Padre José Procópio Júnior em Carmo da Cachoeira

Imagem
Paróquia Nossa Senhora do Carmo sob nova guiança Editorial Sai Pe. Daniel Menezes, e assume como administrador paroquial da acolhedora cidade de Carmo da Cachoeira, em fevereiro de 2019, o Pe. José  Procópio Júnior.
"Não cabe à pedra escolher o lugar que deve ocupar no edifício. Assim também não cabe à nós criaturas ditar ao Criador o que deve acontecer em nossa vida, pois Deus é quem sabe e dispõe com sabedoria própria." − Dom Servílio Conti, IMC Como página que observa os acontecimentos neste pedaço de chão mineiro, limitado por montanhas e que, segundo o cachoeirense Padre Godinho, “todas são azuis”, registramos o remanejamento ocorrido entre padres ligados a Diocese da Campanha no ano de 2019. Entre as mudanças encontra-se a Paróquia Nossa Senhora do Carmo/Carmo da Cachoeira – MG.

Sai nosso querido Padre Daniel Menezes. Por ele continuamos a rezar e o devolvemos, entre lágrimas e a esperança de um dia tê-lo entre nós. Somos eternamente gratos e devedores. Entra, aureola…

Teresa Dias Musa, a tia Êsa.

Tia Êsa, é como era chamada por nós a tia Teresa Dias Musa, casada com o tio José Afonso Musa, irmã de meu pai - Vitor.

Aproveito para contar um "causo", no mínimo, interessante. Meus "causos" não são como os do meu marido Neca, mas são também legais. Querem ouvir?

Tia Êsa e tio José Afonso Musa tem um filho, meu primo Marcos que, desde pequeno gostava de usar cabelos longos. O pessoal dizia: "Marcos, você é a cara do poeta que escreveu as liras para sua Musa Marília". Desta última vez que ele veio aqui em Cachoeira não estava mais com os cabelos longos. Já é um homem feito.

Neca e o Projeto Partilha - Leonor Rizzi

Próxima matéria: O casal Gabriel dos Reis e Silva e esposa.
Artigo Anterior: 1ª edição do livro do Prof. Wanderley - 1975.

Comentários

Anônimo disse…
O Marcos, filho de Teresa Dias Musa, é meu primo e, por erro, o digitador me coloca como tia. Ele não é meu sobrinho. Meu pai, Vitor e minha tia Êsa eram irmãos. Marcos, é filho de Teresa e sou filha de Vitor. Mas, que ele era parecido com o poeta Tomás Antônio Gonzaga, ah, isso era mesmo.
Corrigido o textos. Obrigado.

Postagens mais visitadas deste blog

Antiga foto da fazenda da Serra de Carmo da Cachoeira.