas e a esperança de um dia tê-lo entre nós. Somos eternamente gratos e devedores. Entr

De Genere do Padre José Dias de Carvalho.

Documento encomendado pelo Projeto Partilha.
Transcrição de José Geraldo Begname
.
Relatório de 03 de março de 2006.


Padre José Dias de Carvalho.
Referência: Processo de Genere.
Localização: Armário 07.
Pasta: 1113.
Local: Barbacena.
Ano: 1755.

fl. 82v

Certifico que em meu poder e cartório se acham uns autos de Matrimônio em que são contraentes Jocob Dias de Carvalho e Francisca Pereira em que os quais a folha seis verço se acha uma sentença definitiva escrita e assinada pelo Reverendo Vigário que no ano de 1725 servia Antonio de Lima Fagundes cujo teor (...) é da forma e maneira seguinte:
(...) depoimento dos contraentes Jacob Dias de Carvalho e Francisca Pereira natural desta Villa serem solteiros e desimpedidos e sem estarem comprometidos em outra parte mais que o mutuo consentimento que tem procedido entre eles de se quererem (...) matrimônio (...).
Cf. Projeto Compartilhar. José Dias de Carvalho. Ano 1755.

Uma observação do pesquisador:
"procurei retirar dos processos apenas o primordial para uma análise prévia. Havendo necessidade retorno aos mesmos para anotar testemunhas e mais dados sobre os habilitandos". Mariana, 27 de abril de 2006. José Geraldo Begname.

Projeto Partilha - Leonor Rizzi

Próxima matéria:
Artigo Anterior: Uma ermida na Comarca do Rio das Mortes.

Testamento do Pe. José Dias de Carvalho.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A família do Pe. Manoel Francisco Maciel em Minas.

As três ilhôas de José Guimarães.

Antiga foto da fazenda da Serra de Carmo da Cachoeira.