Padre José Procópio Júnior em Carmo da Cachoeira

Imagem
Paróquia Nossa Senhora do Carmo sob nova guiança Editorial Sai Pe. Daniel Menezes, e assume como administrador paroquial da acolhedora cidade de Carmo da Cachoeira, em fevereiro de 2019, o Pe. José  Procópio Júnior.
"Não cabe à pedra escolher o lugar que deve ocupar no edifício. Assim também não cabe à nós criaturas ditar ao Criador o que deve acontecer em nossa vida, pois Deus é quem sabe e dispõe com sabedoria própria." − Dom Servílio Conti, IMC Como página que observa os acontecimentos neste pedaço de chão mineiro, limitado por montanhas e que, segundo o cachoeirense Padre Godinho, “todas são azuis”, registramos o remanejamento ocorrido entre padres ligados a Diocese da Campanha no ano de 2019. Entre as mudanças encontra-se a Paróquia Nossa Senhora do Carmo/Carmo da Cachoeira – MG.

Sai nosso querido Padre Daniel Menezes. Por ele continuamos a rezar e o devolvemos, entre lágrimas e a esperança de um dia tê-lo entre nós. Somos eternamente gratos e devedores. Entra, aureola…

O Rio Verde e Carmo da Cachoeira.


"Rio caminho que anda e vai resmungando (...) vem lá do alto da serra (...)". Trecho da canção "Eu e o Rio", de Luiz Antonio, interpretada por Miltinho. Lá, do alto da serra de Itanhandu, na Mantiqueira, vem caminhando, o Rio Verde, e chega até bem próximo da região, onde fica Carmo da Cachoeira, Minas Gerais.

... Veja o percurso do Rio Verde, quando está nesta região, e olhe com atenção, seu percurso pouco antes, de onde suas águas se dividem e, parte delas receber o nome de Rio do Peixe. O limite territorial do Município de Três Corações é extenso, e mesmo para nós moradores do Sul de Minas, nos espantamos ao perceber que o Rio Palmela, que desagua no Rio Verde, está dentro deste município.

No ponto do Rio Verde, a que nos referimos, fica o conhecido como "Flora". É um bairro, e pertence ao Município de Três Corações. Local pitoresco e singelo, situado às margens do Rio Verde. Existe neste trecho, e em funcionamento, ainda hoje, uma balsa. Ela faz o transporte dos moradores do local "Flora", em seu acesso a Rodovia Fernão Dias. Nos idos anos do século XVIII, as sedes, antigas fazendas coloniais, eram construídas, relativamente próximas dos rios, um de seus referenciais geográficos. Nesta época, e como um espaço pertencente a Comarca do Rio das Mortes, este trecho, ficava relativamente próximo da fazenda Duas Barras de Três Corações, onde morava os "Pinto Barra". Os limites desta fazenda, em direção ao Município de Carmo da Cachoeira, Minas Gerais, se fazia com a fazenda do Pinhal, relativamente próxima do Ribeirão São Marcos. Hoje existe nas imediações um bairro, o do Espraiado, que pertence ao Município de Carmo da Cachoeira e nele mora um representante na Câmara Municipal da cidade, o vereador Eduardo dos Santos Teixeira - o Dudu do Espraiado.

A idéia de se detalhar o espaço em questão, corre por conta de bem informar. Internautas distantes da região podem não deter as quais poderão vir a ser úteis e enriquecer seu trabalho de pesquisas.

Projeto Partilha - Leonor Rizzi

Próxima matéria: Pe. Manoel, Ary Florenzano e Carmo da Cachoeira.
Artigo Anterior: Fatos a respeito de Mariana Felisbina dos Reis.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Antiga foto da fazenda da Serra de Carmo da Cachoeira.