Cleuza Carvalho Marques e a história de Perdões.

Ajude-nos a contar a história de Carmo da Cachoeira. Aproveite o espaço "comentários" para relatar algo sobre esta foto, histórias, fatos e curiosidades. Assim como casos, fatos e dados históricos referentes a nossa cidade e região.

Dados técnicos da obra, Perdões e sua História:

Digitação
Power Computadores
Era Informática

Montagem Fotográfica
Millennium Publicidade

Diagramação
- Jornal Folha de Perdões Ltda -
Érica Rodrigues Bastos
Flaviano Bastos Barbosa
Chris W. Sandy

Marketing
Jornal O Perdoense
Francisco João Cintra

Revisão
Maria das Graças Carvalho Gomide
Cleusa Carvalho Marques

Impressão e Acabamento
Studio Gráfica

Capa
Igreja do Rosário - século XVIII
Grupo Escolar "Otaviano Alvarenga"
e Praça da Matriz - inicio do século XX.

Maio de 2004.

Fontes Consultadas:
. Arquivo Nacional, Mesa de Consciência e Ordens documento n.64.
. Arquivo Público Mineiro Belo Horizonte MG.
. Arquivo da Escola Cenecista "Dulce Oliveira".
. Arquivo da Escola Estadual "Professor Getúlio José Soares".
. Arquivo da Escola Estadual "João Melo Gomide".
. Arquivo da Escola Estadual "José Norberto de Andrade".
. Arquivo da Escola Municipal "Padre Pedro Machado".
. Arquivo fotográfico da Escola Municipal "Otaviano Alvarenga".
. Arquivo da Santa Casa de Misericórdia de Perdões.
. Atas do Lar Trabalho e Escola do Menor Perdoense.
. Atas do Lar Vicentino "Chico Norberto".
. Coletânea de Poemas Professora Adalgiza Pereira Silva.
. Diário de Jayme Teixeira.
. História da República Brasileira Edições ISTO É.
. História do Grupo Escolar "Octaviano Alvarenga", de Lygia de Souza Lima.
.I Exposição de Fatos e Fotos Alba Rezende Bastos e Alba Stela Rezende Bastos Nascimento.
. II Exposição de Fatos e Fotos Alba Rezende Bastos e Alba Stela Rezende Bastos Nascimento.
.Informações verbais de cidadãos perdoenses.
. Jornal A Cidade.
. Jornal O Perdoense 1912 a 1916.
. Jornal A Platéa.
. Jornal Do Comenta.
. Jornal Folha de Perdões - 1968.
. Jornal O Estudante - do Lyceu Perdoense.
. Jornal Tribuna de Lavras.
. Jornal O Zig-Zig.
. Levantamento Histórico da Santa Casa de Misericórdia de Perdões Professora Adalgiza Pereira Silva.
. Livros de Atas da Câmara Municipal de Perdões anos 1912 a 1970.
. Livro de Atas da Juncta Parochial de Perdões.
. Livro de Contratos do Conselho Distrital.
. Livro de Transcrição das Listas de Votantes de Perdões.
. Livro Metade do Caminho, de Eugênia Carvalho.
. Monografia do Município ano de 1949.
. Monografias diversas arquivo do Museu Municipal "Joaquim de Bastos Bandeira".
. Museu Bi Moreira Lavras. Minas Gerais.
. Museu Municipal "Joaquim de Bastos Bandeira" Perdões Minas Gerais.
. Publicação comemorativa aos trinta anos da Corporação Musical "Lira Perdoense. 1970.
. Revista dos Municípios Ano 2 N.23. Maio de 1969.
. Sobre Trilhos Subsídios Para a História de Ribeirão Vermelho, de Márcio Salviano Vilela.
. Terra dos Coqueiros. Otávio J. Alvarenga.
. Textos de Padre Miguel Ângelo Freitas Ribeiro.
. Textos de Sônia Carvalho Freire.

Próxima imagem: Fidelidade e fé em Carmo da Cachoeira.
Imagem anterior: Primeira página de "Capitão Diogo Garcia da Cruz"

Para adquirir a obra: José Pedro dos Santos ME - Tel: (35) 3864-1939 -
- Av. Régis Bittencourt, 12, Perdões, MG. -

Comentários

projeto partilha disse…
Em épocas remotas, e um pouco de história. Por Cleuza Carvalho Marques, p.25.

Na região do povoado do Retiro dos Pimentas, muitos são os locais que guardam nas entranhas da terra, as histórias de um tempo remoto em que o homem branco e escravos ali viveram. A ambição de Romão Fagundes à procura da riqueza fácil, extraída da terra pelas mãos dos negros, foi motivo de inúmeros contos que passaram de geração em geração, através da informação verbal. Nenhum registro documental comprova esses relatos, mas existem os vestígios de seu trabalho na localidade e sua permanência temporária é comprovada pela família Fagundes que perpetua seu nome, através dos descendentes que ali se encontram.
Romão Fagundes construiu a Capela do Senhor Bom Jesus dos Perdões, para o que recebeu provisão canônica aos três de agosto de Bispado de Mariana. Esta construção, segundo análise de registros históricos, refere-se à Igreja do Rosário.
Através de documento histórico do Arquivo Público Mineiro, podemos comprovar também a presença de MANOEL CORREIA GUIMARÃES, como morador do distrito da Mata do Senhor Bom Jesus dos Perdões, através de uma Carta de Sesmaria, datada do ano de 1772, que lhe concedia terras à beira do Rio Grande, certamente, participando também do processo de construção do povoado. Esta carta de Sesmaria identifica Manoel Correia Guimarães como morador desta localidade, apenas dois anos após Romão Fagundes do Amaral. Os portugueses Manoel Luiz Cardoso e o sócio Rubens Ayrão, Manoel Fernandes Ayrão (proprietário de terras e comerciante), também participaram da construção do pequeno arraial. DOMINGOS FERREIRA aparece na seguinte transcrição:
"aos seis de junho de mil setecentos e oitenta e quatro, faleceu da vida presente com Sacramentos da Penitencia e Extrema Unção Quitéria, escrava de Domingos Ferreira. Foi encomendada e sepultada no adro da Ermida do Senhor Bom Jesus dos Perdões, filial desta Matriz de Santana das Lavras do Funil de que fiz este assento, que assinei". Domingo é pessoa da raça branca e dono de escravatura.
Outra transcrição:
"Aos vinte de setembro de mil setecentos e oitenta e quatro faleceu da vida presente com todos os Sacramentos IGNÁCIO PEREIRA SOUTO casado com MARIA DA CONCEIÇÃO DE JESUS, foi encomendado e sepultado no adro da Ermida do Senhor Bom Jesus dos Perdões, filiais desta Matriz de Santana das Lavras do Funil de que fiz este assento que assinei."

Há ainda o registro da filha de Romão Fagundes do Amaral e Dona Maria José da Incarnação. A filha, Angélica Rosaura do Amaral, casou-se com ALEXANDRE VIEIRA GUSMÃO.
projeto partilha disse…
Perdões faz divisa com o Município de Ribeirão Vermelho, onde nasceu em 1965, Márcio Salviano Vilela, pesquisador, historiador e autor, entre outras obras, A FORMAÇÃO HISTÓRICA DOS CAMPOS DE SANT´ANA DAS LAVRAS DO FUNIL.

Dados complementares podem ser buscados em: Perdões Minas - Windows Internet Explorer
http://perdoesminas.com.br/a_1.html
Foi nesta página que lemos o seguinte:
"Romão deve ter vindo realmente bem nos primórdios para a região de Perdões porque era casado com MARIA JOSÉ DA ENCARNAÇÃO que era sócia de Francisco Fagundes de Sá (natural de Inhaúma, RJ) numa sesmaria no Campo Serrado (atual Cerrado).
projeto partilha disse…
Esta é de Maria Eunice, e está disponibilizada no Projeto Compartilhar. Um casamento na Ermida do Senhor Bom Jesus dos Perdões em 07-11-1792. Marianna Barbosa com João Rodrigues de Souza. Ela filha de Joaquim Barbosa Villar e sua primeira mulher, Antonia Maria da Encarnação.
Gratidão, Maria Eunice. Quem deve estar feliz, é o José Renato Venâncio, que você acha?

Postagens mais visitadas deste blog

A organização do quilombo.