Um sitiante na paragem do Rio Grande em 1744.

Francisco da Costa, no ano de 1744 era proprietário de um sítio, na paragem do Rio Grande Acima, conforme consta no inventário de Manoel Lourenço do Amaral.

Manoel Lourenço nasceu na Ilha do Pico e foi casado com dona Isabel Rosa de Jesus, da mesma origem. Seu inventário está arquivado no MSJDR, no ano de 1746 e disponibilizado pelo Projeto Compartilhar. O local onde se procedeu o pedido de abertura de inventário foi "sítio chamado o Sardinha¹, que era de propriedade de Francisco da Costa".

Projeto Partilha - Leonor Rizzi

Próxima matéria: A ermida do comerciante Antônio Ferreira Mendes
Artigo Anterior: O casamento de Bento de Faria Neves.

1. O Projeto Compartilhar grafou: Sítio chamado o Sardinha.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.

A Família Campos no Sul de Minas Gerais.