Padre José Procópio Júnior em Carmo da Cachoeira

Imagem
Paróquia Nossa Senhora do Carmo sob nova guiança Editorial Sai Pe. Daniel Menezes, e assume como administrador paroquial da acolhedora cidade de Carmo da Cachoeira, em fevereiro de 2019, o Pe. José  Procópio Júnior.
"Não cabe à pedra escolher o lugar que deve ocupar no edifício. Assim também não cabe à nós criaturas ditar ao Criador o que deve acontecer em nossa vida, pois Deus é quem sabe e dispõe com sabedoria própria." − Dom Servílio Conti, IMC Como página que observa os acontecimentos neste pedaço de chão mineiro, limitado por montanhas e que, segundo o cachoeirense Padre Godinho, “todas são azuis”, registramos o remanejamento ocorrido entre padres ligados a Diocese da Campanha no ano de 2019. Entre as mudanças encontra-se a Paróquia Nossa Senhora do Carmo/Carmo da Cachoeira – MG.

Sai nosso querido Padre Daniel Menezes. Por ele continuamos a rezar e o devolvemos, entre lágrimas e a esperança de um dia tê-lo entre nós. Somos eternamente gratos e devedores. Entra, aureola…

Carol, sua família e a exumação dos corpos.

de: Carol

A exumação dos corpos
mortos-vivos:
os mortos são vivos conosco
embora despidos
de si mesmos.

Quando se exumam corpos
é que se percebe: as coisas
também têm vida, como nós.
Ou somos todos coisas.

Luiz Paulo Santana.


Foi munida desta declaração que viajei de São Caetano do Sul - São Paulo, para Carmo da Cachoeira - Minas Gerais, no final do ano de 2008, trazendo algo que, para mim, é um grande tesouro: os ossos de meus pais.

Declaração

Declaro a pedido verbal de parte da interessada e para os devidos fins, que a Família de Maria Carolina Figueiredo possui concessão de uso de um jazigo no Cemitério Municipal de Carmo da Cachoeira, Minas Gerais, situado na rua Luiz Galvão Correia Filho, e que receberá os restos mortais de Adélia Tomaz e Pedro Figueiredo, ambos Sepultados no Cemitério das Lágrimas na cidade de São Caetano do Sul/São Paulo.
Carmo da Cachoeira, 19 de dezembro de 2008.

Minha mãe tinha, como nome de solteira, Adélia Tomás da Silva, nascida, batizada e casada em Carmo da Cachoeira, Minas Gerais. Nascida em 06-06-1920, faleceu em São Caetano do Sul, em 06-03-2000, sendo enterrada no dia 07 - Cemitério das Lágrimas. Filha de Maria Pederiva e Benjamim Tomás da Silva, irmão de Jorge Thomas da Silva.

Pedro Figueiredo, filho de Antonio Tobias de Figueiredo e de dona Maria Carolina de Figueiredo, nascido em São Thomás de Aquino, em 26-05-1928 e faleceu em São Caetano do Sul, em 25-01-2001, sendo enterrado no dia seguinte, 27, no Cemitério das Lágrimas. A exumação ocorreu em 21-12-2008, sendo enterrado novamente em 24-12-2008, em Carmo da Cachoeira, Minas Gerais, no Cemitério Municipal, conforme declaração acima.

Comentários

Santana, LP disse…
Feliz como pinto no lixo, ao ver o poema de minha autoria se encaixar tão bem numa situação da vida real, como esta narrada por Carol.
Abraço,
Luiz Paulo Santana

Postagens mais visitadas deste blog

Antiga foto da fazenda da Serra de Carmo da Cachoeira.